Ultra Trail Serra da Freita

Uma das vantagens de andar nisto das corridas é também a de conhecer locais que sem um forte pretexto permaneceriam na vasta lista do nosso desconhecimento. Foi o que aconteceu comigo, pois este fim de semana tive o privilégio de visitar uma zona onde nunca tinha estado, a simpática região de Arouca, e o pretexto foi o de participar no Trail da Serra da Freita.


Esta mítica prova do trail nacional completou este ano a sua 6ª edição, sendo composta pelo Ultra Trail da Serra da Freita (UTSF) com 70 km de dificuldade elevada, pela Corrida da Freita com uns acessíveis 17 km, e pela Caminhada com cerca de 8 km. O Run 4 Fun esteve valorosamente representado em todas as disciplinas. No UTSF pelo Luis Matos Ferreira e pelo Paulo Jorge Rodrigues, na Corrida da Freita pela Luisa e João Ralha, José Carlos Melo, Jorge Esteves e por mim, e na Caminhada pelos restantes três membros da desportiva família do Luis Matos Ferreira.


A 6ª edição da prova foi apadrinhada pelo montanhista João Garcia, a qual contou igualmente com a sua participação no Ultra Trail.


O parque de campismo do Merujal serviu de base ao evento, sendo o ponto de partida e chegada de todas as provas que decorreram ao longo de trilhos de rara beleza dos quais destaco a zona da Frecha da Mizarela.


A organização está de parabéns, no essencial tudo decorreu muito bem, o percurso estava razoavelmente assinalado e os abastecimentos pareceram-me adequados. Na chegada foi possivel beber um "isostar de cevada" (excelente), tomar um banho fresquinho (que me soube lindamente), comer uma sopa morninha (que me pareceu saborosa) e uma bifana no pão (que não estava má de todo).


Por tudo o que referi e pela agradabilíssima companhia que tive durante todo o percurso no qual me diverti imenso, não haveria certamente melhor prova para terminar a minha época desportiva 2010/2011. Muito obrigado a todos os companheiros.


Algumas fotos podem ser vistas aqui. Mais algumas fotos ali.

Comentários

João Ralha disse…
Na corrida dos 17 km um percurso acessível, sem grandes dificuldades, até aos 11 km.

Depois do último abastecimento, aos 12 km, a caminhada pela PR 7 na zona da Frecha da Mizarela. Passámos junto à cascata, em locais de grande beleza.

Primeiro a descer e depois a subir, com um grau de dificuldade elevado. Ali, não dava para correr.

Acabámos juntos na meta, com o Zé Carlos, a chegar pouco depois.

Um agradável fim de semana de convívio com os nossos simpáticos companheiros do Run 4 Fun, num local que vale bem uma visita.

Runabraços
João Ralha disse…
Notável reportagem fotográfica do Teodoro.

Ele passava para a frente em grande velocidade, para nos tirar as fotos em pleno esforço. Depois, um pouco mais à frente, lá vinha ele de novo, em grande sprint, para mais uma sessão.

Grande "fartlek" fez o Teodoro.

Runabraços
Jorge Esteves disse…
Foi um fim de semana bem passado! Teve convívio, desporto e um passeio numa zona de grande beleza.
Ficámos num hotel em Arouca a 15 km da partida, que até fez um preço especial para os inscritos.
A corrida (17 km) teve início ás 10h e chegámos bem a tempo do almoço ás 12H42. Fica aqui uma sugestão para o próximo ano!
Runabraços
Carlos Melo disse…
Primeiro agradeço aos 4 amigos e companheiros R4F no fim de semana anterior me perguntaram se eu não ía à Corrida de Freita.

"Quê?? Não vais??", como se fosse uma blasfémia. Pois não estava pra ír, mas agora que vi o que vi, estou muito agradecido por essa pergunta. Eu nem imaginava o que teria perdido.

Adorei esta prova, o percurso e região que desconhecia totalmente e aquelas escarpas a rodearem a queda de água na frecha da Mizarela. Em Portugal existem locais daqueles bem cuidados, bem documentados e usados como deve ser.

E a companhia de uma equipa de companheiros R4F que saboreia os trails.
Uma boa sugestão para 2012.

Sobre a prova está tudo dito e cuidadamente registado nas imagens pelo Teororo, autêntico reporter da Corrida da Freita. Já participei em provas mais extensas com uma marcação mais cuidada.

No fim, vi surpreendentemente a agrdável expressão do Luís Ferreira que tinha acabado de fazer os duríssimos 70 km, e estava com um ar de quem tinha acabado de fazer um simples treino. Dava a sensação que não custava nada.

RunAbraços.
Estes comentários, deixam "água na boca".

Belas fotos do Teodoro.

Parabens a todos...quem sabe se pró ano não estarei também presente (vou fazer a primeira experiencia na do Almonda, domingo...vamos ver como me dou), o trajecto realmente parece ser composto de grande beleza.


Runabraços

Nota I : Zé Carlos, é perfeitamente normal, que a rapaziada no minimo fique estupfacta quando a Tua presença não se faz sentir nestes eventos....se houvesse prémio para corredor com maior entusiasmo e participação, estarias seguramente entre os nomeados :-)

Nota II : o Luis está imparável...o homem não se cansa :-)