quinta-feira, 23 de junho de 2011

XXV Escalada do Mendro




Deslocação no feriado nacional à planície alentejana para participar na XXV Escalada do Mendro, na Vidigueira, prova de atletismo de 11 km integrada no Circuito Nacional de Montanha 2011, incluíu caminhada e corridas jovens, organizadas pela Câmara Municipal da Vidigueira, com colaboração de Terras de Aventura, Associação de Atletismo de Beja e Clube da Natureza do Alvito, maioritáriamente em estradões e caminhos de terra batida.

Partida junto ao complexo de piscinas da Vidigueira, após uma parte inicial em estrada, percorreu um circuito em terra batida, com subidas acentuadas até às antenas no Alto do Mendro (a cerca de 200m de altitude da partida), após o que regressou globalmente em descida por um percurso diferente, para a Vidigueira. No Alto do Mendro vislumbrava-se em redor uma boa paisagem da extensa planície alentejana.Bom apoio no decorrer do percurso, particularmente dos bombeiros. Cronometragem na chegada por processo que não incluiu chip electrónico. A ineficácia no controlo antes da partida foi o que mais destoou.

Prova sem custo de inscrição (gratuita), no momento do levantamento do dorsal, os participantes receberam uma pulseira com a qual, após o fim da prova e do duche, se pôde passar uns momentos bem passados no complexo de piscinas da Vidigueira, com excelentes condições, com várias piscinas cobertas e ao ar livre para gostos diversos. Enquanto se aguardava o almoço convívio bem concorrido, ao qual a pulseira também dava acesso. E uma garrafa de vinho tinto da terra para cada participante.

Uma boa jornada de exercício físico, turismo, almoço e convívio que o Municipio da Vidigueira proporcionou a quem se deslocou a esta localidade alentejana, bom cartão de visita para uma zona interior à procura de visitantes.

RunAbraços.

6 comentários:

Teodoro Trindade disse...

Para quem pensa que Alentejo é só planície, cá está o desmentido.

Parabéns José Carlos, foi certamente um dia bem passado.

Estranho não haver no texto referência ao famoso "isostar" da localidade. Talvez uma quebra no stock.

:-)
Abraço

Carlos Melo disse...

Nem mais, Teodoro:

O lema da Vidigueira é "terra de pão", mas sabemos também que é uma terra de vinhos.

Num evento como este nessa localidade, esta prova divulgou convenientemente o vinho da região. Cada participante recebeu como recordação uma garrafa de tinto da terra do Vasco da Gama. E no almoço, houve vinho da região para os comensais.

Esquecimento imperdoável... já completei o texto.

João Ralha disse...

Que maravilha!!!

Estás sempre a descobrir novas "pérolas". Mais uma a ficar na "wish list" do próximo ano. Até deu direito a piscina.

Esperemos que a crise não ataque o Município da Vidigueira que concordo tem uma excelente reputação no "néctar dos deuses" ou "isostar" como lhe chamou o Teodoro

Runabraços

Joao Fialho disse...

E que bom "isostar" que por lá se produz!

Abençoadas terras, e engenhosas mãos que produzem esse néctar de inefável aroma!

Luis Matos Ferreira disse...

Grande Carlos! Tal como diz o João Ralha, és mestre em encontrar estas "pérolas" do atletismo popular. Aliás, continuas a ir a todas. És uma referência de envolvimento desportivo e da sua divulgação através dos teus magníficos relatos.

Runabraços

PFernandes disse...

Mais uma prova 5* que partilhei com o meu amigo.
Paisagens de cortar a respiração e um carrossel de sobe/desce fantástico...
Para o ano lá estaremos!

Abraço,
Paulo Fernandes
(Lebres do Sado)