domingo, 23 de outubro de 2011

Grande Trail da Serra d´Arga

Decorreram hoje de manhã, com partida de Dem, pontualmente à oitava badalada dos sinos da Igreja, às 8:00 e à nona badalada, às 9:00, respetivamente o Marathon Running (42 km) e o Trail Running (20 km). É tão simples haver pontualidade.......

Prova organizada pelo excelente Carlos Sá, certamente o nosso melhor corredor de ultras, 8º na Marathon des Sables e 5º no Tour do Mont-Blanc, realizados este ano. Além de grande corredor, também uma pessoa muito simpática.

Pelo Run 4 Fun o Luís Matos Ferreira e o Paulo Jorge, ambos experimentados corredores de ultras, o Renato Velez participou na Meia com um excelente tempo de 2:11 e eu mais a Luísa também na Meia, mas com 3:45 no final.

Prova muito difícil, que começou logo com uma subida de mais de 2 km, bastante empinada e sempre com chuva. No início da subida fiquei logo aflito dos gémeos, de tal modo, que fiz quase toda a subida a andar, devagar. A Luísa lá foi subindo bem. No cimo da subida, chuva, nevoeiro e muito vento. Quase que tínhamos que nos agarrar às pedras para não sermos "levantados" pelo vento. No topo, encontrámos um companheiro do Porto, o Hélder Castro que logo no seu 1º trail apanhou uma prova destas. Ele estava meio perdido e queria desistir, mas convencemo-lo a seguir connosco. Encontrámos a Luísa, que esperou por nós no 2º abastecimento e lá fomos.

Lá fomos, sempre com chuva e vento forte, passando por locais de grande beleza. Nomeadamente a zona do rio Âncora onde encontrámos um grupo a fazer "cannyoning", em grande divertimento. Aí éramos 4 que, seguimos juntos até ao final. A Luísa, eu o Hélder Castro e uma rapariga simpática, de Barrancos (no Alentejo), chamada Cristina que nos últimos 2 km já quase não conseguia correr.

Mas chegou o último fôlego e lá chegámos à meta, completamente encharcados, mas felizes, ao fim de 3:45 horas (boa parte a andar) onde nos esperava à chuva (está o guarda-chuva ao lado) para nos dar a medalha, a extraordinária e muito simpática Manuela Machado, bi-campeã europeia e campeã mundial da Maratona, para além de dois 7º lugares em Jogos Olímpicos. Na foto, connosco. Já tínhamos estado a falar com ela antes do início da prova. Uma verdadeira simpatia.

Infelizmente para os nossos companheiros da Maratona a prova deles acabou aos 22 km, pelo facto de as condições atmosféricas se terem agravado sensivelmente naquela zona onde iriam subir 500 m em altitude em 2.000 de distância. Era muito perigoso e a organização decidiu, por razões de segurança, acabar a prova. Para o ano haverá mais, dia 14 de Outubro, Marquem nas vossas agendas.....

Uma excelente organização com abastecimentos muito generosos, com água, coca-cola, marmelada, fruta à descrição, bolos muito bons, da Panrico, passe a publicidades, socorristas e um grande grupo de "voluntários", todos liderados pelo Carlos Sá, a quem damos os parabéns pela excelente organização. Pena que o S. Pedro não tenha ajudado. Para o ano pediremos ao Nuno Marques para previamente fazer o "contrato" ...ehehheheheh.

Uma prova difícil, muito bem organizada, que vale a pena fazer, numa zona lindíssima do nosso Alto Minho, perto de Caminha.

Mais fotos aqui

Runabraços

PS

1. Um obrigado ao Miguel Serradas Duarte pela foto com a Manuela Machado

2. Pela 1ª vez corri com um "buff", oferta da organização a todos os participantes (igual ao que o Luís tem, na foto acima) e posso dizer-vos que fiquei "cliente". Excelente proteção contra o frio, o vento e a chuva.

12 comentários:

46 disse...

É de herói ... Parabéns à Luísa, João, Luís, Paulo e Renato.

AC

Alfredo Falcão disse...

Que grande aventura parabéns a todos e obrigado pelo relato.

Nuno Sentieiro Marques disse...

Belo relato, grande e "agressiva" aventura.
Pelo que li...foi mesmo à séria.
Parabens a todos.

Runabraços

Nota : quando falei com o "meu amigo S. Pedro", limitei-me a pedir o "controlo" para a Zona da grande Lisboa...peço desculpa pelo esquecimento da zona mais ao norte ;-).

Francisco Sanches Osório disse...

...apesar da dificuldade e das condições adversas, dá vontade entrar numa dessas aventuras! Talvez mais para a primavera ;)

Parabéns aos aventureiros!

Runabraços

Jorge Esteves disse...

distiParabéns a todos! Deve ter sido muito difícil mas são essas provas que nos deixam boas recordações. Para o ano contem comigo. Runabraços

Joao Fialho disse...

Como vos invejo amigos!
Trails para mim não serão possíveis, mas pelas lindas paisagens que descrevem, pelo contacto com a Natureza, que desta vez se fez notar e de que maneira!, pela entre-ajuda que estas provas proporcionam, pelo convívio que proporcionam, tenho de reconhecer o mérito destas provas.
Um conselho: que aproveitem e disfrutem quem nelas pode participar!

Ndda disse...

Parabéns aos Trailers!

Aos que acabaram e aos que foram impedidos de o fazer.

Queria mais uma vez destacar a Luisa e o João Ralha que com esta camisola laranja movem meio mundo, desta vez a vitima até foi o Hélder Castro.

Obrigado pela partilha e espírito de solidariedade.

RunAbraços,
NDA

Teodoro Trindade disse...

Muitas vezes quanto mais dificil é a prova, mais apelativa ela se torna. E esta tem tudo para ser uma referência do trail nacional.

Lamento que as condições climatéricas não tenham ajudado. Para os participantes foi de certeza uma bela aventura e para o próximo ano aposto que lá estarão novamente na linha de partida.

Muitos parabéns a todos pela coragem. Obrigado pelo belo relato.

RunAbraços.

Teodoro Trindade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Duarte Pinheiro disse...

Parabéns aos aventureiros, que correram com a oposição dos elementos.
Runabraços

Eduardo Correia disse...

Pelo relato não deve ter sido nada fácil, nem para os mais experientes em provas deste tipo.
Muitos parabéns a todos.

Carlos Melo disse...

Relato muito expressivo de tamanha aventura em difíceis condições. R4F muitissimo bem representado com este conjunto de participantes nesta prova de organização com o cunho do grande Ultra trailer Carlos Sá.

Dá vontade ter estado lá convosco.
Bela sugestão prá próxima edição.

RunAbraços.