quarta-feira, 28 de março de 2012

Lesóes da corrida e Prevenção

Há frases lapidares do treino que todos conhecemos mas praticamos pouco, tais como: "mais treino não é necessariamente melhor treino" e "descanso também é treino".

Dada a onda de lesões que tem assolado vários membros do nosso grupo, parece-me oportuna a leitura deste artigo apesar da sua dimensão e de estar em inglês.

Tal como refere é importante o reforço muscular de todo o membro inferior e de variar o treino e os tipos de corrida, bem como respeitar a hierarquia das capacidades a treinar: endurance, força e só depois a potência

Prevenção de Lesões


Maratona de Barcelona


O Run 4 Fun esteve neste Domingo na Maratona de Barcelona, com as participações de Carlos Martins, Daniel Ferreira, Francisco Sanches Osório, Nuno Dias de Almeida e aqui o "je", que fugimos da confusão da Ponte 25 de Abril.

Infelizmente não tivemos a companhia do Luis Correia, devido a uma lesão muito desagradável nos últimos dias da preparação para Barcelona. As melhoras Luís!

Gostei muito desta prova e da organização com abastecimento de gel aos 20 e 30 kms. Segundo a organização quase 20 mil participantes (16205 concluíram a Maratona pelo que identifiquei na classificação). Prova com muito apoio popular nas zonas centrais da cidade de Barcelona e na parte final da prova. É uma prova plana com umas subidas ligeiras, com 2 percursos de ida e volta onde vemos os corredores passarem no sentido contrário, passando por vários pontos turísticos da capital catalã. O que achei mais fraquinho foi a Pasta Party.

Esteve um tempo meteorológico ótimo para turista, mas mais quente que o desejável para uma Maratona, segundo o meu gosto, no final da prova em que o sol já ia alto.
Na véspera participamos no BreakFast Run pelo Parque de Montjuic, numa réplica dos últimos kms da Maratona dos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992 com 1 volta na pista de atletismo do Estádio Olímpico.
Na foto o Nuno e o Francisco no Estádio Olímpico, na BreakFast Run.

Ficamos a aguardar o "post" da estreia do Francisco Sanches Osório na Maratona, com o apoio do filho que correu com ele nos ultimos kms.

Mais Fotos no Facebook, no Álbum do Grupo Run 4 Fun > Aqui.

RunAbraços.

terça-feira, 27 de março de 2012

3º Trilhos de Almourol - Logística


É mesmo verdade, serão no dia 1 de Abril, próximo Domingo.

Proponho para os que quiserem partilhar a deslocação, nos encontremos nos Olivais Sul, no local do costume, R. Cidade de Bolama, 17, de modo a partirmos às 7:00 horas. São 113 km até ao Entroncamento, que durarão cerca de 1:10 horas.

A saída dos autocarros do Entroncamento para os pontos de partida, será às 8:45 para os Trilhos e às 9:00 horas para os Mini- Trilhos. Teremos tempo para levantar os dorsais, se não houver alguém que o possa fazer no Sábado.

Agradeço que quem quiser partilhar a deslocação, o confirme em comentários.

Runabraços

Mafra - R4F presente no dia das "mentiras"

Caros Amigos,

Apesar de a grande maioria da "armada" se deslocar no próximo domingo dia 1 de Abril até Almourol, onde os famosos trilhos os esperam, e seguramente um dia com muito FUN.

Por Mafra, vamos também deixar a nossa marca.

Votos de um grande fim-de-semana para todos e uma participação cheia de FUN para aqueles que vão correr, em Almourol, Mafra ou em qualquer outro sitio.

Deixo a lista de inscritos que consegui apurar para a prova de Mafra...é possível que me falte alguém...se assim for peço desculpa e adicionem-se por favor.

Sugiro como ponto de encontro, o pavilhão onde se irão levantar os dorsais por volta das 9:00.
Sugiro também que o primeiro a chegar da equipa, levante o envelope referente aos R4F.

Como o ano passado tivemos um par de questões na altura do levantamento dos dorsais, como sugestão final...levem o comprovativo do pagamento da inscrição.

Runabraços

domingo, 25 de março de 2012

arte moderna na arco madrid

Meia Maratona 25 de abril

Hoje fomos muitos a correr, alguns na Mini, a maioria na Meia Maratona, alguns só para apoiar como o Rui Ralha, o Miguel e o António Correia e o Jorge Cancela.

Vimos alguns companheiros não muito assíduos nas corridas, mas que é sempre um prazer rever: Carlos Brasão, Eduardo Branco, Filipe Loureiro e mulher, Gonçalo Bastos Lopes, Luís Paulo da Silva, Paulo Grilo.

Outra(o)s que vão ficar com esta prova para sempre na memória, pois foi a sua 1ª Meia Maratona:
  • António Coutinho Rebelo
  • Camila Wudich
  • Cristina Caldeira
  • José Bagina
  • Maria João Coutinho Rebelo
  • Mónica Miguéis
  • Paula de Carvalho
  • Raúl Matos
De assinalar a predominância feminina, 5 em 8. Os nossos parabéns aos debutantes e peço desculpa se me esqueci de alguém. Uma pena, a lesão da Patrícia Calado que está em grande forma. Não te preocupes Patrícia, há muitas meias maratonas para te estreares. Agora é recuperar e voltar aos treinos.

Os mais rápidos foram o Luís Matos Ferreira, Orlando Ferreira, Gonçalo Melo, Jorge Duarte Pinheiro, Miguel Serradas Duarte, João Pedro Palmela, em grande preparação para Madrid, o Nélson Alves. O Domingos Farinho fez um novo PBT. Terão havido outros PBT´s mas não deu para aqui o "repórter" se aperceber.

O Miguel San-Payo vinha bem classificado aos 12 km, mas estava já em esforço. Há que recuperar a forma, Miguel. O Pedro Mendes que esteve doente durante a semana, também em grande esforço, a lutar para concluir.

No que toca a equipamento realce para o Claudio Monteiro que correu a mini nos seus novos sofisticados ténis, o Eduardo Correia com uns magníficos adidas laranjas, o José Bagina com uns ténis também laranja, com uma nova forma de aperto , igual ao dos "deslumbrantes" asics novos do Nuno Sentieiro Marques que levam o prémio dos mais diferenciados. :) ehehhehehhehehe.

Realce para o Albísio Magalhães que, pela 1ª vez, correu com a nossa camisola.

Em resumo, uma bela manhã, onde o calor já apertou um pouco, com muitos milhares de participantes a darem vida e colorido à zona ribeirinha.

E depois da corrida,um grupo dos nossos foi-se deliciar com um magnífico cozido para compensar o gasto de energias. Contem como foi......

Runabraços




sexta-feira, 23 de março de 2012

Ultra-Maratona Atlântica Melides-Tróia


Caros Atletas,
está na altura de começarem a pensar neste novo desafio que eu e o Carlos Melo ultrapassámos em 2011. Este ano gostaría que houvesse mais participantes do nosso clube. Eu já estou inscrito. É uma prova única na Europa e um desafio constante.

Meia Maratona de Lisboa - Sugestão adicional de deslocação e outras ideias


Caros Amigos,

Depois de duas experiencia de Logistica diferentes para a deslocação até ao ponto de partida da meia maratona da Ponte 25 de Abril, este ano Eu a Cris e alguns companheiros decidimos avançar com uma opção que evite toda a confusão que vai desde a estação do Pragal até à praça das portagens.
Depois do apertão do ano passado e do quase atraso à chegada da zona de partida, apesar da saída bem cedo da estação de Roma, pareceu-nos mais assertiva esta opção.

Assim sendo e após conversas com alguns amigos que irão partilhar connosco esta opção, decidimos o seguinte:

- Encontro na estação fluvial do Cais do Sodré às 8:00 (atenção à mudança da hora).
O metro aderiu à prova, como tal pode ser sempre uma boa opção para a deslocação dentro de Lisboa.
No nosso caso, iremos deixar os carros na zona de Belém e apanhar um táxi até ao Cais do Sodré.

- O Ferry parte às 8:15.
À medida que forem chegando, podem ir comprando o bilhete…a Transtejo não aderiu à prova. O custo do bilhete ronda 1Euro e meio.

- Chegada prevista a Cacilhas, às 8:25 (10min de viagem).

- Chegando a Cacilhas, teremos duas opções.
O Metro de superfície que também aderiu à prova como tal não tem custos (não consegui muita informação relativamente a esta possibilidade), ou a partilha de Táxis até à rotunda de acesso à auto-estrada.
Segundo a Rádio táxi local, o custo da viagem andará pelos 7 a 8€ (dividindo por quatro dará mais ou menos 2€ a cada um, e tardará aproximadamente 5 a 10 minutos).
Os números de telefone dos táxis locais (Ratalma), que não deverão ser necessários, porque normalmente existem sempre Táxis no local, são o 212947070, o 917253636 ou o 967373400.

- Se tudo correr dentro do previsto estaremos a chegar por volta das 8:40/8:50 à rotunda.
Da rotunda até à praça das portagens, em marcha lenta e tranquila, penso que não tardaremos mais que 15 a 20 minutos.

- A hora prevista de chegada à Zona da Partida, será entre as 9:00 e as 9:15.

Para todos os que quiserem aparecer, esta é a sugestão e serão muito bem-vindos.
Não esquecer os trocos necessários para o barco (e táxi se for a opção em Cacilhas).

Sugiro também que no final o encontrão se faça no mesmo local do ano passado, para as fotos da praxe e partilha habitual das diversas experiencias…junto ao museu da marinha (sobre o lado esquerdo do mosteiro, para quem está de frente para o mesmo).

Para finalizar, uma sugestão adicional…
Alguns de nós, após uma ida obrigatória a casa, para a banhoca e muda de roupa, estamos a combinar um almoço familiar na Quinta de Santo António (Malveira da Serra), que além da cozinha tradicional, tem um cozido à Portuguesa fantástico.
Pensem nessa possibilidade e após a corrida, ligamos para o restaurante e fazemos a respectiva reserva, quantos mais, maior será a animação…inicio da refeição nunca antes das 14:30.

Penso que todos já têm o meu contacto, como tal qualquer dúvida estou ao dispor.

Runabraços,
Nuno

quinta-feira, 22 de março de 2012

Trail Transgrancanaria 123 km - 3 de março



Quero aqui assinalar o facto de que o nosso companheiro Paulo Jorge Rodrigues participou este ano, nesta difícil prova, tendo ficado classificado no 107º lugar entre 214 participantes, mesmo nos 50%.

Aqui está ele, com os nossos "promotores" do trail: o Jorge Esteves e o Teodoro Trindade, por ocasião do Trail da Geira Romana no ano passado.


Demorou 22:45:36 horas para percorrer os 123 km da prova com um desnível acumulado de 11.000 metros. E queixam-se alguns de que 12 km de trail já é difícil....ehehehheheehhehe

Parabéns (um pouco atrasados) Paulo Jorge e força para o UTMB. Sabem o que é? O Ultra Trail do Mont Blanc, com 160 km de extensão, disputado no famoso Monte Branco, em França.

O Paulo Jorge vai ser o nosso 1º companheiro a participar nesta ultra difícil prova, lá para os finais de Agosto.

Força Paulo Jorge,

Runabraço

quarta-feira, 21 de março de 2012

I Trail de Penafirme - Estreia no Trail running

Andava num sobressalto para correr um Trail. Sempre achei que, nesta coisa do correr, os trails representam a vertente mais pura da corrida, a da verdadeira comunhão com a natureza ou o que resta dela. Ainda assim, hesitei imenso antes de me inscrever nos 30 kms do I Trail de Penafirme, por duas razoes: a falta de experiência e o facto de me encontrar na fase final do treino para a minha primeira maratona. Mesmo assim, inscrevi-me, motivado pelos relatos que ouvira, bem como pelo treino de força e de foco mental que tal prova traria.

Acordei cedo e, devidamente equipado, apresentei-me no local de partida onde me juntei aos restantes companheiros do Run 4 Fun, divididos pelo Trail de 30 kms, o Mini-Trail de 12 kms ou a caminhada, na qual participaram membros da família dos corredores. O dia apresentava-se bonito, com uma brisa ligeira, algumas nuvens e óptima temperatura. Primeira decisão: não iria correr com o camelback, pois a organização previa quatro abastecimentos no percurso. Alem disso, os companheiros com experiência na matéria foram peremptórios: não era necessário. Um alivio, pois correr com aquele apêndice é um incomodo, ainda por cima com água a saber a plástico...

As 9:30 partimos do centro hipico em bom ritmo, direitos a arriba sobre o mar, nas cercanias do Hotel Golfmar. Pouco depois o grupo separou-se, e aí senti que se iniciava o teste!

O percurso da prova, desenhado na orla marítima e zonas circundantes, era de uma beleza rara. Desde trilhos em cascalho e em terra batida, desde pequenos bosques e zona de dunas, alem de vista fabulosas sobre o mar, tinha umas subidas valentes. Os single track, no meio da vegetação e pequenas rochas, eram um permanente desafio. O meu objectivo era de imprimir um ritmo vivo, mas prudente. Não me podia lesionar. Deste modo, passei os 10 kms com 1 hora e picos.
Depois, resolvi gozar o momento. Os mais puristas que me perdoem, mas apesar de levar o garmin, esqueci-me de desligar o auto pause e só tenho o tempo do que efectivamente corri. Nas rampas, embora em movimento, o relógio parava, pois subia na vertical! Tambem fiz quatro paragens nos abastecimentos, para beber (muita) agua e comer um pouco de fruta.

Ao arrancar novamente, a barriga parecia um camelback, a chocalhar. O ultimo era particularmente bonito, nas ruínas de um convento. De resto, adorei a experiência. Correr por montes, vales, quintais de casas, veredas e bosques é extraordinário. Todos os nossos sentidos estão alerta, e ouvimos o som da nossa respiração, dos nossos passos e de quem nos acompanha. Nada como o cheiro a terra, a rosmaninho ou a mar para nos motivar. Ate gostei do cheiro a bosta de animais!
Quanto à prova em si, e entretido com isto tudo, correu muito bem ate ao km. 20. Seguia muito concentrado e focado, sempre a ver onde punha os pés. Nessa altura, ja ia acompanhado pelo Nuno Tempera, e seguimos juntos ate ao final. O seu apoio foi fundamental para ultrapassar os momentos de cansaço extremo e a corrida em areia nos ultimos kms, que foi um verdadeiro massacre. Depois de uma breve paragem para tirar os kilos de areia que tínhamos nos ténis, corremos em bom ritmo ate ao final, com passagem pela praia de Porto Novo, antes da entrada no centro hípico, para a volta de consagração. Foi muito giro, pois alguém chamava o Nuno para
o almoço no microfone. Rimo-nos e até nos esquecemos das pernas, que já diziam basta.

Malcheiroso e cansado, cortei a meta por volta da uma da tarde. Tinha 3:08m no garmin, mas lembrem- se que ele parava quando o dono maçarico parava. Como diz o outro, é só fazer as contas.

Seguiu-se um almoço no hotel, acompanhado da minha mulher e deste fantástico grupo que tanto corre e apoia. Uma palavra para a organização, com reabastecimentos muito razoáveis, percurso bem sinalizado e lindíssimo!

Agora, segue-se uma maratona e ate breve no próximo Trail. Run for Fun!
Abraços.

Gonçalo Fontes de Melo
março de 2012

PS

"post" colocado a pedido do Gonçalo

meia ponte salazar/25 abril

uma experiência caótica...uma logística impensável...uma exposição demorada aos elementos climatéricos...pbt não será batido...e então? a maior meia do mundo...a mais bonita...uma vez  na vida!

paulo marcos
co fundador
presidente run 4 fun

domingo, 18 de março de 2012

I Trail de Penafirme


Mais um grande convívio da "família" Run 4 Fun.

Não se esqueçam os estreantes de "blogar" aqui as suas sensações.

Muito agradeço a simpática "espera" que nos fizeram a mim e ao João Veiga, no final da prova. Bem como a notável locução do Gerardo.

E aqui ficam algumas fotos. Aguardamos as restantes. Mais umas fotos, cortesia do Jorge D Pinheiro

Runabraços

XII "12 km de Salvaterra de Magos"


Neste Domingo, o Run 4 Fun foi até Salvaterra de Magos participar no XII "12 kms de Salvaterra de Magos".
Prova de estrada num percurso praticamente plano que fez deslocar a esta localidade ribatejana centenas de atletas, num percurso que é adequado para obtenção de bons tempos na prova. O clima ajudou com uma temperatura adequada à atividade, fazendo esquecer os dias quentes que tivemos antes.

Pelo Run 4 Fun: o Jorge Esteves e eu, fizemos o pleno de PBTs na distância. Um dia para recordar.

No final da prova, uns doces regionais de Salvaterra de Magos para reposição de HCs, os "Barretes", produto típico da "Cabana dos Pariodiantes", que me fez recordar os tempos de infância dos "Pariodiantes de Lisboa" naqueles dias da Rádio, e os seus Inspetores Patilhas e Ventoinha que traziam a animação à hora de almoço. Velhos tempos...

RunAbraços.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Calendários de corridas

Este "post" tem origem numa ideia do Rogério Matos.

O planeamento das provas a que se pretende ir deve, na minha opinião, ser feito. Há companheiros que têm um calendário detalhado para toda a "época" e há outros, no limite oposto, que se vão inscrevendo pontualmente em provas. Tudo depende de ter ou não, objetivos concretos a atingir. E não estou a fazer juízo de valor. Tudo depende dos motivos que cada um tem, para correr.

Existem vários calendários online como por exemplo o do Carlos Fonseca http://www.atletismo.carlos-fonseca.com/calendario.htm para o qual temos ligação no blogue. Já tentámos ter um calendário de provas aqui no blogue, mas revelou-se de pouca utilidade.

A pesquisa de provas em Portugal pode ser feita por organizadores: por exemplo, Xistarca http://www.xistarca.pt/ ou Sportscience http://www.honoris.pt/sportscience_pt/

Outra opção que tem sido muito interessante é uns "carolas" como por exemplo o Gerardo ou o Nuno Tempera abrirem eventos no FB e convidarem os companheiros a aderir. Também poderia ser feita e por vezes é, no blogue.

Hoje em dia, obter informação é fácil. Por exemplo quem quiser saber sobre Maratonas internacionais pode ir a http://www.marathon-world.com/index.php ou http://www.marathonrunnersdiary.com/races/europe-marathons-list.php.

Basta ir ao google e escrever o tema. A informação é tanta que qualquer calendário que se pretenda abrangente, terá sempre muita dificuldade em o ser.

De qualquer modo, se existirem "voluntários" que se queiram abalançar a fazer um calendário temático , façam favor de avançar.

E já agora, se quiserem dar mais umas "dicas" como "links" ou outras....força.

Runabraços

Runabraços

terça-feira, 13 de março de 2012

Somos a equipa com mais atletas - I Trail de Penafirme

No próximo Domingo, 18 de Março, no I Trail de Penafirme existirão três provas: Trail de 30 km, MiniTrail de 12 km e Caminhada de 8 km.

Em todas as três provas e pela primeira vez, a equipa com maior número de atletas é o Run 4 Fun: 16 no Trail, 7 no MiniTrail e 10 na Caminhada, num total de 33 atletas.

Nas provas de MiniTrail e de Caminhada teremos uma maioria de atletas do sexo feminino, (mesmo com a "tentativa de equilíbrio", protagonizada pelo César, que passou do Trail para o MiniTrail :)). Um total de 13 atletas, no conjunto das três provas. Com uma "quota" de 39% do total, as nossas atletas estão, mais uma vez, de parabéns.

Aqui estão as listas dos atletas inscritos nas várias provas:




Destaque para a participação numerosa das famílias do Luís Matos Ferreira, do Orlando Ferreira e do Jorge Duarte Pinheiro

Vamos ter um grande convívio da "família" Run 4 Fun, com as estreias em provas de trilhos de: Margarida Gonçalves, Gonçalo Melo, João Veiga e Tiago Ribeiro e com o Miguel Serradas Duarte a correr, pela 1ª vez, com a nossa camisola.

Runabraços

segunda-feira, 12 de março de 2012

I Trail de Penafirme

Mais uma grande participação se prevê da nossa equipa nesta 1ª edição do Trail de Penafirme.

Ambas as provas de 30 e de 12 km de extensão, respetivamente, terão início às 9:30, perto do Hotel Golf-Mar. A caminhada terá início a seguir. São cerca de 64 km de Lisboa, Olivais até Porto Novo, Maceira onde fica o Hotel Golf-Mar. Será, aproximadamente, 1 hora de carro.

Proponho para quem for conveniente, que nos reunamos na R. Cidade de Bolama, 17, frente ao Olivais Shopping (agência do Santander Totta) de modo a podermos sair pelas 7:45, levando o número mínimo de carros.

O levantamento dos dorsais pode ser feito no Sábado, das 13:00 às 16:00 horas, no Pavilhão do Externato de Penafirme ou no Domingo, a partir das 8:00 horas. Se houver algum "voluntário" que possa levantar os dorsais, no Sábado seria bom. Caso contrário, o 1º da Equipa, a chegar, fará o favor de os levantar, no Domingo. É preciso levar alfinetes. Não esqueçam de levar material para tomar banho: chinelos, sabonete, champô e toalha.

A Organização faz um convite: "Convidamos todos os atletas a trazerem consigo, no acto do levantamento do dorsal, uma embalagem de um qualquer alimento não perecível, do tipo massas, leites, arroz, etc, ou uma peça de vestuário. Estes alimentos, ou roupas, recolhidos, serão entregues ao grupo XPTO, grupo de solidariedade ligado ao Externato de Penafirme, que distribuirá os bens junto da comunidade local. Esta contribuição é de carácter voluntário."

Será uma boa forma de, por exemplo, oferecer t-shirts em excesso para uma boa causa. E assim também faremos promoção a diferentes corridas

Quem quiser ir ter aos Olivais agradeço confirme a sua presença, bem como a confirmação da(o) "voluntária(o)" que possa levantar os dorsais no Sábado.

Runabraços

Contigo Japão - Estivemos presentes

A Xistarca, com a colaboração da Associação de Amizade Portugal-Japão, organizou este domingo, uma prova com cerca 8.000m (penso que uns 300m mais), uma de 4.000m designada e uma caminhada, inseridas no movimento solidário "Contigo Japão".

A ideia, segundo percebi era organizar um evento solidário, um ano após o terramoto de Fukushima, que além do contributo monetário dos atletas, receberia também alimentos e roupas.
Enfim, mais uma acção solidária, que nos dias que correm se vão multiplicando e que infelizmente também vão sendo cada vez mais necessárias.

Pareceu-me que todo este evento não foi devidamente explicado e publicitado, só assim entendo a tão fraca aderência de atletas e público.

Terminaram a prova 202 atletas…praticamente metade das participações que conseguimos ter no “Treino fim da Europa”.

Indo ao que interessa, os Run 4 Fun estiveram presentes.
Sim….nem todos foram correr para as Lezírias Ribatejanas, ou ficaram pela expo a treinar.

Por falar nisso, que grande Armada conseguimos levar até ao meu querido Ribatejo.
Parabéns a todos, pelo que já tive oportunidade de verificar, foi super FUN e com resultados fantásticos a prometerem grandes marcas para os desafios que se aproximam.

Voltando ao Japão, em terras de Cascais, estivemos presentes 3 elementos dos R4F.
Eu o Franco e a Camila, transportámos orgulhosamente as nossas camisolas laranjas por mais um evento de Atletismo, numa manhã com algum calor, mas magnifica.
Cada vez mais acredito, que dificilmente se fazem provas neste País, sem uma camisola “alaranjada” presente.

Tivemos o prazer de tirar algumas fotos, com a Grande Campeã e super simpática, quer fora quer dentro das pistas, Rosa Mota.

Nesta foto está também o Albisio Magalhães, uma grande pessoa por quem nutro grande admiração e amizade, que tem treinado frequentemente connosco e que muitos de vós também já conhecem.


Indo à minha prestação…o que não é muito habitual fazer, mas desta vez, apesar de ter ficado um pouco longe do que em situações normais, conseguiria … estive perto de algo que para mim seria impensável e que apenas no final ao ver as classificações me dei conta…do pódio !!!

Lá fiz a prova á minha maneira, “entrar a matar e acabar a morrer”, e uma vez mais “morri” antes do tempo. Ainda passei pelo Francisco ao inicio, que por casualidade já ia em fase adiantada do Seu treino.

Podia correr de forma mais equilibrada?
Sim podia, mas não era a mesma coisa :-) .
4º Classificado no escalão…uau!!!!

Apesar de ter feito um tempo longe do que já fiz e que esperava poder fazer, mas estes treinos da maratona, a falta de treinos de séries e os muitos Kms da semana passada que terminaram ontem com 22 na serra…era difícil pedir mais hoje.
Obviamente que houve muito pouca aderência de atletas, como disse anteriormente, acabaram 202…Mas desta vez nenhuma mulher terminou à minha frente :-).
Pela primeira vez na vida, e com muitos anos de alta competição noutros tempos, não me lembro nunca de ter ficado no lugar ingrato…o 4º, o primeiro dos que não vai ao pódio.
Mas o mais importante é foi muito divertido.

Só me apercebi da situação quando via a classificação no final….um dos 3 que ficou à minha frente bem que podia ter ido também até ao Ribatejo :).

Fica o registo :
Classificação Geral : 38 / Dorsal :
1227 / Nome : Nuno Marques / Idade : 44 / Escalão : M4044 / Classificação no Escalão : 4º / Equipa : RUN 4 FUN / Tempo : 00:37:54.
Runabraços

terça-feira, 6 de março de 2012

Sábado de Aleluia - Festa R4F no Ribatejo


Constância, vila em flor
Junto ao Zêzere a brilhar
Ficaste agoniada de dor
Quando te decidiram retirar

Retirar ocorrência especial
Que nos é muito querida
Um grande prémio Pascal
Que é uma bela corrida

Corrida entre o rio e o arvoredo
Paisagem linda e verdejante
Merece outro tipo de enredo
Nunca uma morte arrepiante

Arrepiante será a solução
Mas de um arrepio de prazer
Iremos até lá com a diversão
Que só os R4F podem fazer

Fazer um pequeno passeio
Rio acima até a doca atingir
Onde em forma de marinheiro
Cada um de nós se vai tingir

Tingir com pagaia e capacete
Pois é obrigatória a protecção
Ainda adicionamos o colete
Não queremos sustos em vão

Em vão não será com certeza
Esta pequena deslocação
Diversão garantida na correnteza
Rio abaixo até mais não

Não, mas não até Lisboa ver
Em Constância voltamos a parar
Para das canoas descer
E para finalmente descansar

Descansar da animação
Mas com o convívio continuar
Juntos de alma e coração
Vamos a paparoca atacar

Atacar com uma churrascada
Na vila de Riachos pois então
Para acabar com a rapaziada
Em mais uma grande animação

Animação, partilha, convívio e diversão
É o que temos os quatro para oferecer
Foi tudo pensado com o coração
Venham e não se vão arrepender

Arrepender vão garantidamente ficar
Se não puderem comparecer
Será mais um momento para gravar
No livro R4F de memórias a escrever


O Ano
passado foi assim :



Este Ano em função dos acontecimentos, juntámo-nos 4 amigos R4F e decidimos avançar com uma ideia que nos pareceu interessante e engraçada.
Uma forma de homenagear, a antiga e bonita prova "Grande Prémio da Páscoa" e ao mesmo tempo partilhar entre as famílias, aquilo que de melhor temos…o nosso afamado espírito R4F.

Após bênção e concordância dos nossos fundadores, cá vai a nossa sugestão:

Evento - Corram, remem, comam, bebam e acima de tudo, divirtam-se em família e em partilha R4F.

Organização a cabo de: Franco Wudich, Gerardo Atienza, Nuno Marques e Nuno Tempera.
Temos que agradecer a todos os outros companheiros que ao se aperceberem do que estava a acontecer, se ofereceram de imediato para ajudar, principalmente o Jorge Esteves e o Teodoro, que obviamente terão oportunidade de nos apoiar, quer no controlo da corrida quer na equipa dos grelhados :-) .

Agenda para dia 7 de Abril de 2012, Sábado de Aleluia:

Ponto de encontro - Parque de estacionamento junto ao Rio em Constância.
Hora - 10:00

- Corrida
Saída de Constância rio acima até à zona de saída dos barcos (penso estarmos a falar de 10 a 15Km…não mais).
Irá a acompanhar a carrinha de transporte das canoas que poderá dar algum apoio logístico.
Atenção que não haverá qualquer tipo de apoio adicional (ou seja auto-suficiência para cada um).
Para ajudar ao controlo de tráfego, a ideia é irem dois à frente do restante grupo (100 a 200m) alertando os carros para a passagem dos restantes e o mesmo na traseira do pelotão.
Ritmo lento na ordem dos 6:00 / 6:15 o Km.

- Canoagem
Descida do rio em canoa de volta a Constância (12:00 até às 14:00) :
São canoas de dois lugares e o equipamento é composto por, capacete, pagaia e colete.
Acompanhamento técnico.
Custo 12,5€s por pessoa.

Para as pessoas que forem apenas fazer canoagem e não queiram correr, arranjaremos forma de gerir a situação.

Por confirmar…local em constância para banhos e muda de roupa (poderá não ser possível... estamos a analisar alternativas).


- Alimentação
O Local será no Casal do Sicário, Riachos (a partir das 14:30/15:00) O Casal do Sicário, é um espaço para casamentos, baptizados e festas e obviamente estará totalmente disponível em local totalmente exclusivo para o grupo, estacionamento no interior do espaço.
Em caso de dia de sol a comida poderá inclusivamente ser efectuada no jardim.
O espaço comporta entre 100 a 120 pessoas, tem um salão de apoio antigo com lareira e está muito bem conseguido.
Por forma de controlo de custos, a ideia é fazer um grande piquenique.
Teremos localmente as bebidas, pão, batatas fritas de pacote, ingredientes para fazer a salada e carne para grelhar, frango, porco, vaca, enchidos… (existe grelhadorno local).
Haverá seguramente quem se disponibilize para arranjar a salada da mesma forma que o nosso companheiro Franco será o responsável da equipa dos grelhados (à qual aguardamos que se juntem voluntários).
Se alguém puder levar sobremesa…agradecemos.

Os custos serão divididos pelos adultos inscritos em função do que gastarmos e serão :
- Bebidas e comidas bem como das carnes para grelhar, entre os 4 organizadores, trataremos das compras em função obviamente dos inscritos.
- A limpeza do espaço bem como a presença de uma pessoa para dar o devido apoio.

Condicionantes importantes:
- Constância fica a cerca de 140Km de Lisboa…sempre auto-estrada. Em velocidade normal deveremos pensar em 1:20 a 1:30 de viagem com saída de Lisboa.
- Fazendo contas rápidas e como a crise chega a todos, de viagem por carro podemos contar com cerca de 10€s de portagem e 10litros de combustível para cada lado. Os que quiserem ir mas que não preencham uma viatura poder-se-ão juntar e assim amenizar os custos de transporte.
- É importante que se inscrevam o mais cedo que puderem de forma a podermos ir gerindo o tema (o Gerardo está a centralizar as inscrições quer via evento já aberto no FB, quer email que lhe queiram enviar ou resposta no Blogue, em comentário a este "post").
- Vamos manter o evento apenas entre os elementos dos Run 4 Fun (e respectivas famílias ou amigos próximos), apenas para não correr o risco de termos um numero de participantes demasiado elevado (desta vez não teremos qualquer tipo de apoio de segurança nem de policia…. ou seja será uma aventura R4F).

Runabraços,
"Os animadores de Constância"
Franco
Gerardo
Nuno
Nuno

segunda-feira, 5 de março de 2012

Co-fundador que agora é Doutor em Gestão!

Os parabéns ao João Ralha, ilustre co-fundador do Run 4 Fun, que é o mais recente Doutor, por unanimidade e distinção, do ISCTE - IUL.

Pelo feito, pela abnegação, pelo mérito, os PARABÉNS ao João Ralha!

Corrida dos Sinos

Caras Amigas e Amigos,

Estão abertas as inscrições para a Corrida dos Sinos em Mafra.

Dia 1 de Abril de 2012.

Podem obter mais informações clicando no Título do "post".

Como as inscrições por equipa são um pouco "manhosas", a pedido do João Ralha, fiquei incumbido de dar o apoio necessários aos que se quiserem inscrever via Run 4 Fun e necessitem de algum apoio.
Enviem-me por favor um email ( nmarques@totalstor.com ) com as informações necessárias (nome e data de nascimento).

Atenção que à a possibilidade da "caminhada dos Sininhos" para quem da familia não estiver disposto a fazer os 15Km, mas queira participar de uma forma mais light.

Runabraços,
Nuno

Nota : Recordo apenas que o ano passado, parte da armada laranja terminou a tarde a comer um cozido saloio, na Adega da Tia Rosa....que tarde :)

domingo, 4 de março de 2012

21 km em trilhos

   

   O meu 1º trail  nesta distância, uma experiência a repetir, sem dúvida. Foram 3 horas que passaram a correr.. pela paisagem, pela sensação de liberdade, companheirismo e convivio. Mais um domingo muito bem passado, rodeada por pessoas muito humanas, alegres, onde se sente no ar toda a energia positiva, onde podemos estar horas a falar sobre corrida sem nos chamarem doidos ou chatos e onde pude correr e andar sem me sentir culpada. E também muito importante, os abastecimentos são do melhor! Nunca uma tostinha com mel e requeijão soube tão bem! Venham mais trails !!

quinta-feira, 1 de março de 2012

O MEU PRIMEIRO TRAIL

Passados quatro meses depois de efectuar a minha 1ª Maratona, chegou a altura de fazer a minha 1ª prova de Trail e, já que ia fazer porque não uma prova de longa distância 38Km?

Confesso que não sou propriamente um estreante em trilhos.

A primeira vez que corri com este fantástico grupo foi precisamente há um ano. E logo em trilhos. Um treino organizado pelo António Cruz, na Serra da Arrábida, o qual ainda guardo na minha memória, momentos de confraternização e de uma rara beleza, que só quem efectua este tipo de trilhos se apercebe.

Despertava o sol quando nos encontrámos nos Olivais pelas 7 horas, depois das boleias organizadas, partimos em direcção a Condeixa, onde chegámos pelas 9 horas.

Encontrámo-nos com o restante grupo, tinham ido de véspera. Fomos para a zona da partida para colocar os respectivos dorsais, ouvimos as últimas dicas e concelhos do casal João e Luisa Ralha. Não posso deixar de recordar, um dos pedidos do João Ralha, que dizia com um ar muito sério. “Não deixem de acompanhar a Ana Grosnik e a Claire Monroy, porque é a primeira vez que elas estão a fazer este tipo de provas, e estão num país estrangeiro, de maneira, temos que as apoiar”. O João Ralha devia estar a rir-se para com ele, e eu e o restante grupo dizia-mos que sim, o que era importante era salvaguardar o espírito do grupo. Só ao 8 Km é que percebi que o João Ralha só podia estar a brincar, elas correm que se farta, só as vimos na meta já com banho tomado e julgo que já tinham feito a digestão do almoço.

Fizemos os primeiros 10 km muito rápidos (pelo menos para mim) em menos de 1 hora, num sobe e desce, curva apertada à direita seguida logo outra à esquerda, numa certa altura vejo o César Moreira a sair disparado por uma ravina, porque não conseguiu fazer a curva e foi sempre em frente.

Os outros 10 km já demorámos 1,20 hora, foi quando chegámos ás eólicas. O Jorge Cancela juntou-se a nós.

Os seguintes 18 Km demorámos qualquer coisa como 3,20 horas, a um ritmo mais a andar do que a correr. Chegámos bem e felizes.

No meu entendimento, o que separa as provas de estrada e trilhos, é a questão dos “tempos” e os “ambientes”. Nas provas de estrada a competição é maior, e o factor “tempo” é deveras importante. As lesões são menos frequentes, do que nos trilhos.

Em trilhos tudo é diferente, para melhor claro está no meu entender. É efectivamente mais propicio a lesões correr em trilhos. No meu caso julgo que se conseguir impor uma velocidade moderada, onde o factor tempo não seja o mais importante, ou seja tanto faz demorar 3 ou 4 horas a efectuar a prova. O importante é tirar partido da prova em si ou seja usufruir do momento, poder ir a correr num ritmo lento mas certo, sentir o vento no rosto, poder abrir as nossas narinas e sentir o ar serrano entrar nos nossos pulmões, é uma sensação muito boa. Poder interagir com o terreno, passada a passada como se fossemos uno, e sentirmo-nos parte integrante daquele ambiente, como se a terra que pisamos fossemos nós e nós fossemos a terra.

Quando atravessamos as aldeias e sentimos o seu perfume, olhamos para o rosto daquelas gentes simples e com um doce sorriso nos lábios dá-nos um alento suplementar para percorrer aqueles caminhos.

Passamos pelos postos de abastecimento e vimos um aglomerado de pessoas sorridentes e de uma simpatia indescritível, com palavras de incentivo e encorajamento. Para prosseguirmos a nossa prova, estas pessoas estão lá, a troco de nada, só para nos apoiarem, por tudo isto meus amigos estou rendido efectivamente aos trilhos.

Não posso deixar de terminar a descrição da minha primeira prova em Trail sem deixar aqui expresso os meus agradecimentos.

Agradeço à Associação Desportiva o Mundo da Corrida. Assim como a todas as pessoas que estavam nos postos de controle, abastecimento, bombeiros e demais entidades e pessoas envolvidas na organização deste evento, por nos proporcionarem provas deste género.

Agradeço a todos os membros do grupo “RUN4FUN”, do qual tenho o prazer de pertencer, pelo apoio, incentivo e companheirismo, desde pessoas que se deslocaram ao local da prova só para nos apoiarem, passando por companheiros que prescindiram da sua prova para apoiarem outros que por alguma razão ficaram impedidos de continuar a prova. Outros que fizeram de rebocadores, fotógrafos, os que esperaram perto de 3 horas pelos últimos companheiros para de os apoiarem, para todos eles um grande bem-haja.

Até ao próximo Trail.