quarta-feira, 20 de março de 2013

Os Run 4 Fun em Badajoz


Maratona de Badajoz

A cidade de Badajoz foi fundada no ano de 875 pelos mouros e tornou-se na capital do reino de al-Batalyaws. Passou para a soberania de Leão em 1230. Foi ocupada pelos portugueses em 1386 e foi quase completamente destruída num cerco em 1705.
Hoje é um importante centro económico e tem cerca de 150.000 habitantes.


O percurso da maratona passa pela ponte de “Las Palmas” que é um dos postais da cidade. Construída no século XVI, atravessa o rio Guadiana, com os seus 32 arcos e 582 m de comprimento.


A ideia de fazer uma maratona perto de Lisboa tinha surgido no início de Fevereiro e rapidamente tomou forma. A viagem desde Lisboa demora apenas 2 horas, o que permitiu sair de Lisboa no sábado 16 de Março a seguir ao almoço e chegar a Badajoz a tempo de levantar os dorsais. Depois de uma “caña” o grupo reuniu-se todo em Elvas onde jantámos no restaurante “O Lagar” que está localizado na muralha da cidade. Foi uma agradável refeição e um bom momento de convívio.


Os Run 4 Fun estiveram na maratona com António Cruz, Miguel San-Payo, José Carlos Melo, César Moreira, Teodoro Trindade e Jorge Esteves. E também estiveram em Badajoz, a Luísa, a Guida, a Elsa e a Patrícia Esteves.


A maratona de Badajoz consiste em duas voltas num circuito que passa pelas duas margens do Guadiana. Passa por uma zona mais nova dos arredores e também passa pela zona histórica, nomeadamente a referida ponte. Não é propriamente plana mas também não será das mais difíceis.
Na partida alinharam cerca de 650 atletas, dos quais quase 200 só fizeram metade da prova, pelo que a certa altura a corrida era feita de uma forma muito solitária e a distância entre corredores era muito grande. Também o facto de os abastecimentos serem apenas de líquidos deveria ser corrigido, visto tratar-se de uma prova longa.


Quando foi dada a partida o António Cruz, o Zé Carlos e o César arrancaram rapidamente e formou-se um grupo constituído por mim, o Teodoro e o Miguel que fizemos em conjunto mais de metade da prova. A partir daí cada um foi com o seu ritmo.


A nossa ideia consistia em fazer a prova a um ritmo de treino, mas como todos sabemos a adrenalina e o entusiasmo fazem com que o ritmo facilmente seja superior ao inicialmente estimado. E claro quando a fasquia das 4h00 parece ali tão perto é difícil recusar o desafio.




No entanto o saldo desta prova é positivo: é a maratona mais perto de quem vive em Lisboa, a deslocação não é cara e o preço de inscrição foi de apenas €15. É uma opção a ter em conta.
Na parte final da prova fomos brindados por chuva intensa de forma que no final não tirámos a foto de grupo.
E claro depois da corrida foi o almoço de recuperação/comemoração/convívio que teve lugar no restaurante “A Bolota” na Terrugem perto de Elvas.


Após um retemperador repasto rumámos a Lisboa onde chegámos no final da tarde. Foi mais um bom fim-de-semana entre amigos.






8 comentários:

João Ralha disse...

Jorge,

Obrigado pelo descritivo e conciso relato.

Parece tão fácil fazer uma maratona!!???

De fato, para quem se está a preparar para os 101 km de La Legion, uma maratona já deve saber a pouco e ainda por cima, abaixo das 4 horas. É preciso ter calma, porque nos 101 têm que ir com "calminha". Eu lá estarei, só para ver :).

Parabéns aos bravos corredores

Runabraços

Teodoro Trindade disse...

Jorge, muito obrigado pelo relato e pelas fotos, fizeram-me recordar com saudade este esplêndido fim de semana.

Em todos os aspectos a prova superou as minhas melhores expectativas. Embora o percurso não seja particularmente bonito, não é monótono, possuindo inúmeros postos de abastecimento/esponjas. Infelizmente o dia não esteve propício ao apoio popular mas nunca me senti desacompanhado.
Aconselho a que para o próximo ano a experimentem. Ela já está na minha agenda de 2014.

Neste ano terminaram a maratona somente 403 atletas dos 665 inscritos. O vencedor foi um português, Bruno Fraga (02:26:48) e o segundo classificado também, Bruno Paixão (02:26:48). Parabéns a ambos (eu não me enganei nos tempos).

RunAbraços
TT

Nuno Sentieiro Marques disse...

Obrigado pela partilha Jorge.

Belo relato que espelha bem o ambiente vivido e a aventura efectuada.

Para o ano poderei avançar (este ano já tinha pensado nisso).

Parabéns a todos.

Runabraços

António Almeida disse...

Companheiros
voltem para o ano e aproveitem o almoço de sábado, o atleta não paga, acompanhantes pagam 8€, é servido num salão de banquetes de casamento que fica bem perto do pavilhão onde se levantou os dorsais.
Parabéns a todos.

José Carlos Melo disse...

Excelente relato de um fim de semana junto da fronteira, muito bem passado, na companhia das repórteres que acompanharam a equipa, e dos atletas R4F que se empenharam em fazer mais uma.

Fiquei com vontade de voltar numa próxima oportunidade. Mas na próxima vez, conto ir lá ao almoço da véspera.

RunAbraços.

46 disse...

Parabéns Jorge,

excelente relato.

Foi de facto um fim de semana muito bem passado.

Fiquei favoravelmente surpreendido com Badajoz.

Vale a pena lá ir.

AC

Manuel Romano disse...

Um bom relato do que foi sem dúvida um belissimo fim de semana com anigos para mais um grande desafio, parabéns.

Manuel Romano disse...

Um bom relato do que foi sem dúvida um belissimo fim de semana com anigos para mais um grande desafio, parabéns.