domingo, 8 de agosto de 2010

2º Trail nocturno da Lagoa de Óbidos

No final da corrida:

A): "Para mim esta tem uma cruz". "Andei perdido, não havia indicações, fiz para aí 24 km" . B): "Eu fiz 26 km, está aqui no meu GPS". Nota: o percursos seriam 22 km

A): "Isto está muito mal organizado, andávamos para a frente e depois voltávamos para trás". " Não volto cá...". "Era cada parede, havia uma, em que alguns fizeram os últimos 5 metros, de gatas".

C): "Isto é giro, mas é muito durinho"

30 minutos depois - A) "Foi engraçado até cair a noite, mas a partir daí, foi a confusão".
60 minutos depois - A) "Para o ano, isto vai ser diferente. Já virei preparado."

B): Para o ano temos que trazer um grande grupo. Isto é muito giro!

Adaptação mais ou menos livre dos comentários de; A) Hilário Torres, B) Renato Velez, C) Luísa Ralha, que participaram na prova dos 22 km.

O Luís Matos Ferreira, participou nos 42 km e no fim mandou mensagem a dizer: "Acabei agora, sinto-me bem". Às 00:24, ao fim de 4:35 horas de prova. O Luís, que desde Fevereiro, em seis meses, fez a Maratona de Sevilha, o Trail da Geira de 50 km, o ultra trail da Serra da Freita com 70 km e agora esta nocturna com 42 km. ........................... Isto depois de ter feito a 1ª Maratona, em Dezembro passado.

Para além daqueles quatro, ainda participaram o Jorge Duarte Pinheiro e o filho Tomás, na caminhada de 11 km.

Na foto acima, estão os participantes na corrida, mais o jovem filho do Renato Velez. Outras fotos aqui

Estas são verdadeiras corridas de "aventura", difíceis, com alta adrenalina, muito diferentes, daquilo que costumamos fazer em estrada. Acho que vale a pena experimentar.

Runabraços

9 comentários:

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Até nós, eu e o meu filho Tomás, que participámos na caminhada, conseguimos perder-nos e fazer um percurso superior aos 11 km previstos. Em geral, as indicações eram pouco, ou nada (...), visíveis.
Parabéns aos corredores, por várias razões - nomeadamente, porque correram mais do que estava previsto e enfrentaram uma prova de (des)orientação!
Apesar disso, ou talvez por isso, foi muito interessante. O "cenário" (bucólico-medieval) era engraçado; a recepção no final (pelo menos, na caminhada) era simpática (com um chá de Princípe/Lúcia Lima). Foi uma proposta diferente para uma noite de Verão, mais temperada (cerca de 20º C) do que em outras partes do País (em Lisboa, à mesma hora, talvez estivessem perto de 30º C).

Paulo Gonçalves Marcos disse...

Bela experiência a dos meus amigos e colegas do Run 4 Fun!

Fiquei cheio de vontade em ter estado convosco!

João Ralha disse...

Classificações:

22 km
Renato Velez - 7º
Hilário Torres - 11º
Luísa Ralha - 62º (6ª nas Mulheres)

Concluíram 106 atletas

42 km
Luís Matos Ferreira - 36º

Concluíram 146 atletas

Parabéns aos nossos atletas pelos brilhantes resultados.

Luis Matos Ferreira disse...

Gostei muito desta prova. Senti-me bem durante toda ela, com alguns altos e baixos de energia. Felizmente no fim ainda me restava uma reserva de força suficiente para fazer a subida para o castelo a correr.
Correr à noite (e não havia luar) representa uma dificuldade acrescida por não termos pontos de referência como objectivo a perseguir. Eu quando corro normalmente vou no encalço de pequenos objectivos, como uma árvore a algumas centenas de metros ou outro ponto que me ajude a avançar. Aqui não havia nada disso pois a luz do frontal mal dava para alumiar alguns passos à frente. Mas julgo que essa circunstância contribuiu para a magia da prova. Particularmente dignas de nota foram as subidas nas dunas que tiveram que ser feitas praticamente de gatas. Enfim, um evento a repetir!

Luis Matos Ferreira disse...

P.S. Parabéns ao Renato, ao Hilário e à Luísa que obtiveram excelentes classificações!!!

Joao Fialho disse...

Confesso que não me agrada andar perdido por erros da organização.
Mas aqui ficam os parabéns a todos pelas excelentes prestações!

Jorge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge disse...

Já sabíamos(por indicação de atletas) que em 2 cruzamentos as marcações com fitas tinham sida "sabotadas" com mudança das mesmas para o sentido errado. Quando fomos retira-las na 2ªF confirmamos isso mesmo. Quando assim é não há organização que resista. Mas as setas reflectoras, indicadoras de direcção estava lá. Talvez por isso quem fez a maratona e passou mais tarde pelos mesmos locais, nem deu pela troca das fitas. Os 22 kms passaram naquela zona ao anoitecer, período em que qualquer tipo de marcação é pouco visível. De qualquer forma, mesmo sendo complicado controlar este tipo de 'sabotagem' a organização pede desculpa aos atletas.
Jorge Serrazina

Carlos Melo disse...

Parabéns aos participantes. Tenho pena de não ter ido a esta. Sobreposição de eventos :(
Bons treinos, até à próxima