segunda-feira, 18 de março de 2013

Trilhos da Arruda dos Vinhos

Arruda dos Vinhos, vista do Forte da Carvalha, foto Irene Boavida
Uma prova surpreendente.

Por caminhos, estradões, trilhos, subida a fortes, atravessamento de um rio com um caudal razoável, paisagens fantásticas, nomeadamente a que se vê do alto do Forte da Carvalha.

E sempre na companhia, muito simpática, do José Maria Conchinha, um companheiro do Clube do Stress que já tinha visto em muitas provas,  mas que ainda não tinha tido oportunidade de conhecer. Curiosamente, trabalhou numa fábrica antes chamada Sotancro, que era na mesma rua da fábrica onde tive o meu 2º emprego, na Venda Nova, na Amadora, na Rua Latino Coelho. Fomos contemporâneos, na mesma rua, no início dos anos 1980.

Forte da Carvalha, foto Irene Boavida
A Luísa estava cheia de força pelo que a deixei ir e fui aproveitando as muito interessantes histórias que o José Conchinha tinha para contar. Aqui estamos nós, no forte da Carvalha, numa foto tirada pela simpática Irene Boavida que fez a prova na companhia do marido, o Luís.






No final, tínhamos um enorme tanque no Chafariz Pombalino, datado de 1789, para lavar as pernas, os pés e os sapatos, bem no centro da simpática vila Arruda dos Vinhos em cujo concelho há paisagens fabulosas e que fica tão perto de Lisboa, mesmo ao lado de Vila Franca de Xira.


Chafariz Pombalino, 1789, no centro da Arruda dos Vinhos

O Raúl Matos e a Fernandinha também participaram nesta muito bonita e bem organizada prova, pelo Pedro Ferreira, um nosso companheiro Run 4 Fun, a  quem dou os parabéns pela qualidade da prova.  E tivemos ainda, cada um, direito a uma camisola técnica e a uma garrafa de vinho branco.

A repetir......

Runabraços

3 comentários:

Nuno Sentieiro Marques disse...

Obrigado João...como sempre um relato fantástico.

Realmente esta coisa dos trilhos é outro desporto :-).

Parabéns aos participantes e cuidado com o vinho...é para beber com moderação ;-).

Runabraços

Luis Correia disse...

E no fim foram ao fuso comer o bacalhau assado.... (adivinhei???)

Jorge Esteves disse...

O relato convenceu-me! Para o ano vou tentar ir a esta prova.

Runabraços