sábado, 4 de junho de 2011

Solidariedade atlética

Ontem às 22:00, tinha início debaixo da pala do Pavilhão de Portugal a ultra que ia de Lisboa a Fátima. O Aníbal Lopes e o Gustavo Santos iam participar e por isso a Luís a e eu fomos até lá, para apoiar.

Chegados perto das 21:20, estava lá o comício do PS com o inefável Sócrates a perorar. Confirmei com o Aníbal e com o Luís Ferreira por telefone e era suposto a partida ser ali. Dos atletas.......nem sinal. Demos duas voltas ao Pavilhão e nada. . .....Concluímos que ali não seria a partida. Vimos então um atleta equipado com Camelback e bastões que também andava à procura da partida. Era espanhol de Rioja (zona de Burgos) e estava com a filha. Completamente perdidos....

Ligámos à Margarida (a nossa filha) para ela ver na Internet se sabia alguma informação (a corrida era organizada pelo Mundo da Corrida) e ela lá nos conseguiu arranjar um telemóvel, através do qual soubemos que a partida tinha sido alterada para o Rossio do Levante, onde será amanhã a partida da corrida do Oriente. Já eram perto das 22:00. Apanhámos um táxi e lá chegámos. Ainda a tempo.

O nosso companheiro espanhol que se chamava Vellilla estava uma pilha de nervos, o telemóvel não funcionava e ainda por cima, deram-lhe o dorsal nº 13, um número promissor. Ainda por cima o sujeito do Mundo da Corrida chamava-lhe Vilela e ele dizia que era Vellilla e disse que significa uma pequena aldeia, em Espanha. Enfim...... Explicaram-lhe que tinham ligado para ele em Espanha mas quem atendeu foi a mãe, já de idade, que pelos vistos não percebeu nada da mensagem que lhe queriam transmitir.

A sorte dele foi a Luísa se ter interessado e não desistir de encontrar uma solução. Senão tinha feito quase dois mil km....... para nada.......

Lá seguiu ele quando deram início à corrida e esperamos que chegue bem, depois dos mais de 140 km que terá que percorrer. E ainda deu para tirar uma foto.

Runabraços

4 comentários:

Alfredo Falcão disse...

Força Vellilla!

Joao Fialho disse...

João, são estes exemplos que nos distinguem e nos enchem de orgulho por pertencermos a um grupo de amigos que gosta de correr.
Acima de tudo o espiríto de entre-ajuda e camaradagem.

Parabéns!

Eduardo Correia disse...

Fico satisfeito em saber que ainda existem pessoas que gostam de ajudar. Mais um amigo espanhol para nos acompanhar na corrida do Guadiana 2011!

Paulo Gonçalves Marcos disse...

Uma excelente iniciativa. Uma forma de estar e de ser.
Run 4 Fun.