domingo, 24 de abril de 2011

24º GP Páscoa - Constância

Num dia propício para a corrida, sem Sol, tempo fresco, com alguma humidade, reunimo-nos na bela cidade de Constância, na altura das festas da Nossa Senhora da Boa Viagem. Uma cidade bonita, bem conservada, com muitas casas para venda, com uma vista soberba sobre o Zêzere.

"Numa pequena colina, na confluência do Zêzere com o Tejo, está Constância, também conhecida por Vila Poema, por causa da sua ligação a diversos poetas. Mas para muitos outros, a vila torna-se ela mesma em poesia em Abril, durante as Festas da Boa Viagem, quando toda a vila é decorada com flores de papel. .......Há quem defenda arreigadamente que Luís de Camões viveu em Constância durante algum tempo, quando tinha 23-24 anos, cumprindo penas de amor - e como que a prová-lo, apontam uma casa situada à beira Tejo, a Casa dos Arcos (séc. XV), como sendo a do nosso grande poeta épico. Verdade? Mentira? É difícil prová-lo. O melhor é acreditar!" texto de M.Margarida Pereira-Müller em http://www.aaaio.pt/public/ioand448.htm

Um grupo de companheira(o)s participou na corrida e alguns na Caminhada, efetuada ao longo da margem do Zêzere, num percurso sem grandes dificuldades, com uma ligeira rampa com 100-200 metros a subir, no início da corrida e a descer no final.

Uma chuva de PBT´s, em 10 kms; Nuno Almeida 1 semana após a Maratona de Madrid, Jorge Duarte Pinheiro, João Ralha (ao fim de 3 anos), Nuno Tempera e não sei se mais algum. É favor comentarem...

Depois da corrida, duche no Parque de Campismo, onde a maior parte dos chuveiros tinha água fresquinha, excepto um, que alguns sortudos apanharam, que tinha água quente. A seguir, partida para Boquilobo para a parte mais aguardada desta "deslocação", o almoço.

Um grupo de 21 pessoas convergiu para o "Retiro da Fataça" já descrito pelo Nuno Marques em "post"anterior. A especialidade da casa são as fataças na grelha e as enguias. As fataças, noutros lugares, chamam-se taínhas (em Lisboa) ou muge ( no Alentejo). Dizem que sabem aos lugares onde andam, o que na zona de Lisboa não será muito agradável, pela poluição. Daí a sua má fama, para alguns. Mas outros, dizem que, para montante do Tejo a partir de Vila Franca de Xira, já não há problemas de poluição e daí ser a taínha ou fataça um peixe muito apreciado nessas zonas

Devo dizer que, nunca tendo provado as taínhas, gostei das fataças, tal como a generalidade dos companheiros que as saborearam. Antes das fataças, uns queijos e umas enguias fritas que estavam uma delícia. A acompanhar, um vinho branco, com algum gás, 10º de teor alcóolico, adamado (com um toque doce) e que dizia no rótulo "feito com vários vinhos da CE" !!!????. Outra informação no rótulo era "Angola:não é permitida a venda a pessoas com menos de 18 anos" !!!!... Na verdade, este "vinhito" ligou muito bem com as fataças.

No final, a conta foi uma agradável surpresa. Os nossos agradecimentos ao nosso companheiro Nuno Marques, o nosso "organizador-mor" que mais uma vez preparou tudo com o máximo detalhe, desde o estacionamento, o levantamento dos dorsais, até ao almoço, passando pelo duche no parque do campismo. Ó Nuno, cuidado, que a gente habitua-se......

Nuno, muito obrigado pela tua disponibilidade e amizade.

E já que falámos mais do almoço do que da corrida a foto é......do almoço

Mais fotos aqui. As das fataças não estão grande coisa, porque o fotógrafo está muito abaixo do nível dos nossos Photo4Ever.

Runabraços

6 comentários:

Carlos Melo disse...

Dois prazeres juntos, de fazer água na boca. Grande jornada desportivo-gastronómica da grande família RUN 4 FUN!

RunAbraços.

Jorge Esteves disse...

Foi realmente uma jornada memorável. Teve desporto, convívio, gastronomia e passeio!
Em relação ao tempo oficial temos quase 30 segundos a descontar.
E amanhã mais uma prova com a presença dos R4F!

Nuno Tempera disse...

Mais uma corrida onde o RUN4FUN esteve em peso, com o companheirismo habitual, com um almoço único onde apareceram uns peixes duvidosos mas saborosos (eu fiquei pelas costeletas), um vinho branco saboroso (mas em pouca quantidade pois alguém tinha muita sede) e um bolo de bolacha que parecia desaparecer.
De regresso conseguimos um magnifico condutor, estando eu a ressacar o meu primeiro PBT. Obrigado e até segunda 25 de Abril.

Ndda disse...

Mais uma jornada memorável dos RUN4FUN.
Agradecimentos ao Nuno Marques por mais uma desmarcada organização, João Ralha pelo artigo a todos os restantes pela performance do grupo e companhia num fantástico ambiente familiar.
Quanto á corrida, 43m09s: Fui puxado pelo Nuno Marques até 7Km com passagem de 30m 41s e rebocado pelo Jorge Pinheiro até ao final a subir e com apenas 13m e 28s nos últimos 4 Kms. Obrigado a ambos, Nuno e Jorge Pinheiro, sozinho teria sido muito mais difícil. Parabéns aos PBT’s, não era o percurso ideal… Uma palavra de apreço ao João Fialho que apesar de lesionado, se deslocou quase 250kms para apoiar e conviver num espírito de solidariedade.
No que concerne á refeição está tudo no post do João Ralha.
Abraços e bons Kms NDA

Nuno Sentieiro Marques disse...

Caros Amigos,
O relato do João, uma vez mais e tal como nos tem habituado, simplesmente fantástico.
Se tivesse que dar um exemplo do que para mim significa este grupo fantástico que é os R4F...este meio dia de convivio estaria seguramente no meu topo de exemplos.

Foi um prazer, uma alegria e um previlégio, ter passado grande parte do sábado de Aleluia na companhia dos presentes e também com o pensamento nos ausentes (a quem brindámos no inicio da refeição).

- Organização Xistarca, inesperadamente boa (sem falhas, pelo menos no que toca á equipa).
- Logistica no local (organização da CMConstância), bem preparada e de fácil compreensão. Apesar de ser o fim de semana das festas e da presença da RTP, não tivemos problemas de filas, nem estacionamento.
- Trajecto muito agradável sempre junto ao rio.
- Relativamente ao clima...as minhas relações com São Pedro, só estiveram por baixo, na altura do Grande prémio do atlântico na costa...tirando esse fim de semana, o Homem não me tem falhado :-) .
- Excelente performance da equipa com resultados individuais muito bons (diversos PBTs atingidos).
- Eu fui dos que tomei banho de água quente...:-). Os balneários eram pequenos para a quantidade de atletas...mas lá nos safámos.
- Ainda bem que gostaram do local que escolhi para o almoço...espero que a experiencia tenha sido realmente do Vosso agrado.
- Para finalizar, o Jorge demonstrou qualidades de autentico "Taxista"...viagem de volta tranquilissima :-).

Obrigado e parabens a todos e fica a promessa de preparar uma aventura diferente, para toda a familia num futuro próximo.

Runabraços

Jorge Duarte Pinheiro disse...

Foram belos resultados desportivos, alimentares e "ocupacionais", elevadamente descritos pelo João Fialho. Parabéns ao Nuno Marques pela logística. As fataças portaram-se bem. O pudim de café vinha um pouco amuado. Mas nada que ameaçasse os PBTs e o vinho internacional.