quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Amesterdão 2011, uma Maratona bem organizada !




Recebi ontem um envelope no correio, oriundo de Amesterdão com um voucher de descontos dos transportes públicos, um mapa da cidade com o percurso e uma carta com o nr do dorsal que me foi atribuído.
Estou a menos de 3 semanas da minha 2ª Maratona.

Comecei a correr/treinar mais a sério em Dezembro de 2010 e após conhecer os R4F através do Miguel Dias.
Fomos ao jantar anual e na apresentação da 1ª participação na Maratona de Berlim pelo António Mata, decidi que era a minha vez.

Comecei a treinar mais, comprei o livro 'Nascidos para correr' e o resto foi muita convicção.
Nessa data, consultei o calendário e a primeira Maratona que me dava algum conforto para tentar acabar era a de Madrid, a 17 de Abril.
Inscrevi-me! Sozinho, num acto de fé/loucura.
Agora tinha dito a todos e não havia retorno!

Sem nenhuma experiência e ouvindo alguns conselhos dos mais experientes, comecei o plano de treinos e a principal preocupação era de correr entre 50K a 60K semana e fazer alguns longões para testar fisicamente a resistência.

Treinei muito e mal!

Jan  153Km, Total 14h02m; Treino Méd 15.7K: Tempo Méd 1h24m; Ritmo 5'24''; 10 Treinos
Fev 131Km, Total 12h13m; Treino Méd 14.5K: Tempo Méd 1h21m; Ritmo 5'27'';   9 Treinos
Mar 253Km, Total 22h53m; Treino Méd 19.5K: Tempo Méd 1h45m; Ritmo 5'21''; 13 Treinos
Abr  156Km, Total 14h06m; Treino Méd 15.6K: Tempo Méd 1h24m; Ritmo 5'19''; 10 Treinos

Nas semanas em que tinha mais disponibilidade fazia 4 treinos de 15K, outras havia que por falta de disponibilidade, alternadamente treinava 3 vezes 20k, dia sim, dia não.
Por vezes saía às 22h para correr 2h, depois de um cansativo dia de trabalho com filhos pequenos, tarefas domésticas, etc. ..
Á ultima da hora arranjei a companhia de 2 amigos que me deram força e alguns conselhos na abordagem á prova
Na prova, correu tudo mal, cansei-me demasiado antes da prova, fiz turismo o dia anterior com uma criança às cavalitas, dormi pessimamente mal e quase nem fechei os olhos nessa noite, com a ansiedade do evento.
Tive caimbrias, os ténis eram relativamente recentes, estava muito calor e os últimos 7K eram a subir...
O Objectivo seria acabar abaixo das 4h. Arranquei muito bem, até aos 31,5K com 2h50m estoirei, as energias foram-se e só consegui continuar num ritmo de Marcha e Corrida nos derradeiros e quentes 10,5K que demorei cerca de 1h 15m.
A 800m da meta, senti caimbrias nas 2 pernas que me mandaram para o chão e pedi ao publico para me esticar porque a meta estava já ali.
Em plena meta comovido claro, pelo esforço e percurso decorrido e apesar do resultado, acabara a minha primeira...

Consegui!

Tempo Oficial Final 04:09:16, Lugar 5672/7974, Média de 5'50''

Apesar de tudo foi com orgulho que mandei gravar o registo na minha medalha!


Foi uma sensação do outro mundo, as ruas tão cheias de Espanhóis a gritar por Nós que por vezes tínhamos de nos apertar e quase 8000 Maratonistas.

Como diz um atleta neste video (http://www.youtube.com/watch?v=LOe5JmWWvvs) que me deu muita motivação,
-No dia em que acabas uma Maratona é o dia em que começas a preparar a seguinte!
E assim foi... Amesterdão 182 dias depois.

Desta vez decidi seguir um plano treino diferente e estou com esperanças em ser um melhor Maratonista e me Superar novamente.
Irei novamente sozinho com a Nossa camisola laranja, mas desta vez irá outro laranja que participará na Meia Maratona, o promissor e recém-chegado Franco Wudich, sua 2ª prova na distância.
Depois acabarei o Ano com a minha estreia em Lisboa e desejo que a de muitos mais de Nós.
Espero que desta vez possa atravessar a meta com os meus filhos e na presença da minha esposa, que foram os que neste ultimo ano tornaram possível este sonho. Sem Eles nada disto teria acontecido!
Especial agradecimento ao Miguel Dias (companheiro de muitos treinos) e todos os restantes R4F que me incentivaram durante treinos e provas.

Ainda citando o filme:
A Maratona é uma prova de resistência, força e inteligência.
Solidariedade e espírito de sacrifício
A mensagem que Vos queria deixar é:

Atrevam-se, Atirem-se, Superem-se!

Estamos a escassos dias do aumento do preço da inscrição e gostava de ver muitos de Vós inscritos, porque sei que estão muito melhor preparados que eu, quando o fiz.

Se eu consegui, qualquer um de Vós o fará e a recompensa é Enorme!

RunAbraços,

NDA

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Espírito Run 4 Fun.......


Cá está mais um exemplo.

É certo que a Luisinha gosta de ajudar as pessoas, mas foi bonito. O nosso companheiro de corridas que vai amparado, com aspeto de ter à volta de 60 anos, estatelou-se no solo, ficou a sangrar da boca e só acabou a prova porque teve ajuda da Luísa e de mais um amigo das corridas.

Obrigado Rui, pelo envio da foto.

Runabraços

Programa de provas e treino deste fim de semana!

Cortesia do José Carlos Melo, aqui deixo o programa possível deste fim de semana próximo, primeiro de Outubro... Com um acrescento meu.... Próximo fim de semana 1 e 2 Outubro: Qual é o teu Programa?
Sábado:
- 09:00 Corrida Decathlon Amadora (10 km; Estádio Estrela da Amadora > Decathlon)
- 10:00 Treino Nike para Corrida do Tejo (Estádio Nacional)
Domingo:
 -07:30: Treino Marginal Bicicleta: Oeiras - Algés-Cascais-Oeiras (e depois toca a ir até ao Parque Eduardo VII para a Corrida da Cruz Vermelha!)
- 09:30 Trail Terras do Grande Lago (35 km; Alqueva, Portel)
- 10:00 Corrida da Água (10 km; Parque do Calhau, Monsanto)
- 10:30 Trilhos Carreiros do Pastor Arrimalano (17 km; Arrimal, Porto de Mós)
- 10:45 Corrida Cruz Vermelha Portuguesa (10 km; Parque Eduardo VII)

 Will you join us?
Runbraços

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Maratona de Munique - 09/Outubro/2011


Após alguma indecisão entre fazer a Maratona do Porto ( sem o António Mata não tem piada) ou outra, decidi que a minha segunda maratona de 2011 será a de Munique a 09 de Outubro, porque também tem a meia maratona ao mesmo tempo, o que é perfeito para a minha mulher poder fazer a sua primeira meia com a minha companhia, o meu apoio e um ambiente nas ruas Runtástico.

Três Semanas...Três Meia Maratonas!


Depois umas corridas de 10Km - mas não muitas - e da Corrida do Fim da Europa em Janeiro deste ano, achei que já conseguia fazer uma meia maratona. Assim, em Maio deste ano, fiz a minha primeira Meia Maratona: IX Meia Maratona dos Palácios.

Foi muito dura! Consegui acompanhar a Luisa Ralha nos primeiros Kms. Consegui fazer os primeiros 10Km em 55min, o que para mim foi um marco muito importante, pois, nunca tinha sido tão rápido. Claro que este entusiasmo teve a sua consequência. Ao km 18 já nao aguentava mais mas lá ia recebendo a motivação de cada um para continuar em especial do José Magalhães que me acompanhou algum tempo. Por fim, consegui terminar em 2:08!! Apesar dos cumprimentos que fui recebendo por ser a primeira, sempre senti que conseguia fazer melhor e que não iria desistir.
Desde esse momento, comecei a analizar todos os que correm e a pensar que deveria existir uma técnica qualquer para melhorar as minhas prestações com um menor consumo de energia. Depois de umas consultas, encontrei uma aula de um curso do MIT sobre a "Chemistry of Sports". São 40min que, sem dúvida, alteraram a minha forma de correr e, sobretudo, de poupar energia e conseguir correr de forma mais eficiente. Para muitos tudo é natural. É como ver uma criança a correr descalça. Nada mais facil. Para mim não era e ainda não é! Tenho muito para aprender...

Após algum estudo de biomecânica e, em especial, de muitos kilometros nas pernas, muitas horas sozinho a correr, fui melhorando dia para dia a minha capacidade respiratoria e muscular. Para vos dar uma ideia em Junho fiz 120km, em Julho 137km, em Agosto 191km e Setembro já fiz 155km. São muitas horas de treino mas que são largamente compensadas com o prazer de corre! Como me dizem, sofro mais quando não corro...

Todo este treino tinha como objectivo fazer três meia maratonas em três semana. A primeira aventura foi a de S. João das "Rampas" em consegui fazer em 1:58:43 (menos 10min que a primeira!). Nesta consegui fazer o meu PBT aos 5km (23:29s) mas depois começaram as subidas e o fôlego foi-se. Contudo, consegui cumprir o meu primeiro objectivo: concluir em menos de duas horas!

Uma semana depois, a 18 de Setembro, ja estava agendada a segunda: Meia Maratona do Porto. Com todos os ensinamentos e recomendações recebidas dos meus amigos mais experientes, consegui fazer uma corrida memorável. Desde o primeiro ao ultimo kilometro consegui manter-me entre os 4:52 e os 5:12min/km. Assim, consegui estabelecer o meu PBT para os 21,095km em 1:48:58 (menos 10min que a anterior)!! A temperatura estava excelente e o percurso é todo plano. Condições excelentes para fazer um bom tempo! Mas ainda faltava uma...

Uma semana depois, a 25 de Setembro, lá estava eu preparado para a terceira prova: Meia Maratona de Portugal. Depois bem posicionados relativamente à linha de partida, arranquei muito bem sempre a tentar acompanhar minhas as "lebres" Nuno Almeida e Nuno Marques. Apesar de ter feito os meus PBT aos 5km em 23:00 e aos 10km em 47:56min, fui depressa demais e as consequências chegariam mais tarde. Os 25 graus também nao ajudaram pois necessitei de repor alguns líquidos o que me fez perder tempo. Enfim, consegui terminar a minha terceira meia maratona em 1:50:53. Nada mau! Acabei cansado mas sem qualquer sinal de lesão o que foi muito bom.

Se há um ano, ou mesmo há seis meses, alguém me dissesse que eu iria ser capaz de fazer não uma mas três meia maratonas em três semanas, eu diria que só poderia estar louco. Se calhar estou mas o certo é que estas já cá cantam!

Aproveito para agradecer a todos os que acreditaram que esta loucura é possivel e me foram motivando durante os treinos. O essencial é acreditar que somos capazes de mudar e ir mais longe, sem nunca esquecer que temos de treinar com persistência para estarmos preparados para atingir os nossos objectivos. Como diz a sabedoria Zen: quando o aluno está pronto o mestre aparece!

Pelo Prazer de Correr!

RunAbraços

Link para "Chemistry of Sports"

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Vasco da Gama - mais fotos

E ainda não serão suficientes para se perceber o extrordinário espírito que reina nesta equipa "especial de corrida"

https://picasaweb.google.com/rrforfun/1109MeiaDaPonteVascoGama?authkey=Gv1sRgCIyPmLW8rKG8GQ#

A Primeira Meia-Maratona


E depois de tantas semanas de preparação para aqueles que foram fazer uma Meia-Maratona pela 1a. vez, como foram os resultados?

Um enorme calor, a falta de aquecimento antes da prova, a falta de condições para ir ao wc, a confusão no início da prova (onde alguns ainda teimam a ir a pé na partida).

É algo que não se prepara, algo que não se antevê, e mesmo assim, nestas condições os resultados dos estreantes foram... prometedores!

Mesmo com os conselhos dos mais experientes, quem corre uma meia-maratona pela primeira vez sofre. Pela distância, pelo esforço, pelo ritmo, pela alimentação, pela ansiedade de ser uma Meia-Maratona, por ser a primeira.

E esta não foi uma Meia-Maratona fácil. Nada fácil, mesmo. Além das condições adversas meteorológicas, organizativas e de logística houve ainda outro factor adicional: o da prova começar tão tarde (10:30) e com um fim previsto sempre para depois das 12:00.
Péssimas condições para fazer um treino, quanto mais uma prova, e logo de 21 Kms!

"Para a próxima será melhor!" E era isto que ouvimos aos estreantes à chegada? Que grande lição de determinação e de força de vontade. Todos nós, os mais experientes lembramos das dificuldades e dos sacrifícios que passámos na primeira Meia-Maratona. Mas esta demonstração de determinação no meio de tantas adversidades é, no minímo, exemplar e inspiradora!

Obrigado a todos vocês, companheiros de "aventuras", que nos motivam e incentivam a ir mais longe e mais rápido!

domingo, 25 de setembro de 2011

A minha meia maratona fotográfica


Hoje fui assistir à Meia maratona da Ponte Vasco da Gama. Fiquei mais ou menos a meio da Av. Infante Dom Henrique junto à entrada para Chelas. Quando lá cheguei, perto das 11h30 minutos já passavam atletas nos dois sentidos, poucos a regressar e muitos ainda em direcção ao Terreiro do Passo. Notava-se bem a diferença de ritmos. Eu arriscava dizer que uns iam ao dobro da velocidade dos outros. Tirei a máquina à pressa e lá disparei umas quinhentas fotografias.

As caras variavam muito. Uns claramente em esforço, cansados, nem viam o que se passava à sua volta, só pensavam em dar um passo atrás do outro. Outros usufruam do caminho, conversavam, diziam piadinhas. Outros ainda estavam concentrados em correr, apesar de não se notar um esforço exagerado ou um cansaço debilitante. Muitos sorriam para a fotografia e insinuavam-se, havendo mesmo quem exigisse uma foto e quisesse dar o email para depois comprar as fotos...  mal sabiam eles que eu sou só um amador da corrida que tem uma máquina fotográfica e que gosta de guardar umas fotos das caras dos corredores, das suas expressões e da alegria que é a corrida. Há sempre uma alegria que se sobrepoe ao sofrimento e que o esmaga, nem que seja no dia seguinte, até parece que não custa nada.

Aqui ficam os links das fotos. Não tem muitos critérios de selecção, nem de enquadramento, nem tratamento no photoshop, apenas eliminei aquelas que estavam desfocadas ou que me pareceu não interessavam a ninguém. Fiz para mim e partilho.

Links das Fotos

Só Run 4 Fun (as que já estão no facebook)

as restantes sem Run 4 Fun


São só os corredores. Espero que gostem.

Runabraços


Meia Maratona Vasco da Gama


Mais uma prova em ambiente de grande calor, mas num dia bonito.

Hoje fui "fotógrafo" tal como o Manuel Romano e o Alfredo Falcão que são muito melhores fotógrafos que eu. Vejam as suas reportagens no Facebook.

Para além disso, relembrei a minha 1ª Meia Maratona e fui acompanhar a Margarida Gonçalves que dando provas de grande persistência, apesar das dores e das dificuldades geradas pelo calor, conseguiu concluir a sua 1ª Meia Maratona que depois de acabada, "já não custou nada", como costumamos dizer.

Parabéns à Margarida, ao Tiago Ribeiro, ao Franco Wudich que também concluíram a sua 1ª Meia Maratona, ao Luís Paulo da Silva (não tenho a certeza se foi a 1ª) e a todos os nossos companheiros, que concluíram esta prova, em ambiente tão difícil.

Vi lá um sujeito que devia ser norueguês. Ele devia pensar que estava a correr em África, com aquele calor.

Uma menção para o Hilário Torres que apesar de quase não ter treinado nestas últimas semanas (sabem o que é um fasceite plantar....??? ele sabe bem........) concluiu a prova apesar das dores que, certamente, teve. Contou em parte da corrida com o apoio do Ruben Silva. Um abraço

Deu ainda para rever alguns companheiros como o Carlos Brasão e o João Carlos Conceição que só vi na reportagem do Alfredo Falcão. E o Francisco Sanches Osório que fez 3 Meias Maratonas no espaço de três duas (S. João das Rampas, Porto e Vasco da Gama) e conseguiu 1:50 o que, neste ambiente, foi muito bom. Grande Francisco.

E aqui estão as fotos

Runabraços

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Meia Maratona Vasco da Gama - Sugestão para ponto de encontro

Caros Amigos,

No próximo domingo, teremos mais uma edição da meia maratona Vasco da Gama.

Do que consegui apurar, seremos uma vez mais....muitos Run 4 Fun a participar, quer na meia quer na mini.

A corrida tem inicio às 10:30 e o último autocarro sai (junto ao CC Vasco da Gama) às 9:00.

Da experiencia que tive o ano passado, a partir das 8:30, a confusão é grande.

Sugiro que nos encontremos junto à entrada do CC Vasco da Gama entre as 8:00 e as 8:15 ("dead line"), por forma a conseguir-mos estar na fila dos autocarros por volta das 8:15.

Digam de Vossa justiça.

Runabraços

terça-feira, 20 de setembro de 2011

9º Challenge Openwater ANE


Este passado domingo realizou-se na barragem de Castelo de Bode, junto à Aldeia do Mato, a 9ª edição do Challenge ANE. 
Trata-se de uma competição incluída no XX Circuito Vale do Tejo de Águas Abertas e organizada pela Associação de Nadadores dos Estoris, da qual já fui sócio nos longínquos idos de 2002/2003. Daí também a minha preferência por esta prova em particular, por conhecer o profissionalismo da organização.
O programa era composto por provas de 10 km, 5 km, 1.5 km para Federados e uma prova de 1.5 km de divulgação. Foi nesta última que me inscrevi, na expectativa de passar um domingo diferente do habitual e matar saudades da natação em águas abertas.
Domingo levantei-me bem cedinho e lá me dirigi, juntamente com a família, para a Aldeia do Mato, a 140 km de casa. O dia estava ensolarado, se bem que muito ventoso.
Feito o check-in na organização e tendo recebido o numero 171 marcado a caneta nos ombros, mãos e costas (aqui não há dorsal e é proibida a utilização de fato isotérmico), dirigi-me para a zona do briefing. Pouco depois tinha início a prova de 1.5 km para federados e 5 minutos depois teria início a prova de divulgação. A água estava a uma temperatura agradável de cerca de 24ºC, boa para nadar. O vento causava alguma ondulação mas pouco significativa.
Foi dada a partida e lá começámos, 76 participantes, tentando dirigirmo-nos para a bóia amarela que, com dificuldade, vislumbrávamos lá ao longe. Uma das dificuldades técnicas da natação de águas abertas é precisamente a orientação, uma vez que temos os olhos ao nível da água e torna-se difícil avaliar se estamos a fazer um percurso em linha recta ou se, pelo contrário, percorremos distâncias maiores do que seria necessário. Muitas vezes seguimos apenas os que vão à nossa frente sem a certeza que eles mesmos estejam no caminho certo (os barcos de apoio fornecem pontos de referência adicionais, sobretudo para os primeiros). O percurso dos 1.5 km estava balizado com 3 bóias amarelas que delimitavam um trajecto triangular.
Os primeiros 100 a 200 metros são algo caóticos com nadadores a atropelarem-se enquanto tentam progredir na água. A partir daí, fui a controlar o meu andamento, pois sabia que a minha fraca preparação para uma prova destas (nado apenas uma ou duas vezes por semana, com treinos de 2000 m), para além da minha deficiente técnica de natação, não me permitiria forçar muito ou corria o risco de rebentar a meio.
Esta economia de esforço permitiu-me chegar bem ao fim e cruzar a meta ao mesmo ritmo do início, em 25’10’’, no 48º lugar, 3º do escalão (só éramos 6). O vencedor cortou a meta em 17’04’’.
Gostei muito de fazer esta prova, em que a organização correspondeu plenamente às minhas expectativas, e no próximo ano tenciono participar em mais.
Nas provas dos 5 km e dos 10 km estiveram presentes os campeões do costume, tendo a prova de 10 km (distância olímpica) sido ganha pelo Arseniy Lavrentyev (que foi 22º nos Jogos Olímpicos de Pequim) em 1h47:56.
Depois da prova almoçamos num bonito restaurante com vista para a barragem, o “Sabor da Pedra” em Alverangel. Apreciámos um bacalhau assado e umas belas espetadas de carne maronesa, que estavam uma delícia. Por fim foi hora de voltar para casa, depois de um dia bem passado.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

4ª Corrida da Linha "Destak"


Neste Domingo Run 4 Fun esteve em peso na 4ª Corrida da Linha, percorrendo a Marginal desde Carcavelos a Cascais, após a foz do Tejo com o Atlântico em pano de fundo.
Os caminheiros Run 4 Fun fizeram os 3km da caminhada entre o Estoril e Cascais.
A máquina fotográfica do Nuno Marques nem nos conseguiu captar a todos. Mas com numa foto diferente aqui estamos sorridentes após a chegada a Cascais.
Quem não deu ainda a manhã por terminada foi comer um delicioso gelado ao Santini (para repôr calorias), enquanto outros foram ao Mac Donalds (uma prova destas justifica um "deslize").

Logo a seguir, os Run 4 Fun que quiseram e puderam continuar a queimar calorias, fizeram o percurso de retorno a Carcavelos a correr ao longo das praias da linha, apreciando os corpos dourados ao sol e ao longo do passeio da Estrada Marginal nos troços onde não há praia.

Uma bela manhã com 20 km, a servir de treino para o próximo fim de semana na Meia Maratona de Portugal com início na Ponte Vasco da Gama.

Mais Fotos no Facebook, no Grupo Run 4 Fun > Aqui.
RunAbraços.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Corrida do Destak - Levantamento de dorsais

Caro Amigos,

Já me informei junto da Xistarca e alguns companheiros já levantaram o Seu dorsal.

Neste momento (sexta-feira às 16Horas), ainda existem cerca de 8 dorsais por levantar.

Amanhã irei a Cascais levantar o meu.

Se alguém quiser que eu levante o Seu respectivo dorsal, envie-me pls um email (nmarques@totalstor.com ou SMS para o 937204707) com o nome e data de nascimento (foram os dados que a Xistarca me pediu para entrega de dorsal).

Levarei os dorsais comigo e marcamos encontro entre as 8:30 e as 9:00, junto à partida...seremos muitos e todos de laranja :) .

Runabraços

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Corrida 5K@EASD 2011



Hoje o Run 4 Fun esteve na Corrida 5K@EASD 2011. Corrida e caminhada de 5 km que se realizou no Parque das Nações.
Integrado no Mega Encontro anual da Associação Europeia para o estudo da Diabetes, que este ano decorreu em Lisboa, tendo como anfitriã a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal.
Evento de relevância científica no âmbito da qual se realizou esta corrida e caminhada de 5 km, no Parque das Nações, percurso que é muito bem conhecido pelos atletas Run 4 Fun, um dos principais circuitos de treino da nossa equipa.
Muitos corredores e caminheiros eram participantes no referido Encontro, originários dos diversos países Europeus. Também muitos participantes portugueses que aproveitaram a oportunidadede de participarem na corrida e caminhada com estas características.
Na foto, caminheiros e corredores Run 4 Fun antes da prova ter iniciado, tendo ainda chegado mais atletas que tiveram diculdades nos acessos.
A prova iniciou-se pelas 18:45 a meio da semana, o que impediu a participação de outras pessoas que gostariam ter participado neste evento.
Mais Fotos > Aqui.
RunAbraços.

GP de Queluz



No último Domingo, o Run 4 Fun também esteve no Grande Prémio Cidade de Queluz "Prémio Manuel Faria 2011".
Prova de 10 km com algumas subidas ligeiras, com partida em frente ao belo Palácio Nacional de Queluz, constituída por 2 voltas a um circuito urbano pelo centro de Queluz.
O Run 4 Fun esteve bem representado, aqui em pose na foto junto à estátua da Raínha D. Maria I.
Vários participantes da nossa equipa também tinham feito na tarde anterior a Meia Maratona de São João das Lampas.
RunAbraços.

domingo, 11 de setembro de 2011

Caminhos de Santiago

Caros amigos,

Esta não é sobre corridas, mas sobre caminhadas. Julgava eu que as corridas eram mais difíceis que as caminhadas. Enganei-me............

Para se obter a "Compostela" o certificado de se ter feito o Caminho de Santiago, é necessário fazer, pelo menos, 100km a pé ou 200 km de bicicleta. Também é necessário pedir a "credencial do peregrino" que atesta que fizemos o caminho e se quisermos ficar nos albergues. Na credencial vão sendo postos os carimbos e datas das nossas passagens por albergues, restaurantes, lojas por onde passamos a caminho de Santiago.

Existem vários caminhos para Santiago de Compostela, o mais famoso dos quais, o caminho francês que tem cerca de 800 kms, com início em França em Saint Jean Pied de Port, nos Pirinéus. Faz-se, a pé, em cerca de 30 dias. Conhecemos, no nosso caminho para Santiago de Compostela, um sueco que nos disse tê-lo feito em 19 dias. E nós vimos o ritmo dele, que era muito alto.

Nós fizemos o caminho Português que pode ter vários pontos de partida, sendo o mais conhecido o que começa no Porto. O nosso início foi em Ponte de Lima no dia 30 de Agosto, 3ª feira, com perto de 150 km até Santiago. Na noite anterior, pernoitámos no albergue de Ponte de Lima, que tem óptimas condições ao preço de 3 euros por cabeça (económico......), numa camarata com cerca de 25 camas. É claro que usei os meus tampões para os ouvidos. Existem sempre alguns "roncadores"....ehehhehe.....

Saímos de Ponte de Lima por volta das 7 horas da manhã, cada um com mochilas com mais de 8 kg. E daí seguimos para Valença a 36 km, que nos levou perto de 9 horas.

O tempo estava encoberto, o que foi bom. A maior dificuldade foi a serra da Labruja, o único verdadeiro troço de montanha neste caminho. E nós levámos calçadas botas de montanha!!!! No fim do dia eu tinha uma bolha enorme, no calcanhar do pé direito. Nada que um "compeed" não possa resolver. Ficámos no albergue de Valença que tem dois quartos, para além das camaratas. Como fomos o 2º casal a chegar a rececionista deu-nos um quarto. E nesse dia dormi maravilhosamente, sem precisar de tampões nos ouvidos.

No 2º dia, quase sempre a chover, saímos de Valença ás 7 da manhã e fomos até Redondela. Nos guias dizem que são cerca de 30 km, mas na realidade, dado existir um desvio em Porrino, foram quase 40 km. Demorámos 10,5 horas. E no fim do dia eu estava muito mais em baixo do que quando acabei a minha mais difícil maratona. A bolha no calcanhar tinha alastrado da parte de baixo do calcanhar para a parte de trás do calcanhar e tinha uma nova bolha no dedo pequeno do pé direito. A Luísa também estava cansada, mas em muito melhor estado do que eu. para além de não ter quaisquer bolhas nos pés.

O albergue estava cheio pelo que ficámos num albergue privado num quarto com três beliches de duas camas. Aí vimos um sujeito que tinha vindo de Braga e que não conseguia andar mais. Para ele, o caminho acabou ali.

Fomos jantar com o nosso amigo Zoltan, o sueco que fez o caminho francês em 19 dias e tivemos uma conversa muito interessante, comparando a vida em Portugal e na Suécia. O Zoltan que é húngaro de origem , vinha de Barcelos, ia para Santiaho e depois para Finisterra, mais 3 dias de caminho. Ele é um caminheiro experimentado.

No 3º dia, saímos de Redondela perto das 9:45 depois de termos tomado o pequeno almoço pois eram "apenas" 18 km de caminho. O tempo esteve a maior parte nublado, com algumas abertas de sol. Demorámos cerca de 5,5 horas. Almoçámos em Pontevedra cerca das 15:30 num restaurante onde o menu do peregrino eram 6,5 euros. com refeição completa (económico...:).

O albergue de Pontevedra é excelente, com 2 dormitórios em beliches e com área para lavagem com máquinas de lavar roupa e de secar. Ao preço de 5 euros por cabeça, bem mais "caro" que os 3 euros nos albergues portugueses. A etapa da volta à Espanha terminou nesse dia em Pontevedra, muito perto do albergue. Só o soubemos depois.... Aproveitámos para visitar Pontevedra que é uma cidade muito bonita. E estava o Sol a brilhar, ao fim da tarde.

No 4º dia, mais 23 km de Pontevedra até Caldas dos Reis. Troço com vários pontos bonitos, com calçadas romanas, como em quase todos os dias, com exceção do 2º. Aproveitámos para molhar os pés num ribeiro muito simpático perto de Arcade que, dizem, tem das melhores ostras do Mundo. Havemos de lá voltar, para comprovar. Na parte final da caminhada fomos a falar com o Mateo, um jovem italiano de 18 anos, que com mais três amigos, todos escuteiros, entre 16 e 18 anos, estava a fazer o caminho desde o Porto. O Mateo é de Reggia de Calabria e quer entrar em Medicina. Uma conversa muito agradável

Jantámos em Caldas dos Reis com os nossos amigos Ricardo Nogueira e Paulo (dois experientes caminheiros) , mais o casal Mota num restaurante cujo dono não se devia lavar com regularidade (........pelo respetivo cheiro) mas cuja comida era agradável e ao preço de 8 euros por cabeça, ementa completa.

No 5º dia, de modo a podermos chegar mais cedo a Santiago resolvemos não ficar em Padrón e seguimos até Teo. No entanto, almoçámos em Padrón, com uma entrada dos famosos pimentos Padrón (verdes apimentados) mais uns "chipirones" e depois uma "paella" que estava muito bem. Aqui o preço não foi tão económico, mas foi muito agradável. Fizemos cerca de 27 km num total de 9 horas.

Em Teo fomos jantar com umas "tias" italianas, experientes caminheiras todas aparentando ter mais de 60 anos, que também vinham do Porto. Eram de Milão, chamavam-se Adriana, Ana e Daniela. As duas primeiras gostavam de beber um cálice de vinho do Porto no fim do jantar. Uma conversa muito interessante sobre Portugal e a Itália. Berlusconi, Mourinho, um "belo uomo" segundo a Adriana que, por acaso, era adepta do Inter. Curiosamente duas das nossas amigas italianas caminhavam com sandálias e a outra com umas Salomon XA Pro de trail. E tinham mochilas pequenas de menos de 30 litros.

No 6º dia saímos de Teo às 7 horas, ainda noite e demorámos 3,5 horas a chegar a Santiago. Fomos de imediato pedir a nossa "compostela", à oficina do peregrino. Seguimos depois para a missa do peregrino às 12:00 horas, onde já não tive lugar sentado. Tinha uma bolha enorme, desde o 3º dia, no pé esquerdo que me doía imenso. Tanto que quase não conseguia estar de pé e tinha que me sentar no chão.

A exibição do "Bota-Fumeiro" durante a missa do Peregrino é um verdadeiro espetáculo. É um contentor de incenso, preso por uma corda enorme ao teto da Catedral, que tem um mecanismo que o faz balouçar cada vez mais rápido até quase atingir a vertical. No final até houve palmas, isto durante a missa.

Em Santiago ficámos esse dia e mais o dia seguinte, num belo hotel, para aí a 50 metros da Catedral. Já não dava para albergues............ Santiago é a capital da Galiza e uma cidade muito bonita com um centro histórico magnífico com excelentes restaurantes, dos quais saliento a "Taberna do Bispo". Tem umas tapas, umas ameijoas, uns mexilhões, etc. que são de altíssima qualidade. Fomos lá jantar nas duas noites que estivemos em Santiago.

E depois seguimos para o parque da Peneda-Gerês onde passámos 4 dias. Outra zona fantástica.

Em resumo, recomendo o Caminho de Santiago que pode ser feito por razões de fé, de gosto, de prazer, mas que é uma jornada inesquecível onde se podem ver paisagens muito bonitas, conhecer pessoas muito interessantes e desfrutar das belezas naturais que existem em grande quantidade e de grande qualidade.

Runabraços

PS: Aqui estão algumas fotos seleccionadas. Foram quase 700

sábado, 10 de setembro de 2011

35ª Meia Maratona São João das Lampas



Hoje o Run 4 Fun participou na Meia Maratona de São João das Lampas, uma prova com créditos firmados no calendário nacional que já vai na sua 35ª edição.

Muitos atletas, realizam nesta Meia Maratona o arranque de mais uma época, época para a qual desejo que obtenham muitas felicidades.

Esta prova também conhecida pela Meia Maratona de São João das "Rampas", pelo seu relevo em sobe e desce, é uma das Meias Maratonas de estrada com mais "sobe e desce", com 2 percursos circulares, num formato parecido a um "8".

Uma boa participação Run 4 Fun tanto na Meia Maratona como na caminhada, aqui está a nossa equipa em pose sorridente, antes das subidas e descidas, pois claro.

No fim, estava uma tenda com melancia para todos, para recuperar desta prova.

Mais Fotos > Aqui.

RunAbraços.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Autocarro de Lisboa à Maratona do Porto



Para quem vai à Maratona do Porto a 6 de Novembro, uma alternativa para deslocação:
Vai haver autocarro de Lisboa no sábado dia 5 Novembro de manhã, para a feira da Maratona (Palácio de Cristal). Depois da Pasta Party, deixa os atletas na Rotunda Boavista (Hotel Douro) e em Gaia (Hotel Mercure), hotéis patrocinadores da Maratona. Deste último, em Gaia, há partida e regresso para o local da prova no domingo. Regressa a Lisboa no domingo, com recolha dos atletas nos mesmos hoteis.
Contacto: http://mariasemfrionemcasa.blogspot.com

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Corrida da Cruz Vermelha Portuguesa - Corre por um Portugal mais feliz




Uma vez mais podemos fazer o que gostamos apoiando causas sociais importantes...deixo a sugestão.

É já no próximo dia 02 de Outubro que Lisboa acolhe a Primeira Edição da Corrida Cruz Vermelha Portuguesa. “Corre por um Portugal + Feliz” é o mote dado a esta prova desportiva de atletismo, cujo objectivo é sensibilizar e angariar fundos para o programa de solidariedade social “Portugal + Feliz”.

Com partida às 10h45 e chegada prevista para as 12h45, junto ao Parque Eduardo VII, esta é uma prova que inclui um percurso de 10.000 m (10 km) e uma caminhada de 3.000 m (3km).

O preço de inscrição é de 8 Euros para a corrida e 6 Euros para a caminhada. A partir do dia 26 de Setembro, o custo será de 10 e 8 Euros, respectivamente.

“Portugal mais Feliz” foi criado especificamente para apoiar as famílias mais carenciadas e vulneráveis à crise que o país atravessa. Tem um carácter inovador, no sentido em que procura soluções, simultaneamente, individuais para cada elemento da família e integradas com os problemas globais que afectam a família no seu todo. O apoio dado as famílias abrange várias áreas como a alimentação, apoio financeiro, desenvolvimento de competências pessoais e sociais, integração escolar e/ou profissional, saúde e outras que se revelem necessárias e adequadas.

Runabraços

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Corrida da Festa do Avante


Domingo de manhã pelas 9:30, o Run 4 Fun participou na Corrida da Festa do Avante, na Amora, Seixal.
Corrida com inscrição gratuita com uma boa quantidade de participantes. Partida junto à porta de acesso ao lago, por um percurso de 11,6 km quase todo plano com uma temperatura amena, percorreu a marginal ribeirinha da baía do Seixal, desde essa entrada da Festa, na Amora, até ao centro do Seixal, e retornou, para terminar com a Meta no interior, junto ao lago.
Na foto, eis os participantes da equipa RUN 4 FUN no final da Corrida.
Com a conclusão da corrida recebemos um "Diploma" que dava acesso ao último dia da Festa, o que alguns aproveitaram, como foi o meu caso, que fui ver os Amor Electro e os Xutos & Pontapés e uns comes e bebes.
Mais Fotos > Aqui.
RunAbraços.

Trail Noturno das Lebres


Neste Sábado à noite, o Nuno Tempera e eu participamos pelo Run 4 Fun no Trail Noturno das Lebres, com início e fim em Palmela, no Clube de BTT de Vale de Barris, organizado pela Associação de Atletismo Lebres do Sado.
Às 21:00 iniciou-se esta prova noturna de 15 km percorrendo o Parque Natural da Serra da Arrábida, num percurso misto, maioritariamente em caminhos e estradões, passando por estradas e por trilhos pela Serra da Arrábida, nos arredores de Palmela e de Setúbal.
Com alguns declives significativos, apenas se viam as luzes dos frontais a moverem-se no escuro. Um abastecimento recheado de figos saborosos. No topo voltado para Setúbal, realçava-se lá em baixo a cidade de Setúbal brilhando à noite, após o que terminamos no local da partida, onde nos esperava o convívio com caldo verde, pão com chouriço e vinho da região.
Uma noite bem passada numa prova que tem pernas para continuar.
Mais Fotos > Aqui.
RunAbraços.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

5K@EASD run/walk

Uma corrida de 5km, na zona da expo, durante a semana. Pode ser um treino diferente.

Esta corrida está associada à importância do desporto na doença de diabetes e a um congresso que se realiza nesta altura.
As inscrições são gratuitas.
Runabraço

José Magalhães

Feliz Aniversário

Este mês de Setembro estão de parabéns os nossos atletas:

1 de Setembro Jorge Esteves
3 de Setembro Margarida Gonçalves
4 de Setembro Nuno Sentieiro Marques
10 de Setembro Eduardo Correia
11 de Setembro Paulo Curto de Sousa
14 de Setembro Bernardo Correia
14 de Setembro Miguel Correia
17 de Setembro Ruben Silva
21 de Setembro Luís Pedro Santos
23 de Setembro Raquel Cardoso
25 de Setembro Vasco Pipa
26 de Setembro Rita Felizol

Fazemos votos de um feliz aniversário!

Que possam sempre celebrar o Dom da vida, cercada de ternura e amor dos amigos que sabem cativar.

Continuem a privilegiar-nos ao partilhar a vossa amizade.

Run 4 Fun, pelo prazer de correr