domingo, 17 de março de 2013

12 Km Salvaterra de Magos

Após alguns meses afastado das provas de estrada, decidi fazer os 12Km de Salvaterra de Magos, prova que me foi dada a conhecer pelo meu Amigo Paulo Canário, grande Triatleta com quem tenho treinado muito e que mais uma vez me acompanhou nesta viagem ao Ribatejo.

O intuito desta prova era essencialmente aferir o estado da preparação da corrida para o Ironman de Nice que se realizará a 23/06 em França.

Fizémos a viagem debaixo de uma chuva forte e constante, mas ao chegarmos a Salvaterra de Magos a chuva parou e o Sol começou a espreitar timidamente e assim se manteve durante toda a prova.


Chegámos cedo e fomos levantar os dorsais no pavilhão desportivo onde tudo estava impecavelmente organizado. Cumpridas as formalidade, fomos ao "obrigatório" café, entrámos num establecimento onde o tempo parecia ter parado...o balcão, as cadeiras, a decoração, o cartaz dos Parodiantes de Lisboa, tudo era nostálgico...estávamos na Cabana dos Parodiantes, que pertence a familiares dos saudosos Parodiantes de Lisboa, fomos mesmo atendidos pela Sobrinha de um deles que sugeriu que provássemos uma doçaria local: os Barretes, não vos digo nada...

Tinha também como objectivo encontrar e conhecer o nosso companheiro Run 4 Fun Vitor Aguilar e calculei que não fosse difícil, pois eramos os únicos dois representantes R4F. Embora haja cada vez mais t-shirts laranjas nas provas, as nossas são diferentes e foi assim que tive o prazer de encontrar e conhecer o Vitor enquanto faziamos o aquecimento, infelizmente não tirámos nenhuma foto.

A prova foi muito bem organizada, partiu a horas, o percurso estava perfeitamente indicado, o piso era maioritariamente alcantrão em muito bom estado (excepto 500m de empredado). A prova partiu no Largo do Lopes junto aos Bombeiros Voluntários, por onde passámos uma segunda vez após uma volta de 1Km na cidade e seguiu para uma zona de lezírias naturalmente plana. "Menos bom" foi o facto do percurso ser ida e volta exactamente pelo mesmo caminho, gosto sempre mais quando passamos por zonas diferentes, mas desta vez não houve monotonia, pois a paisagem era muito diversificada e as vistas muito amplas.

Do ponto de vista desportivo, a avaliar pela nossa boa disposição no final, julgo que foi uma boa prova para qualquer um dos três.

Uma última palavra para a simpatia e disponibilidade generalizadas dos Ribatejanos, mais especificamente para os "netos de D. Miguel", apelido pelo qual são conhecidos os habitantes de Salvaterra de Magos, dada a sua tendência absolutista no século XIX aquando das guerras entre absolutistas e liberais.

Uma prova a repetir sem dúvida! e se tivermos uma comitiva maior as enguias não escapam!

Runbraços

4 comentários:

João Ralha disse...

Bruno,

Excelente relato de uma prova muito simpática que fiz há já alguns anos. O Vítor Aguilar é um bom atleta que ando a tentar "mentalizar" para fazer a 1ª maratona.

Vai dando notícias da tua preparação para o Ironman. Eu já perdi o medo, depois daquela história que contaste do veterano que faz a maratona a andar.

O problema é treinar a natação e o ciclismo.

Runabraços

Miguel San-Payo disse...

Bons treinos para a prova raínha.

46 disse...

Grande Bruno.

Muito bom relato e boa prestação.

Quando quiseres fazer algum treino com companhia, avisa-me que combinamos.

Ac

Nuno Sentieiro Marques disse...

Obrigado pela partilha Bruno.

Belo relato.
Aos anos que não houvia referencias aos "parodiantes de Lisboa" :-).

Com as enguias fiquei convencido...para 2014 temos que preparar devidamente a deslocação a Salvaterra.

Continuação de bons treinos para o grande desafio que te espera.

Runabraços