Mensagens

Ultra Trail Serra da Freita 65k

Imagem
ULTRA TRAIL SERRA DA FREITA 65K – 26 junho 2021 Há muito tempo que não ia tão desinformada para uma prova. Só sabia que eram 65k e que o tempo limite para os 21k iniciais era de 6h. Em julho de 2020 fizera um Trail Camp 4 Fun Montanhas Mágicas , pelo que achava que sabia ao que ia. Inscrita na prova, distando apenas 3 semanas do TPG, pretendia fazer uma bela caminhada em grupeta, com banhos incluídos nas cascatas, tirar fotos e desfrutar do percurso com amigos. Tudo mudou com a lesão da Sandra Simões numa queda sem história. Faltava-me a Homónima para a brincadeira e deixei que a prova decidisse por mim a estratégia a seguir. Parti sozinha às 6h20, depois de todos já estarem em prova, mas rapidamente encontrei o Luís Afonso sentado numa rocha a descansar e avançámos juntos, contudo ele ficou para trás a acusar um ritmo cardíaco demasiado acelerado na subida. Mais à frente encontro o Rui Faria e o Teodoro Trindade e disse-lhes que passara o Lafões e presumia que ele demorasse, pel
Imagem
  TransPeneda-Gerês 165k – 1ª edição Quando o sonho das 100 milhas se torna realidade            Foram os 2kms finais no EstrelAçor, quando estivemos perdidos no meio da tempestade (eu, a Sandra Simões e o Teodoro Trindade), que me mostraram que estava preparada para uma aventura mais desafiante. O TPG com as suas 50h de tempo limite, uma altimetria de perto de 9500 D+, abastecimentos distando cerca de 30k entre eles, com os 65k iniciais sem marcação, apenas com track configuravam o desafio que procurava. Trail Camp Pau Capell 29/4 a 1/5 2021          O confinamento beneficiou-me no que aos treinos diz respeito, isso e os desafios R4F. Treinei muito, pus muitos kms nas pernas, mas a impossibilidade de mudar de concelho limitou-me os treinos de altimetria. O Trail Camp, a um mês da prova, depois de ter sido adiado por questões pandémicas, era o treino que necessitava para perceber se era capaz de cumprir o desafio a que me propunha. Em 4 dias cumprimos praticamente todo o tr

Alex Supertramp na Freita

Imagem
Dizem que a vida não é só corrida. Sendo impossível discordar, acrescento que a própria corrida não é só corrida. Eu mesmo, não sou só eu mesmo e as provas têm servido para expressar isto mesmo, através de narrativas e personas efémeras, fora do eu habitual, sempre acompanhadas de um  facial hair design  demasiado duvidoso para o quotidiano. Pedrito Riveras, o maratonista sevilhano sub-4h BMTR, e Peter McRiver, o Jedi da Lama Abutrica, são alguns exemplos. Cansado de dar voltas ao meu primeiro e último nome, virei-me para outras opções do meu cartão do cidadão e inspirei-me numa personagem real que muito me fascina. Desta vez, seria Alex Supertramp. O wikipedia revelará mais, muito mais, mas adianto que o rapaz, o verdadeiro, também foi corredor, capitão de equipa de corta-mato na escola e motivava os colegas com frases como "corram contra as forças da escuridão, contra todo o mal do mundo, todo o ódio.". Não vou alongar-me sobre a personagem. Apenas direi que admiro a sua co
Imagem
  ULTRA TRAIL SERRA DA FREITA 100K 26-06-2021 A preparação começou em 2020 ano em que seria a prova mas devido à pandemia passou para 2021 continuei a treinar mas a dois meses da prova surgiram algumas mazelas e tive que reduzir nos kms o que me deixou insegura e durante uns dias ponderei não fazer a prova mas a vontade de ir era grande e decidi arriscar. No dia anterior seguimos para vale de cambra para o hotel e depois fomos levantar o dorsal e ver como era o caminho que iria fazer no dia seguinte para a partida, a estrada era boa e em 30m estávamos lá. Levantei o dorsal e despachei o saco para a base de vida, na saída encontramos o resto da equipa e em conversa com o Paulo sobre as minhas mazelas ele fez me uma pequena massagem quando cheguei ao hotel voltei a fazer e não sei porquê mas fiquei mais tranquila Sábado 4h hora de levantar comer e seguir para a prova eu e o Pedro partimos às 6h05, seguimos juntos até depois do terceiro abastecimento, até fizemos umas subidas em que iam a
Imagem
 Oh Meu Deus! e ... Será que à 3ª é de vez?! X EDIÇÃO / 11 A 13 DE JUNHO DE 2021 “Oh Meu Deus! Oh My God, Oh Mon Dieu, Oh Dio Mio, Oh Mein Gott, ああ、私の神。 ! Esta interjeição universal significa incredulidade por algo que se lhe depare.” Eu já me tinha “interjeitado”, anteriormente, e por duas vezes. Isto é… sobre a ideia de fazer a distância das 100 milhas. Aquela que equivale a 160km. A primeira vez foi quando em 2019, juntamos uma grupeta de atletas. Fizemos a pré inscrição para ir a sorteio nas várias distâncias das provas do UTMB. Eu, já nem sei como foi, mas mandei-me para as 100 milhas. Oh Meu Deus!! Infelizmente não fomos sorteados. Hoje digo que foi “infelizemente”, porque se calhar já tinha completado essa distância em vez de andar aqui de tentativa em tentativa e o raio do aquecimento global não me deixa terminar. Mas vamos lá. Desde essa inscrição para o UTMB que o bichinho ficou cá dentro. E, a bem da verdade, o primeiro passo nestas coisas não é quando o starter