terça-feira, 22 de novembro de 2011

Alimentos alternativos durante a corrida


Encontrei este artigo na Runner's World e achei que valia a pena partilhar convosco.
O artigo sugere alternativas caseiras às barras energéticas, geles e bebidas isotónicas.
Tomei a liberdade de traduzir partes do artigo, mas aconselho a ler o original na integra aqui:
Performance Training Foods for Runners at Runner's World

Podem ser boas dicas para as provas que se avizinham (Maratona de Lisboa) :)

Bebidas Desportivas
Produtos como o Gatorade fornecem cerca de 14-18 gramas de hidratos de carbono por 250 ml e muitas vezes contêm outros tipos de hidratos de carbono, tais como glicose e frutose, que aceleram a absorção da energia. A maioria também tem eletrólitos para ajudar a manter o equilíbrio hídrico.
Faça o seu
Misture 8 colheres de chá de açúcar, 2 colheres de chá de mel, 1/3 colher de chá de sal e 1 colher de chá de sumo de limão em 250 ml de água.

Geles Energéticos
Um gel tem 22-29 gramas de hidratos de carbono, geralmente a partir de múltiplas fontes, juntamente com eletrólitos. Tome estes com água para acelerar a entrada de energia no seu sistema.
Faça o seu
Embalagens de doce com sabor suave e fácil de engolir (aquelas mini-compotas que se encontram nos hotéis) contêm 13 gramas de hidratos de carbono e fornecem dois tipos de açúcar. Outra sugestão são os cubos de marmelada tipo Odivelas que se podem encontrar nos supermercados (o Continente tem).

Runabraços

11 comentários:

bluewater68 disse...

Gostei das sugestões. Bastante pertinentes, sobretudo nesta crise que é cada vez maior e tendo em conta o elevado preço do 'gel'. P.e., cerca de 6€ a caixa da isostar que traz 4 saquetas, ou cerca de 3€ a saqueta de gel tipo pasta, também da Isostar.
Em relação aos cubos de marmelada, sou um grande cosumido: Combustível para a máquina I

José Magalhães disse...

Miguel
Obrigado pela sugestão. Como também andei a procurar estes "remédios caseiros", encontrei este. Espero que vos sejam úteis (ainda não experimentei, depois da maratona).
- 500ml água;
- 1 colher de sopa de mel (ou açucar);
- 1/2 colher de sobremesa de maizena;
- 1/4 colher de café de sal.
- sumo de limão qb.
Runabraço

46 disse...

Bom post.

Eu uso algumas alternativas baratas:
Na marmelada em vez dos cubos, cujo preço é um roubo, comprem 500g de marmelada e façam os vossos próprios cubos.
Coca-cola tratada, i.e., ponho um pouco de açúcar para tirar o gás (atenção, façam no lavatório e ponham pouco açúcar). Depois é usar. Só açucares rápidos e cafeína.
Agua com mel e limão.
E comprem o gel do Decathlon que é muito mais barato.

AC

João Ralha disse...

Excelentes ideias para "energizar" e para poupar a carteira nestes tempos de crise.

Runabraços

Ndda disse...

Excelente Post Miguel,

Confesso que depois de me habituar com o meu Isostar caseiro demorei a habituar-me ao comercial...

Afinal, sempre se tira algo daquela Newsletter bidiária.

Obrigado pela partilha,

NDA

João Ralha disse...

“Exercise is king. Nutrition is queen. Put them together and you’ve got a kingdom."

Lance Armstrong

Carlos Melo disse...

Grandes sugestões, Miguel.

Para além dos geis, ando sempre com os saborosos cubos de marmelada para o que der e vier.

Apenas unica vez levei uma bebida de tipo isotónico feita por mim, foi na prova mais longa em que participei em modo de auto suficiência. Em provas onde há abastecimentos náo me parece que se justifique levarmos bebida.
O que poderá compensar é levarmos um concentrado para adicionarmos à água.

RunAbraços.

Nuno Sentieiro Marques disse...

Obrigado pela partilha Miguel e obrigado aos restantes amigos que adicionaram ideias interessantes.

O meu problema é sempre o mesmo...intestinos (tudo o que não seja água, é complicado e mesmo a água só após 10/12Km, não consigo perceber e não encontro explicações para isto)
Ainda não consegui encontrar a solução mais confortável...
Continuo na busca.

Runabraços

Joao Fialho disse...

Excelente ideia Miguel e boas dicas nesta época de crise.

Pessoalmente recomendo os cubos de marmelada. Para mim são os que resultam melhor.

Obrigado Miguel pela partilha!

Luís Francisco Oliveira disse...

Junto apenas às sugestões as amêndoas. Quer antes (sobretudo de manhã cedo), quer durante o treino/prova.

Fernando Andrade. disse...

Tal como o Nuno S. Marques, tenho um medo terrível dos sólidos durante a corrida (principalmente durante a maratona). Acho sempre que me vai cair mal. Por exemplo, na recente maratona do Porto, levei uma bolsa carregada de geis e nem lhes toquei. Há sempre uma grande incerteza na forma como o organismo reaje. É certo que se deve experimentar em treino, para ver ver o resultado. Mas mesmo assim, nunca posso estar confiante.
No entanto, se não levo, queixo-me de não os ter levado. Mas este isotónico caseiro, "fabricado" com ingredientes que há sempre em casa, está sempre à mão e, quem sabe se por respeito à bolsa, até o estômago o aceita melhor, eheheh.
Amanhã vou já experimentar a receita.