domingo, 8 de setembro de 2013

Regresso.........às corridas, a meia de S. João das Lampas

Após as férias, cá estamos de volta, em força, às corridas. Alguns em dose dupla e mesmo tripla, este fim de semana, como o José Carlos Melo, o Jorge Duarte Pinheiro, o João Veiga.

Foi a minha primeira participação na, dizem, 2º meia maratona mais antiga de Portugal, a meia de S. João das Lampas, mais conhecida pela meia das "Rampas". Costumamos ter férias na 1ª quinzena de Setembro, mas este ano tivemos que alterar e  inscrevi-me de imediato. A Luísa tem treinado pouco, porque tem trabalhado muito e não quis participar.

Antes da prova , falando com alguns companheiros já experientes nesta prova, fiquei algo apreensivo pois me diziam que as "rampas" eram grandes e algumas muito inclinadas. A apreensão desapareceu quando o Miguel San-Payo, que já fez S. João das Lampas, me esclareceu que rampas inclinadas e grandes são as que apanhamos em alguns trilhos, as de S. João das "Rampas" não são comparáveis.

E lá fui, tranquilo, ao encontro deste novo desafio. Foi uma grande participação Run 4 Fun, desta vez até tivemos mais atletas participantes do que os nossos amigos da Açoreana/Banif. Foi um prazer rever tantos companheiros e amigos após algum tempo. O Gonçalo Melo dizia que era muito bom voltarmos a nos encontrar, com um grupo tão grande. Oportunidade para rever alguns companheiros que já não via há algum tempo, como o Luís Correia que fez a sua 1ª prova quase um ano após a maratona do Porto. Não contente, já hoje fez a corrida do Jumbo. E o João Fialho em grande forma, com os treinos em Sintra. E o Paulo Raposo, muito mais elegante, fruto da dieta "paleo" E o Gonçalo Lopes, o nosso "barefoot" runner", que foi o nosso mais rápido. A Ana Grosnik, com muitas saudades das corridas também participou nesta prova de estrada, uma exceção na sua preferência pelos trilhos.

Agradecimentos à Joana Peralta e ao Nuno Tempera por terem levantado e gerido a entrega dos dorsais. E também à Inês Gil Forte, que "muito grávida", nos apoiou em diferentes pontos da prova.

Foto Margarida Marques

Tiradas as fotos do costume na qual estão alguns amigos como o Nuno Marques e a Cristina Caldeira agora de outra equipa e o Rui Ralha, individual, bem como um novo companheiro Run 4 Fun, "apadrinhado" pelo Fernando Rosete e pelo João Góis Gomes, o Pedro Vicente, o rapaz com a camisola azul na foto acima, lá nos preparamos para o início da corrida.

Fiquei com o Jorge Esteves e fomos conversando nos primeiros quilómetros, de "sobe e desce" com magníficas paisagens  e com um público entusiasta que, com um pequeno incentivo nosso, se "desfazia" em palmas e incentivos. A ideia das mangueiras com os chuveiros acoplados é muito boa pois refrescava-nos, apesar de o calor não ser muito intenso. Passados alguns quilómetros comecei a "ceder" mas o Jorge decidiu que me havia de "rebocar" e assim seguimos, com ele a esperar por mim nas subidas, nota-se que está em grande forma. Fizemos durante vários quilómetros uma "competição" com duas simpáticas corredoras dos Portugal Running que passávamos nas subidas  mas que nos passavam nas descidas. Numa das subidas lá nos diziam elas: "agora podem passar"!!!....ehheheh. Também aproveitámos para incentivar uma  rapariga chamada Catarina que passava por algumas dificuldades nas subidas.

Aos 13 km na passagem perto da meta, ouvimos a chegada dos primeiros classificados e dizia-me o Jorge para me incentivar, "agora" já não há mais subidas........mas havia.....não eram era tão grandes como as anteriores. E assim continuamos, passando por locais que me são familiares como a subida do Sacário, pois durante alguns anos passámos férias no Magoito e costumávamos andar de carro e de  btt por aquelas estradas.

Nos últimos km fui ficando um pouco para trás mas com o Jorge sempre à vista, pois ele de vez em quando diminuía o ritmo para eu me aproximar. O José Veiga em preparação para a sua 1ª maratona passou-me nos últimos km. Comecei entretanto a ver, a pouca distância, a grande atleta Analice Silva e lá fui fazendo um esforço para me aproximar dela, tendo conseguido "apanhá-la" já dentro de S. João das Lampas onde também passei  pelos nossos amigos Nuno Marques e Cristina Caldeira, como de costume, fazendo a  sua corrida, juntos.

Acabei a prova num vigoroso "sprint", abaixo das 2 horas com 5:33/km de média. Muito bom, para a minha atual forma. Os meus agradecimentos ao amigo Jorge Esteves sem o qual o meu tempo seria bem mais demorado.

Após a meta dei os parabéns ao Fernando Andrade pela excelente organização, que ainda nos preparou uma surpresa: uns bolos secos deliciosos, batatas fritas, gelado semi-.frio e o melhor de tudo, saborosas fatias de melancia que souberam muito bem. E depois as "histórias" dos atletas: PBT´s, muitos, com destaque para o Paulo Curto de Sousa, em grande forma e com uns quantos quilos a menos, em preparação para a sua 1ª maratona que pelos vistos até conseguiu chegar antes do seu grande amigo, o Francisco Sanches Osório, que também anda em preparação para a próxima maratona. O Paulo Marcos está a recuperar bem e já consegue estar à vontade na meia maratona.

Ficámos num muito bom 12º lugar da geral entre 60 equipas, os nossos primeiros classificados foram o Gonçalo Lopes, o António Arede (a preparar-se para "se bater" com as 3 horas na sua 1ª maratona) e o Paulo Martins. O Paulo Martins ainda voltou para trás para "rebocar" a sua Maria Martins, a qual terminou a sua 3ª meia maratona, em cerca de 1 ano de corridas. Será uma das nossas futuras maratonistas, é uma mulher cheia de garra.


Mais umas fotos de grupo e o regresso a Lisboa após mais uma tarde muito bem passada, em excelente companhia.
Após a prova - foto Maria Antunes


Apenas uma sugestão para a organização. Seria bom haver, por volta dos 15/16 km, um abastecimento com sólidos, banana ou barras, ou outro...

Runabraços






12 comentários:

José Carlos Melo disse...

Grande relato João.
Uma prova que apesar das limitações é muito bem organizada. É sempre um prazer voltar a S. J. Lampas.
RunAbraços.

Alfredo Falcão disse...

Este ano tive um casamento e por isso não fui, mas das provas clássicas na região de Lisboa ainda me falta esta, terá que ser no proximo ano. Fantástico relato João, obrigado.

João Góis Gomes disse...

É um prazer, correr, e sentir o conforto das camisolas laranjas por perto, a amizade e o espírito de partilha reinantes na tribo.
Parabéns à organização de São João das Lampas, e aos mentores do R4F.

Jorge Esteves disse...

João,

A corrida deve ser uma festa e esta Meia maratona de S. João das Lampas foi realmente uma festa! O ambiente que se viveu foi extraordinário e o apoio popular foi muito bom.

A alegria e o convívio estiveram mais uma vez presentes e no nosso caso deu para "pôr a conversa em dia". Tenho que retomar os treinos de sábado de manhã, seguidos do café e da ida ao "Pomar da D.Rosa"!

Um grande abraço.

Luísa Ralha disse...

Que grande ideia Jorge!!! E trás o Teodoro e a Elsa também .
Este sábado andei a treinar, por acaso, com a Patricia e o César na Expo. Mandaram um beijinho para todos.
Se houverem mais voluntários serão sempre bem recebidos.
Eu ainda sou capaz de faltar a algum treino porque continuo com mais trabalho este mês .
Beijinhos para todos os R4F e também para os outros amigos da corrida.

Paulo Curto de Sousa disse...

Caro João! Excelente descrição do que foi de facto uma prova verdadeiramente popular... deu 10 a 0 a muitas provas supostamente organizadas de forma profissional. Foi uma excelente tarde, em que a armada laranja mostrou a sua vitalidade e dimensão. Obrigado pelas tuas simpáticas palavras e quero deixar aqui o meu agradecimento a todos pela excelente companhia e, um abraço especial ao Francisco Sanches Osório que me fez companhia em toda a prova. Já agora... o que é a ida ao "Pomar da D. Rosa"? Grande abraço!

Paulo Marcos disse...

Belo relato! Foi de facto uma festa a todos os níveis. E para mim uma estreia saborosa! Soube me bem ter a companhia do Luís Correia e do Rogério Matos com o Paulo Sousa e o Francisco Osório sempre por perto.

Paulo Marcos disse...

Belo relato! Foi de facto uma festa a todos os níveis. E para mim uma estreia saborosa! Soube me bem ter a companhia do Luís Correia e do Rogério Matos com o Paulo Sousa e o Francisco Osório sempre por perto.

João Ralha disse...

Paulo,

No próximo treino na Expo eu explicar-te-ei o que é o "Pomar da Rosa".

Runabraço

O carteira vazia disse...

grande reportagem :)

http://ocarteiravazia.blogspot.pt/

Joao Fialho disse...

Belo relato João.

Foi a minha estreia nesta prova do concelho e admirei o nível da organização. Os meus parabéns ao Fernando Andrade e à sua equipa.

Confesso que desconhecia São João das Lampas, mas gostei muito da prova e do exigente percurso.

Deixo uma sugestão apenas: que tal "a melancia" aparecer no Km 15?

Gostei do sentir de novo o espirito da equipa e de de rever muitos de vocês, pois há muito já não convivamos.
Isto de andar a correr em equipa, é viciante e já deixa muitas saudades!

Partilho a convição do Jorge Esteves de que a corrida deve ser uma festa, e se alguém tem dúvidas que venha no próximo ano a São João das Lampas viver o ambiente de festa entre todos, participantes e populares a assistir.

Nuno Sentieiro Marques disse...

Mais um habitual, belissimo relato.

A MMSJL é realmente um evento fantástico.

Obrigado pela partilha João.

parabéns a todos pela presença e pelo espirito.

Em 2014 lá estaremos novamente.