sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Com orgulho… mas soube a pouco!


Não vou fazer uma maratona de palavras, vou ser breve.
A responsabilidade com que enfrentei este desafio era grande. No passado dia 7 de julho recebi como prenda de aniversário (“envenenada”) dos meus filhos a inscrição na 10ª maratona do Porto.
Além de ter de realizar os desejos deles e chegar ao fim… e cheguei, tinha como 2ª intenção fazer tudo a correr… mas tive de andar e como 3ª intenção chegar ao fim perto das 04:20… foram 04:40…!!!
O João logo se disponibilizou para, além de organizar toda a logística, me acompanhar do princípio ao fim. Sempre a apoiar-me, a controlar-me e a incentivar-me.
E às 9:00 do dia 3 de Novembro lá partimos com toda a determinação e intenção de ser bem sucedido. E estava tudo a corre muito bem… ao km 30 com cerca de 03:00 ia adiantado em relação ao que estava à espera. A energia estava a 100% e o fôlego era muito.
Mas… há sempre um mas… ao km 34 apareceu uma dor no joelho que se foi agravando, que me fez quebrar e em que a certa altura pensei desistir… mas arrastei-me até ao fim com o João sempre ao lado (e a certa altura com a companhia do Magalhães) sem me deixar desmoralizar e a incentivar-me com as palavras que a maratona também se faz a andar. Ou seja mais ao menos desde o km 35 foi um andar, correr, andar, correr… até a 1 km da meta em que ao avistar a Susana e demais “run 4 fun’s” que torciam por nós, lá me enchi de coragem e fiz um esforço final. Aqui a Patrícia nos últimos metros foi inexcedível no apoio.
Cortar a meta (com uma lágrima no olho) e levar um abraço do João foi o meu melhor prémio. A ele devo este “feito”!!! Aos outros “Run 4 Fun” (e foram muitos) o meu obrigado pelo convívio e apoio.
Agora tenho de me preparar para cumprir os outros 2 objectivos: acabar sem andar e em menos do que 04:20. Venha a próxima!!!

8 comentários:

Patrícia Calado disse...

Foste um valente!!!

Mesmo em sofrimento, não esmoreceste e fizeste aqueles últimos 500 metros com um sorriso!

Até podes vir a fazer mais maratonas, sempre a correr e em menos tempo!

Mas esta já foi uma vitória, que deves fazer render!

Bjs!

Miguel San-Payo disse...

Muitos parabéns. Agora só falta terminares a 2ªmaratona para te tornares MARATONISTA (como o teu filho João.

Rui Faria disse...

José, grande espirito, grande atitude.

Agora que já cumpriste a parte do "veneno" podes efetivamente saborear o verdadeiro presente que te foi oferecido. Um presente a longo prazo.

O João ofereceu-te uma "oportunidade": de te orgulhares; de sentires isso que sentiste no fim, de te divertires... esse é que foi o presente.

E tu agarraste essa oportunidade e enfrentaste a "fera" e conseguiste e ainda por cima retribuiste o presente.

Gaannda maratonista.

Estás de parabéns.


nemagiev disse...

Esta está feita e foi com felicidade que fomos do inicio ao fim juntos...a 4ª maratona foi a melhor e mais importante....
E como disse desde o inicio conseguiste...agora é treinar para a próxima que pela frescura que ias só podes melhorar

João Ralha disse...

Parabéns José Veiga,

É isso mesmo, o que interessa é acabar a 1ª. E depois haverão outras.....

Grande e original dupla que tu e o teu filho fizeram.

Runabraço

Manuel Romano disse...

É mesmo assim! Vais ver que a segunda será muito diferente para melhor. Grande abraço, és quase um maratonista.

José Bagina disse...

Não sã,precisas muitas palavras para escrever um texto emocionante :-)
Parabéns

José Bagina disse...

Miguel San-payo,
Desculpa lá o desabafo, mas esse teu disco já está para lá de riscado
Abraço