terça-feira, 6 de dezembro de 2011

"Aqui dorme o homem da Maratona"



Vou começar pelo fim. Quando no final de Domingo vou entrar no meu quarto, encontro esta frase, escrita pelo meu filho, colocada na porta do meu quarto. Fiquei sem reacção, sem palavras.

Quero pedir desculpa ao António Cruz, por publicar uma foto tirada por ele. E ao Serafim, Miguel Dias e Miguel San Payo por utilizar a imagens deles nesta foto. Mas é este o nosso espirito RUN4FUN. Alegria, boa disposição e entreajuda (foto fabulosa).

Ao Miguel Dias e ao Serafim, um agradecimento especial pela constante troca de informações quer em treinos longos quer durante as provas que fomos realizando e mantendo sempre o mesmo ritmo até uma determinada fase. Também ao António Cruz pela aula dada no fim da Meia de Almeirim.

A MARATONA. O concretizar de um desejo que há uns meses eu pensava simplesmente impossível de realizar.

O "bichinho" começou a entrar a partir do momento em que termino o Trail nocturno de Óbidos (prova durinha). Comecei a sentir que já começava a ter condição física para participar numa maratona. Os testes finais eram as meias maratonas de São João das Lampas e da Vasco da Gama. Se terminasse as provas abaixo das 02H00 inscrevia-me na Maratona de Lisboa. Dito e feito. Inscrição realizada no mesmo dia da Meia da Vasco da Gama.

Durante os treinos da Expo, o Nuno Almeida falava do plano do My Asics que tinha feito para a Maratona de Amesterdão. Aproveitei a dica e fiz um também para mim (não achei difícil, falta as séries).

Comecei a levar o plano mais ou menos a "bom porto", juntamente com outros companheiros (que entretanto também se inscreveram para a Maratona ou para a Meia). Quer nos treinos na Expo, quer nos longões (provas ou treinos).

Dia da prova. Objectivo (plano My Asics) era fazer por volta de 05m55/Km, ou seja, terminar confortável. Os treinos apontavam para isso mesmo. Noite anterior, refeição de macarrão com ovo. Acordei Às 06H00 e o pequeno almoço foi o normal (já o é há uns bons meses) reforçado. Um copo de água, 1 torrada com doce caseiro, leite de arroz com cereais tipo granola (tem tudo o que nos faz falta, frutos secos, sementes de abóbora, flocos de aveia, trigo etc.) e por fim um café.

Momentos antes do inicio troca de ideias, ouvir os mais experientes. Partida e lá vamos nós em direcção ao nosso futuro. Comecei na companhia do César, do Vitor e do Tiago. Por volta dos km 2 já só ia com o César (O Vitor e o Tiago queriam manter um ritmo mais calmo), só que o César está com a "pica" toda e enquanto não apanhou o trio Serafim, Miguel Dias e Miguel San Payo não descansou. A partir do km 6 já estava sozinho e a tentar manter um ritmo por volta dos 5m50. Mas o facto de também querer apanhar o grupo fez com que "acelerasse" um pouco mais. Consegui chegar-me a eles por volta do km 13 e fomos sempre colados ao "balão" das 04H00, numa galhofa total, aquilo a partir de determinada altura parecia mais um daqueles treinos da Expo que a estreia numa maratona.

A partir do km 28 e depois de ter tomado um quadrado de marmelada dado pela organização fui quebrando e ficando para trás. Aí sim, começou a maratona. Levantei o pé e fui ficando para trás. Faltava força nas pernas. Quando cheguei à Almirante Reis tive que andar um pouco e depois do Areeiro foi sempre a correr até à META. Até à próxima.

Queria ainda agradecer também às dezenas de companheiros RUN4FUN que antes e durante foram incentivando, com especial agradecimento à Luísa Ralha que ao passar por mim, numa altura em que estava a perder gás, diz mais ou menos isto "come e bebe para te aguentares até ao fim". E ao Gerardo que nas suas "piscinas" também me ajudou a ter mais forças num momento em que já eram poucas.

Por fim agradecer à minha família, sem eles não tinha conseguido.


Runabraços

15 comentários:

nemagiev disse...

Foi um prazer treinar já hoje com um maratonista...com mais ou menos esforço o que interessa é que conseguiste...está registado e esta já ninguém te tira
Abraço e Parabens

Gerardo Atienza disse...

Boa descrição. Obrigado e um abraço

Jorge Esteves disse...

Parabéns!

O sonho tornado realidade! A alegria de chegar á meta faz esquecer todas as dificuldades.
O teu filho tem razão és agora o homem da maratona!
Runabraços

Nuno Sentieiro Marques disse...

Amigo Zé,
em primeiro lugar...adorei o espirito :
"aqui dorme o homem da maratona"
Fantástico & "no more comments"

Da forma como segui toda a Tua preparaão, não tinha dúvidas que com mais ou menos dificuldade, terminarias.

Já estou como os outros...agora é pensar na próxima :-).

Obrigado pela partilha, fantástico relato e parabéns pelo feito.

Runabraços

Jorge Paulo disse...

Parabéns Zé. Excelente relato.

Quando é que abrem as inscrições para a próxima??

RunAbraços.

Cesar Moreira disse...

caro Zé,

Tu foste o exemplo de dedicação e empenho que a todos nós inspira. No primeiro treino que fiz ctg, quando falavas do my asics eu pensava que o teu livro de cabeceira seria o plano my asics, pois bem se foi o teu, tb vai comecar a ser o meu ;)

Penso que devias partilhar a tua experiência com os mais novos, pois eras fiel ao plano (bem sei que por vezes eu dava a volta) e para quem não acreditar que atraves do plano obtem-se resultados, tu serás sempre um exemplo.

Eu acho que tens mt mais potencial do que pensas, o exemplo foi dado na maratona, pois de inicio nao querias ir ter com eles, mas chegas-te lá e sozinho, que é mais dificil. Sei que a prox maratona vai demonstrar isso, pois sei que não vais parar.

Uma ultima palavra para a tua familia, o gesto do teu filho é o exemplo de união que me deixou tb sem palavras.

Estarei sempre pronto a aprender ctg

Runabraço

César

46 disse...

Zé,

"Aqui dorme o homem da Maratona" diz tudo.

Parabéns ao teu filho.

E parabéns pelo grande resultado e excelente relato.

De facto, quando vos via passar, era sempre uma grande galhofa... Excelente espírito.

AC

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Eu diria que este homem não dorme na Maratona... Muitos parabéns! Também ouvi os teus conselhos, que limitaram os meus impulsos anárquicos (o Garmin já se tornou um adereço indispensável de corrida ao ar livre).
Runabraços

Manuel Romano disse...

Bom relato demonstrativo que com empenho e determinação se consegue.
Parabéns maratonista para a próxima talvez te acompanhe, contigo talvez também eu consiga.

João Ralha disse...

Pois é!!

Se uns conseguem, os outros também vão conseguir.

E que melhor prémio do que o teu filho te deu!!

Parabéns Zé Magalhães e começa a pensar na próxima.

Runabraços

Ndda disse...

Grande Post Homem da Maratona!

Obrigado pela emocionante partilha.

Segui a tua decisão, preparação e treinos que foi meticulosa e sempre com os pés na terra.

Grande impulsionador do Serafim, contagias muitos mais e já és inspirador para muitos pela forma de saber estar.

Ambos sabemos que os corredores com mais de 80kg precisam de dar um pouco mais para lá chegar... e chegas-te aos 97Kg

Orgulhoso em saber que conseguiste o teu /nosso propósito: completar uma Maratona, principalmente quando é o Teu filho a dize-lo.

Agora imagina correr com as Ruas apinhadas de gente a gritar por Ti durante toda a prova !

Até Breve RunAbraço,

Teodoro Trindade disse...

Excelente Zé, nunca duvidei que conseguirias. Parabéns.

Bem vindo ao clube "Homem da Maratona".

RunAbraços

Carlos Melo disse...

Parabéns Zé Magalhães!

Certamente a primeira de muitas na mítica distância.
Com a tua persistência e preparação, esta estava garantida.
O homem da Maratona não dorme em serviço :)

Agora já podes pensar na próxima e em algumas alterações táticas a fazer para otimizar o objetivo.

RunAbraços.

Tiago Ribeiro disse...

Grande Zé, foste um heroi, acabaste em grande, e cumpriste um grande feito. O teu fiho deu-te mais "presente" , eu bem sei o valor disso já que os meus filhote também o fizeram no dia da maratona. Um orgulho ennorme.

Muitos parabéns, já esta feita.
Um abraço

Orlando Ferreira disse...

Simplesmente único! Merece moldura...
Já vi várias "fotos do dia" mas esta é para mim a frase do ano!
Acredito que muitas das dores tenham ficado para 2º plano...
Parabéns José Magalhães!