terça-feira, 27 de setembro de 2011

Três Semanas...Três Meia Maratonas!


Depois umas corridas de 10Km - mas não muitas - e da Corrida do Fim da Europa em Janeiro deste ano, achei que já conseguia fazer uma meia maratona. Assim, em Maio deste ano, fiz a minha primeira Meia Maratona: IX Meia Maratona dos Palácios.

Foi muito dura! Consegui acompanhar a Luisa Ralha nos primeiros Kms. Consegui fazer os primeiros 10Km em 55min, o que para mim foi um marco muito importante, pois, nunca tinha sido tão rápido. Claro que este entusiasmo teve a sua consequência. Ao km 18 já nao aguentava mais mas lá ia recebendo a motivação de cada um para continuar em especial do José Magalhães que me acompanhou algum tempo. Por fim, consegui terminar em 2:08!! Apesar dos cumprimentos que fui recebendo por ser a primeira, sempre senti que conseguia fazer melhor e que não iria desistir.
Desde esse momento, comecei a analizar todos os que correm e a pensar que deveria existir uma técnica qualquer para melhorar as minhas prestações com um menor consumo de energia. Depois de umas consultas, encontrei uma aula de um curso do MIT sobre a "Chemistry of Sports". São 40min que, sem dúvida, alteraram a minha forma de correr e, sobretudo, de poupar energia e conseguir correr de forma mais eficiente. Para muitos tudo é natural. É como ver uma criança a correr descalça. Nada mais facil. Para mim não era e ainda não é! Tenho muito para aprender...

Após algum estudo de biomecânica e, em especial, de muitos kilometros nas pernas, muitas horas sozinho a correr, fui melhorando dia para dia a minha capacidade respiratoria e muscular. Para vos dar uma ideia em Junho fiz 120km, em Julho 137km, em Agosto 191km e Setembro já fiz 155km. São muitas horas de treino mas que são largamente compensadas com o prazer de corre! Como me dizem, sofro mais quando não corro...

Todo este treino tinha como objectivo fazer três meia maratonas em três semana. A primeira aventura foi a de S. João das "Rampas" em consegui fazer em 1:58:43 (menos 10min que a primeira!). Nesta consegui fazer o meu PBT aos 5km (23:29s) mas depois começaram as subidas e o fôlego foi-se. Contudo, consegui cumprir o meu primeiro objectivo: concluir em menos de duas horas!

Uma semana depois, a 18 de Setembro, ja estava agendada a segunda: Meia Maratona do Porto. Com todos os ensinamentos e recomendações recebidas dos meus amigos mais experientes, consegui fazer uma corrida memorável. Desde o primeiro ao ultimo kilometro consegui manter-me entre os 4:52 e os 5:12min/km. Assim, consegui estabelecer o meu PBT para os 21,095km em 1:48:58 (menos 10min que a anterior)!! A temperatura estava excelente e o percurso é todo plano. Condições excelentes para fazer um bom tempo! Mas ainda faltava uma...

Uma semana depois, a 25 de Setembro, lá estava eu preparado para a terceira prova: Meia Maratona de Portugal. Depois bem posicionados relativamente à linha de partida, arranquei muito bem sempre a tentar acompanhar minhas as "lebres" Nuno Almeida e Nuno Marques. Apesar de ter feito os meus PBT aos 5km em 23:00 e aos 10km em 47:56min, fui depressa demais e as consequências chegariam mais tarde. Os 25 graus também nao ajudaram pois necessitei de repor alguns líquidos o que me fez perder tempo. Enfim, consegui terminar a minha terceira meia maratona em 1:50:53. Nada mau! Acabei cansado mas sem qualquer sinal de lesão o que foi muito bom.

Se há um ano, ou mesmo há seis meses, alguém me dissesse que eu iria ser capaz de fazer não uma mas três meia maratonas em três semanas, eu diria que só poderia estar louco. Se calhar estou mas o certo é que estas já cá cantam!

Aproveito para agradecer a todos os que acreditaram que esta loucura é possivel e me foram motivando durante os treinos. O essencial é acreditar que somos capazes de mudar e ir mais longe, sem nunca esquecer que temos de treinar com persistência para estarmos preparados para atingir os nossos objectivos. Como diz a sabedoria Zen: quando o aluno está pronto o mestre aparece!

Pelo Prazer de Correr!

RunAbraços

Link para "Chemistry of Sports"

14 comentários:

46 disse...

Excelente relato e experiência. Parabéns.

Que venha a Maratona.

AC

Luis Correia disse...

Parabéns Francisco.

É um prazer correr contigo e usufruir da tua companhia nas provas e também nos treinos.

Tens que explicar melhor essa coisa da aula do MIT. Fiquei curioso.

João Ralha disse...

A ciência ajuda certamente a aumentar a eficiência.

Mas são os treinos, bem organizados, que nos preparam para as provas. Notei a quilometragem crescente, nos meses sucessivos.

As minhas saudações pelo teu notável cometimento e já estou como o António Cruz: a seguir será a Maratona, que é um pouco mais dura, mas que bem preparada, com calma, se fará sem dificuldades de maior.

Parabéns pelo teu relato e estou curioso como o Luís Correia. Gostava de ter acesso ao artigo do MIT

Runabraços

Alfredo Falcão disse...

Francisco, parabéns pelos excelentes tempos das provas, mas sobretudo por conseguires treinar com essa intensidade. Como fui acompanhando os teus treinos através do endomondo pensei que vinham aí resultados. Os resultados vieram ainda melhores do que esperava, o que mostra as virtudes do treino e para mim constitui um exemplo. Continua a correr, RunAbraços.

Nuno Sentieiro Marques disse...

Excelente relato, excelente compromisso cumprido, excelente dedicação ao treino, fantástica performance, parabéns Francisco.

Tentei o mesmo desafio em Maio (Setubal, Areia e Palacios) mas na de Setubal tive que me debater com a primeira (e única até hoje) desistencia em provas com um problema "paralizante no gemeo esquerdo"....

Tal como os restantes fiquei curioso com esse tema do MIT...logo explicas :).

Runabraços

Ndda disse...

Excelente artigo Francisco.
Como se torna fácil escrever acerca do que mais Nos agrada e dá prazer!
Grandes evoluções em tão curto espaço de tempo e em quase todas as mais difíceis provas, Notável. Temos Atleta com muita alma e ambição.
Não há maior gozo do que a Superação!
Fico lisonjeado por ser lebre de alguém, mesmo com a minha curtíssima experiência destas andanças.
No meu caso e por muito menos do que isso, inscrevi-me na Maratona de Madrid em Abril deste ano!
Ainda vais a tempo da Maratona de Lisboa! Isso é que é uma Odisseia, chamada Obsessão (http://www.youtube.com/watch?v=LOe5JmWWvvs)…
Vê o vídeo e ouve as sábias palavras, é outra dimensão de correr, solidariedade, ect…
Fica o convite, este vão ser alguns estreantes.
Já sabes que Apoio não irá faltar.
RunAbraços,
NDA

Eduardo Correia disse...

Parabéns, pelas meias maratonas mas principalmente por teres vencido o mito da distancia, da respiração e por teres conhecido o verdadeiro prazer de correr. Em Dezembro será a maratona de Lisboa!
Runbraço e muitos treinos.

Joao Fialho disse...

"sofro mais quando não corro..."
E eu acrescentaria que a Serra também sofre quando não te vê!

Aparece mais vezes, caro amigo!
A tua presença é sempre um privilégio para quem te vê treinar e progredir!

Parabéns pelo feito alcançado. Qual o próximo objectivo?
Só tens de o traçar pois sei que com a tua determinação o irás alcançar!

Teodoro Trindade disse...

Muito obrigado pelo artigo, é excelente, gostei muito.

Parabéns pelas ambiciosas metas alcançadas, que são reveladoras de qualidades (não só físicas) pouco vulgares.

Vou assistir ao MIT Open Course sobre "Chemistry of Sports", para depois trocarmos impressões.

Abraço.

Paulo Gonçalves Marcos disse...

Que venha a Maratona de Lisboa em Dezembro!

Miguel San-Payo disse...

Parabéns Francisco,

agora já só falta o próximo desafio: a maratona.

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Porque corre este maluco?
Parabéns, Francisco

nemagiev disse...

Onde posso seguir esse curso do MIT? Ou alguém sabe um sitio onde possa ler algo sobre respiração...porque é o meu principal problema

Luis Matos Ferreira disse...

Excelente evolução Francisco! Agora a seguir é a maratona e daqui a nada 3 maratonas em 3 FDS!