terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Pedalar faz bem...e correr?

Com a devida vénia ao nosso colega corredor Bruno Bastos Silva... www.antonuco.blogspot.com E correr?

2 comentários:

Nuno Sentieiro Marques disse...

Penso que existe uma grande diferença entre "desporto de alta competição" e "desporto" propriamente dito.
Passei pelas duas experiencias...e não tem nada que ver uma com a outra (quer a nível fisico, quer a nível psicológico).

Parece-me que a actividade desportiva é "obrigatória" para a conquista de uma vida mais equilibrada.

Mas estou-me a referir a uma actividade desportiva que além de melhorar toda a parte fisica (cardiovascular principalmente) nos ajude o equilibrio a nível emocional e mental.

Sou um "crente fundamentalista" na frase "parar é morrer".

Se olharmos à nossa volta e à medida que a idade "avança", generalizando obviamente, acabam por ter uma "qualidade de vida" superior as pessoas que no Seu dia a dia incluem uma prática desportiva, seja ela qual for, desde que efectuada com gosto e dentro dos limites que o Seu organismo tolera.

Eu não estou à espera de vir a ser um campeão, nem sequer da minha Rua (e da maneira como a Cris está a correr, mais uns dias nem lá de casa serei o mais forte :-) ).
Mas conto ainda superar-me e correr por muitos e longos anos...assim o corpo e a saúde o permitam.

Runabraços

João Ralha disse...

Julgo que o desporto, em geral, produz efeitos benéficos na saúde. Já temos evidências em ciclistas profissionais. Haverá que fazer estudos sobre outros desportos.

Conheço vários corredores com perto de 70 anos que estão de perfeita saúde e que continuam a treinar e a participar em provas.

Conheço uma corredora com mais de 70 anos, a Joaquina Flores, campeã do mundo de veteranos, que me disse que foi o atletismo que lhe melhorou a saúde quando o começou a praticar, já tarde, na sua vida.

Runabraços