segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O Grande Prémio Fim da Europa voltou




Em finais de 2011 recebemos a triste notícia do cancelamento da prova “Grande Prémio Fim da Europa 2012”.

Uma prova que para muitos é considerada a mais bela que por cá se faz.
O trajecto, com partida em Sintra e final no Cabo da Roca, atravessando a fantástica Serra a isso ajuda.

Em meados de 2012 ouvimos os primeiros rumores da possibilidade de em 2013, a prova voltar à nossa companhia.
A fantástica noticia confirmou-se e se alguém tinha dúvidas do carinho que existe à volta deste evento, seguramente que as dissipou ao constatar a velocidade louca a que as inscrições esgotaram.

O entusiasmo foi crescendo à medida que o que o dia 27 de Janeiro de 2013 se ia aproximando.
Foram imensos os treinos organizados que vimos acontecer na Serra durante o mês de Janeiro.
Os pedidos de “dorsais extras”, ou perguntas sobre possíveis desistências eram permanentes.

Não existiam qualquer tipo de dúvidas, mesmo antes de se realizar, a festa do regresso do “Grande Prémio Fim da Europa”, já era um sucesso.

Faltava apenas chegar o dia e correr…correr serra acima na companhia de mais de 1000 “locos”, partilhando o que iria ser seguramente uma manhã fantástica.

Na sexta-feira, ainda “apanhámos” um pequeno susto…o nível de segurança na Serra após as últimas tormentas e o tempo “azedo” que poderia estar de volta, estavam a colocar em causa a realização da “festa”.
Algo perfeitamente entendível, para quem visitou a Serra nestes últimos dias.
Era visível que com um pouco mais de vento, a qualquer momento poderia cair uma árvore e provocar um grave acidente.

Mas foi apenas um ameaço…o tempo “agressivo” apesar de “normal para a época”, e o estado da Serra, sob o atento olhar da protecção civil e da CMS, estavam controlados e felizmente o pior não se confirmou.


E lá chegámos ao tão esperado dia 27.
Marcámos a “nossa amiga” Fonte Mourisca como ponto de encontro, para a distribuição dos dorsais e pequeno convívio antes da prova.
Cheguei às 9:00 e já tinha companheiros em espera.

Comecei a distribuir os dorsais, a rapaziada foi chegando, foram-se trocando os cumprimentos da praxe e o tema principal de conversa, como não podia deixar de ser, era a “aventura dos Abutres” do dia anterior.

Esta fantástica “Armada Laranja”, tem características muito especiais.
Não sei se todos se deram conta, mas dos mais de 50…sim mais de 50 participantes R4F, eu diria que pelo menos metade ou estiveram nos Abutres no dia anterior, ou fizeram o trajecto da prova em duplicado…ai pois é, tá tudo maluco :-).
Mas é uma loucura saudável.
  
Mas na minha opinião, mais importante que as qualidades atléticas da equipa, considero que os R4F são um grupo constituído de pessoas, todas elas diferentes umas das outras, mas todas elas iguais, na simpatia, saber estar, capacidade de partilha, animação…enfim, não me canso de adjectivar a qualidade humana desta “nossa gente” e este evento foi mais uma prova disso mesmo.

  
Não sei se se aperceberam, mas quando os 4 de nós que fazem parte do “Grupo dos Conjurados”  (9+1) , subimos ao palco para sermos simpaticamente agraciados pela CMS, em função da organização do que foi a aventura relativamente ao “Treino Fim da Europa 2012”, do lado onde estava situada a “mancha laranja” o apoio foi brutal.
Muito obrigado malta  :-) .


Feito isto, lá nos dirigimos para a partida, como sempre situada na Volta do Duche para, às 10h, subirmos a Serra e depois descê-la, rumo ao Cabo da Roca.
O trajecto, é como todos sabem muito interessante, e a prova correu lindamente com o São Pedro, a dar a habitual ajuda.
Apenas não gostei de ver o estado em que se encontra a Serra...onde vía-mos arvores centenárias e arvoredo denso, hoje vemos grandes espaços vazios com a vegetação postada por terra...a natureza é forte e quero acreditar que em breve voltaremos a ter a nossa serra em grande forma.

Cada um de nós teve seguramente a Sua experiencia e não quero estar a alongar-me em nomes e tempos por forma a evitar esquecimentos ou lapsos com trocas de dorsais.
Mas do que vi os António’s (Aredes e Cruz) chegaram muito bem, e nas senhoras a Joana está imparável, mesmo depois dos 12Kms de “passeio” pelos Abutres.
Muitos parabéns a TODOS.


Se tiverem disponibilidade, deixem por escrito o Vosso testemunho, principalmente os estreantes…sei que para muitos foi a primeira vez que se “bateram” oficialmente a este trajecto.

Não quer acabar sem referir que uma vez mais, gostei muito de ver durante a prova e no final da mesma, enquanto esperava, o espírito solidário e de partilha que vi, entre atletas não só “laranjas” mas também de outras cores…o “pelotão” é realmente muito bem frequentado.

No final, tivemos direito a um crachá, os que quiseram passaram pela tenda da Gold Nutrition, onde o grande Victor Gamito lá estava  para tentar dar a todos um copo da mágica bebida.
Ainda houve espaço para o chá quentinho e uma bananinha.

Roupas e autocarros à espera e eram horas de voltar para casa.
Estava muito fresquinho e a espera da chegada de todos para a sempre “simpática” foto de grupo, foi de todo impossível…fica para a próxima.


Para finalizar, quero apenas felicitar a Câmara Municipal de Sintra e todos os seus colaboradores envolvidos na Organização pela fantástica manhã que nos proporcionaram.
Permitam-me os demais, que eu deixe um especial abraço ao Pedro Alves…esteve incansável por forma garantir a realização não só do evento mas a segurança do mesmo, e apesar de todo o difícil, atarefado e preocupante momento, esteve como sempre, disponível e muito simpático…bem hajas Pedro.

Se existia qualquer pequena dúvida que fosse, neste dia 27 de Janeiro de 2013, ficou mais que provado que o Grande Prémio Fim da Europa, por tudo e mais alguma coisa, é uma prova que faz parte de nós e que todos desejamos que tenha voltado para ficar em definitivo.

Runabraços,
Nuno

8 comentários:

Jorge Branco disse...

Parabéns a todos!
Este ano o "esqueleto" pregou-me um partida e impediu-me de alinhar numa das poucas provas onde ainda faço questão, e tenho gosto, em estar presente.
Fica para o ano.
Um abraço para a "Armada Laranja"

Paulo Martins disse...

Como sempre Nuno, escelente relato, foi a minha 1ªvêz adorei, ainda para mais poder correr neste fantástico gruppo, parabéns a todos, para o Ano há mais.

António Arede disse...

Excelente prova, fantástica companhia, a melhor prova que fiz até agora!!!!! Parabéns a todos e para o ano de certeza de que iremos ser muito mais a fazer o 'ida e volta', incluindo eu :)

Luísa Ralha disse...

Oh Nuno, tu não dormes? Post às 3h da manhã!
Como sempre grande descrição de todos os pormenores da prova e do "rico"pelotão que somos (laranjinhas e todos os outros. Em toda a extensão do percurso e no final à sempre um cumprimento, uma palavra de encorajamento, uma autêntica sensação de bem estar físico e espiritual, mesmo levantando-nos de manhazinha cedo com chuva e tudo.
Somos "locos" mas somos sãos.
Beijinhos a todos.

João Ralha disse...

Nuno,

Belo relato de uma das mais bonitas provas de Portugal (das que conheço.

Onde foram, justamente, homenageados os membros do grupo que organizou o treino do ano passado.

Runabraços

Manuel Romano disse...

Relato FUNtástico, parabéns Nuno.
Um abraço

Manuel Romano disse...

Relato FUNtástico, parabéns Nuno.
Um abraço

Ndda disse...

Mais um Fantástico Post Nuno.

Parabéns para Ti e Todos os que o ano passado não deixaram esmorecer esta prova na mais bela paisagem para correr, Sintra.

Grande grupo R4F que foi mobilizado para Sintra...

Eu nunca vi 1000 atletas em Sintra.

Infelizmente não tive capacidade, nem creditos para ir convosco...;-)

Espero poder correr muitas vezes em Sintra, de dia e noite, na estrada e fora dela...

RunAbraços,
NDA