domingo, 27 de outubro de 2013

A minha Alegria



Entendo que este interessante espaço, o “Blog Run 4 Fun”, é o ideal para partilhar a alegria que me absorve. Não, ainda não fiz a maratona (confesso que tal desiderato o defino como missão “quase” impossível), também não fiz qualquer prova de dificuldade maior, nem superei qualquer “best time”. A minha medíocre performance no mundo das corridas não me permite aspirar a contar muitas histórias neste contexto. As histórias são feitas de vitórias. Confirmo que 90% dos espanhóis não sabe o que foi a “Batalha de Aljubarrota”! Não faz parte da história de Espanha! 

Contudo, este dado factual de possuir um elevado “handicap” no atletismo não é de modo algum impeditivo de ter alegrias neste campo. Porque gosto de correr e faço-o ininterruptamente há cerca de 20 anos. Porque gosto do ambiente das corridas nas suas componentes desportiva e social e participo em provas com regularidade. Recordo que a minha primeira participação em provas foi em 1996 – Corrida dos CTT/TLP- Ainda sou do tempo que a Nazaré era o “ex-libris” das meia maratona, a Corrida dos Sinos- Mafra e das Fogueiras – Peniche eram as mais procuradas, mas ficavam longe de esgotar!..

Ao longo deste tempo para além de tentar transmitir como qualquer pai/tio às minhas filhas e aos meus sobrinhos um conjunto de valores e princípios, estou muito feliz pelo facto de não lhes ter sido alheio este meu gosto, às vezes exagerado, pelas corridas. Esta situação é sem dúvida a maior alegria que este desporto me proporcionou, pois permite, cumulativamente, uma prática que adoro e que posso desenvolver em família.    

Bem, mas tudo isto para referir que actualmente são elementos do nosso Run 4 Fun, 6 membros da família “Raposo” – Eu, Belina (esposa) Marta (filha), Rita (filha), Bernardo (sobrinho) e Guilherme (sobrinho). Que melhor Grupo/Equipa nos podia acolher? É sem dúvida um orgulho de todos os “Raposo” poderem pertencer ao Run 4 Fun!

Já fizemos alguns treinos de conjunto os 6. Mas ainda não foi possível juntar todos numa prova. Abaixo encontra-se a evidência que tal facto está para breve, uma vez que hoje só faltou a Rita, à "TSF Runners".

Família Raposo na "TSF Runners"
  

Nota: Só a Belina não veste a camisola do R4F pelo facto das mesmas se encontrarem esgotadas.


Rui Raposo



Nota: texto escrito pelo Rui Raposo, que me pediu para o publicar. O fotógrafo também ficou na foto :)

2 comentários:

46 disse...

Caro Rui Raposo,

esse é o espírito.

As vitórias são pessoais e significam coisas diferentes para cada um de nós. Se não fosse assim, apenas um podia se dizer vitorioso e poucos investiam nesta loucura saudável.

O importante é o que cada um de nós "tira" da corrida e do Run4Fun.

Parabéns.

AC

Rui Faria disse...

Rui Raposo,
se mostras o teu alto handicap na corrida, mostras ao mesmo tempo um baixo handicap "como bom companheiro", e pessoa alegre e bem disposta, e arrisco a dizer um bom grande pai e tio.

Isso basta para eu te enviar um abraço... e continua a tentar a maratona.