domingo, 24 de abril de 2011

Um PBT por acaso

Caros amigos,

Na corrida do GP de Constância, ontem realizada bati, por mero acaso, o meu PBT dos 10 km, que era de 2008.

A razão para participar na corrida foi conhecer a cidade que vi quando fizemos os "Trilhos de Almourol", aqui há algumas semanas. Quando passei em frente pareceu-me muito bonita, apesar do cansaço que já tinha, na altura. A ideia de irmos à prova foi da Luisa. Uma razão adicional foi o Nuno Marques se ter oferecido para organizar o almoço que criou grande expetativa, quanto às "fataças" grelhadas.

Estou há 12 semanas a treinar para a Maratona de Estocolmo que espero fazer no próximo dia 28 de maio. Neste período de tempo fiz 54 treinos, num total de perto de 620 km, sendo 7 corridas, das quais 3 foram "trails" (Sicó, Pastor e Trilhos de Almourol). Nos "trails" as subidas são feitas em regra, a andar, pelo que sentia que estava relativamente "lento". A corrida em Constância seria um treino de "ritmo" algo pequeno, pois no meu plano, para esse dia, estava previsto um treino de 22,5 km de extensão.

Começámos a corrida com uma pequena rampa onde, por me sentir bem, começei a andar relativamente rápido. Isto porque passei, logo no princípio, o Zé Magalhães que ia junto com o Nuno Tempera. O Zé costuma começar as corridas num ritmo mais elevado do que o meu.

Não uso GPS.....ainda estou na idade da pedra....:-), apenas um Timex que permite tempos parciais. Aos 3 km vi que tinha 14;20 ou seja, ia rápido para o meu normal mas estava a sentir-me bem. Aos 5 km tinha 23:40, quando vi novamente o parcial. A partir daí, começei a controlar o tempo, km a km. E fui fazendo 4:32 ou 4:33/km até ao 8º km. No final do 7º km já me estava a sentir cansado, mas sentia que podia fazer um bom tempo.

Desde para aí, os 3/4 km eu vinha atrás de uma atleta chamada Sílvia Sobreira do CDUL, que já tinha referenciado em anteriores provas e que era o meu "alvo", ou seja, o meu objetivo passou a ser conseguir ultrapassá-la. E ela esteve sempre visível na minha frente, umas vezes mais perto, outras mais longe. Embora eu não a conheça, tenho que agradecer-lhe por ter mantido sempre um bom ritmo.

Nos dois últimos km, todo "roto", tive que puxar pelas reservas mentais, tanto que nem sequer vi a passagem do 9º km. Fiz um sub-total de 8:49, ou seja uma média de 4:25/km. E no final não consegui passar a Sílvia Sobreira, que ficou à minha frente por seis segundos, ou seja perto de 20 metros. Fiz 46:08 e bati o meu anterior PBT que era de 47: 26 na corrida dos 60 anos do Metro em Dezembro de 2008, que começou em Sete Rios e terminou nos Restauradores, sempre a descer, desde o Saldanha. Esta foi praticamente plana.

E assim bati eu o meu PBT, nesta corrida especial não apenas para mim pois, pelo menos, o Nuno Almeida, o Jorge Pinheiro e o Nuno Tempera também bateram os seus PBT´s em 10 km.

Deve ter sido do ar do campo (???!!!), da proximidade do rio Zêzere (???!!!!), do tempo que estava muito bom para correr.!!!!!!! ou da beleza da paisagem, mas foi por acaso, sem planeamento especial para a ocasião, o que talvez também não seja mau, pois não havia qualquer "stress".

Contem também algumas histórias dos vossos PBT´s...... para podermos aprender....

Em cima, foto com a maior parte dos participantes Run 4 Fun

Runabraços

7 comentários:

Ndda disse...

Cá vai a minha versão, João.
PBT 10Kms, 43m09s, 4m17s/Km
Fui puxado pelos rápido arranque do Nuno Marques e do Jorge Pinheiro. O Jorge foi suavemente descolando até ao final da prova (aos 5Kms ia com mais de 100m).
Até ao 7º Km, na companhia do Nuno (passagem a uns respeitosos 30m 41s) perguntei-lhe se me acompanharia até ao Jorge, mas como estava de barriga cheia dos seu recente PBT de 41m decidiu manter-se naqueles 4m20s de média. ;-)
Entretanto o Jorge fugia no horizonte com grande pedalada e uns seguros 200m de avanço.
Fui rebocado pelo laranja da camisola R4F do Jorge e que 300m da meta e a subir tivemos um final alucinante com registos no minuto 43.
Km 8 -4m09s;
Km 9 -4m08s;
Km 10 –3m58s
Parabéns e Obrigado ao Nuno e Jorge Pinheiro, sozinho teria sido impossível.
Parabéns aos PBT’s, Jorge 43m, João Ralha 46m e menos 1m.. Dez 2008 já foi há muito tempo e Nuno Tempera 49m a evolução só acontece quando registamos e comparamos as performances.
Abraços,
NDA

Nuno Sentieiro Marques disse...

Eu ainda sou novato nestas coisas, como tal passei o último ano e meio a bater PBTs :-)...obviamente à conta de muitos treinos, na serra, no Jamor, na expo, em Oeiras e quase sempre muito motivado pela companhia do João Fialho (o homem quando quer apertar...aperta mesmo e ainda bem, porque os resultados aparecem).

Penso que na nossa área... RUN 4 FUN, existem muitos factores que condicionam os resultados atingidos. Não fazemos das corridas a nossa vida, mas a nossa vida inclui as corridas como forma de nos ajudar a ser mais saudáveis com diversão, convivio e partilha.

Temos dias melhores e dias piores, em função do clima, da alimentação do desgaste da semana laboral...de uma data de coisas que não temos forma de controlar e por vezes nem nos apercebemos.

Realmente a prova de Contância tem condições fantásticas para fazer bons tempos...a quantidade de PBTs atingidos comprova isso mesmo.

No meu caso, foi o pior tempo aos 10Km este ano (rondei os 45min e à conta do reboque do Nuno Almeida nos primeiros 7Kms, senão teria sido bem pior).

Tivemos o diluvio da caparica (rodei junto aos 44m), o sobe e desce de monsano na corrida da arvore (43 e picos) e na prova do SLB à 2 semanas atrás, num percurso que não era fácil e com bastante calor...arrasei com 41:36...vá lá a gente entender estas coisas.

Amanhã lá estaremos para mais outra...veremos como corre :-).

46 disse...

Grande João... agora é treinar para sub 45...

Parabéns.

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Qual é o segredo de Constância? Consegui o PBT sem "muito sangue". E o Nuno Almeida concluiu a prova com grande ritmo. Obrigado e parabéns a todos os corredores laranjas

Luis Matos Ferreira disse...

Muitos parabéns João!!!
Excelente tempo! Estás pronto para baixar dos 45 minutos, como quem não quer a coisa...
Parabéns também ao Nuno Almeida, ao Jorge Pinheiro e ainda ao Nuno Marques pelo seu recente PBT!
Esta equipa está sempre a melhorar!

Joao Fialho disse...

Parabéns João. Consegues ainda melhorar!

Paulo Gonçalves Marcos disse...

O relato do Nuno é esclarecedor das vantagens do benchmarking...tb me lembro no dia em que rodei os 41m e que foi por causa do João Paulo Gomes Gois que fugiu e eu fui atrás dele...eu, o Miguel SanPayo, o Bruno Bastos Silva, etc....

E como diz o Nuno, isto depende de tantas coisas...vá lá um homem entender....

E claro que o João Ralha anda especializado em Maratonas, por isso isto dos PBT´s nos 10km virão por acaso e não programados...ele vale 43m....