domingo, 1 de abril de 2012

Maratona de Barcelona 2012




Desta vez foi a aventura aconteceu em Barcelona, a cidade dos arquitetos inquietos onde cada edifício merece um olhar atento…

Aproveitei para fazer uma viagem em Família que tem sempre outro sabor, principalmente na meta. Deixo aqui algumas fotografias.

Quando em Dezembro de 2011 decidi por esta prova, foi pela possibilidade de fazer turismo com a família e poder passear a minha camisola laranja pelos 42K na cidade fantástica.

É de facto outra perspetiva viajar na condição de Maratonista.

Foi num espirito muito R4F, que nos encontrámos para o Breakfast Run no Sábado e que deixo algumas fotos de um memorável treino na companhia do estreante Francisco Sanches Osório e do imparável José Carlos Melo.
Treino com direito a volta no estádio Olímpico de Barcelona e a réplica da corrida Olímpica de 1984 nos últimos 5Kms desses Jogos. Espetaculares fotografias cedidas pelo JCM.

No dia da prova, a emoção foi muita ao partir entre os cerca de 19.000 Maratonistas numa praça cheia de adrenalina ao ritmo do hino de Barcelona…

O Francisco arrancou para a sua estreia determinado a terminar abaixo das 4h e com muito afinco conseguiu 3h52m, numa estreia em que brilhantemente terminou à frente de mais de metade dos corredores.
Com o apoio do Francisco filho, fotógrafo ao Km13 e corredor a partir do km 35 até aos últimos metros, foi uma estreia em grande.

Já o ultra rápido Carlos terminou a prova com uns fabulosos 3h14m a 4’37’’, apenas mais 2 seg. do seu PBT mas numa prova certamente mais dura que em Sevilha, provando que este atleta não para de nos surpreender. Sempre muito à frente.

Foi a minha 4ª Maratona desde que me iniciei em Madrid há 343 dias, em 17 de Abril de 2011.
Madrid foi completada com muitos erros e inexperiência e com o registo de 4h06m a 5’51’’Km, desde daí tenho tentado aprender com erros meus e de outros…
Principalmente através do registo e comparação dos dados recolhidos bem como a
partilha dos mais experientes.
Esta prova levou-me 3h24m35s a 4’48’’Km e com 157bpm, traduzidos em menos 42 minutos, comparativamente de um ano para cá. Os 4 minutos passam a ser a minha zona de tolerância.

Consegui melhorar e superar-me em 10m16s em relação ao anterior PBT Amesterdão 3h34m e acredito que só é possível com planeamento… desta vez o target eram os 300 minutos tendo ficado novamente a 4 minutos.

Arranquei em 4692º da geral tendo vindo a recuperar até à posição final de 3163º em 16205
atletas que a completaram, que em termos relativos traduz 19% da classificação geral.

O atraso na partida e alguma dificuldade atrás de muitos corredores mais lentos nos kms iniciais, acabou por ditar o desvio dos 4 min do final da prova.
Planeava passar a MM entre 1h36m e passei com 1h40m.
Depois aos 32Km veio o calor e até aos 40k foi sempre a cair… no final voltei a acelerar.
Algumas fotos
E recebi este apoio:
Como resumo da minha curta experiência:
Aprendi que na generalidade tenho sempre uma ligeira quebra no ritmo entre os km34 e 40 e depois tendencialmente recupero. Exceto em Madrid que estourei e acabei a andar e correr…
Relativamente à intensidade cardíaca, apesar de correr mais depressa tem melhorado sendo que Barcelona foi percorrida a 157bpm cerca de 82%, o que me dá uma esperança de melhoria na próxima.

Voltando ainda aos ritmos, á analise destes dois quadros permite concluir que estou a arrancar muito devagar e que é nos primeiros 2/3 de prova que está o potencial da proxima evolução.

Julgo que quanto ao método de treino, a intensidade é o fator mais importante, seguido da experiência acumulada e por último o da carga.

Esta prova foi a que menos treinei (considerando um período de 12 semanas antecedentes) mas num ritmo mais intenso e focado em zonas de ritmo de acordo com o de prova.
Demonstra claramente que interessa não a quantidade mas a intensidade de treino que mais condiciona o resultado final.
Correr maratonas e os R4F alteraram a minha vida, bem como a forma como faço turismo, esta foi a 3º internacional.
Venham mais, porque o treino já começou para a próxima.

Agradecimentos à minha fabulosa família pelo apoio incondicional, ao Francisco e toda família Sanches Osório pela simpatia e ao grande Carlos Melo pelo companheirismo.

Já vai longa a escrita e deixo apenas um pequeno filme que resume este fantástico fim-de- semana.

RunAbraços,
NDA

16 comentários:

46 disse...

Parabéns NDA.

Excelente análise e otimo resultado.

Sei que vais fazer ainda bastante melhor.

As conclusões que tiras no final parecem-me adequadas.

O volume (duração x frequência) é importante e embora tenhas treinado menos tinhas os Kms acumulados que não tiveste nas outras maratonas.

De facto, o treino a intensidade próxima da prevista para a prova é o fator mais importante quando pretendemos melhorar os nossos tempos.

Um abraço,

AC

Luis Matos Ferreira disse...

Muito bom Nuno!

Um excelente resultado e uma grande evolução.

Prevejo que vás evoluir ainda muito mais nos próximos tempos.

O teu relato é, como sempre, muito completo e com análises muito interessantes.

Continua assim, cheio de força!

Runabraços
Luís

João Ralha disse...

Parabéns Nuno,

Por mais um PBT e pela excecional análise que fazes dos determinantes dos teus resultados o que te assegura que vais poder melhorá-los, ainda mais.

Quatro maratonas em menos de 1 ano é fantástico.

Envolver a família a aproveitar para fazer turismo desportivo é muito inteligente da tua parte.

Continua o teu bom caminho pois vais conseguir melhor.

Runabraços

Orlando Ferreira disse...

Excelente Nuno. Muitos parabéns.
Que grande evolução e ainda com capacidade para mais.
Continua...

Francisco Sanches Osório disse...

Grande Nuno,

O teu planeamento, metodologia e análise são extraordinários.

Depois de ver tudo, os teus resultados são uma consequência natural dessa disciplina. Não tenho qualquer dúvida que vias muito mais longe...grande abraço e obrigado pelos teus conselhos!

Carlos Martins disse...

Gostei de ler o teu relato Nuno, ainda tens muito potencial para evoluir.
Runabraços,
Carlos Martins

José Magalhães disse...

Começo também a acreditar que aumentando a intensidade e diminuindo a quantidade de kms se consegue ir mais longe.
Grande relato Nuno (muito interessante os gráficos). Até à próxima.

Nuno Sentieiro Marques disse...

Nuno, muitos parabéns.

Texto muito bonito, inspirador, emocionante e cheio de pequenos ensinamentos.

Sempre a superaste a ti próprio, como resultado de muita dedicação e disciplina.

Grande inspiração para todos nós.
Obrigado.

Runabraços

Eduardo Correia disse...

Parabéns Nuno!
Gostei das tuas conclusões, continua que ainda tens possibilidade de melhorar bastante!!
Abraço

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Parabéns, Nuno Dias Almeida. Foi uma viagem e uma maratona com Gaudi(o)!
Runabraço

Miguel San-Payo disse...

Grande Nuno,

mais uma óptima prova. Agora tens de seguir mais um conselho do A.Cruz. Tirar sangue e analisar...

Rui Ralha disse...

Como digo sempre: não há milagres! Bom treino=bons resultados. Parabéns Nuno. Tenho a certeza que no fim de tudo te divertiste imenso e isso é o mais importante.

Grande abraço

Tiago Ribeiro disse...

Nuno,
Mais uma feita e sempre a evoluir, é sempre certo, que treinando poderemos chegar lá. Excelente descrição, com detalhes muito bons que poderão muitos outros que estejam a pensar em fazer uma maratona. Leiam bem, e podem ver que quando temso vontade de fazer as coisas, as barreiras tornam-se mais facéis.
Muitos parabéns pela 4 maratona.
Um grande abraço
Tiago ribeiro

Carlos Melo disse...

Parabéns Nuno. Grande evolução! E com um enorme potencial para evoluíres mais porque os teus tempos em velocidade ainda são melhores.

O facto de partires em Barcelona lá de trás no grupo encarnado deve-te ter dificultado significativamente nos primeiros kms.

Já tentaste identificar uma velocidade com que consigas fazer numa velocidade aproximadamente constante e treinares para conseguir este objetivo? Isto em termos de esforço corresponde mais ou menos a não despender tanto esforço no início, porque no fim necessitamos de mais esforço para assegurar o mesmo ritmo.

Muito obrigado pelo companheirismo, boa disposição e espírito de equipa.

Continua com a excelente evolução! Parabéns!

Goncalo Fontes de Melo disse...

Grande Nuno,
Excelente post e verdadeiramente inspirador para quem quer fazer uma maratona. Fizeste uma prova notável. Obrigado pelas dicas! Abraço.
GFM

Daniel Henrique Passos Gonçalves disse...

Olá Nuno,

Encontrei o seu relato na internet, pois estou buscando informações sobre essa maratona. Parabéns por ter completado, certamente servirá de exemplo para eu tentar me aventurar na Espanha em 2014.

Bons treinos!

Daniel Gonçalves
www.correndoassimmesmo.blogspot.com.br