domingo, 25 de abril de 2010

Maratona de Madrid

Hoje foi dia de Maratona para o Carlos Brazão e o Marco Gouveia.
Começou às 9 da manhã e partiu da Avenida Castelhana. Apesar de terem participad 9 mil atletas da Maratona e 3 mil dos 10Km, não houve para minha surpresa os habituais acotovelanços na partida visto que havia espaço para todos. Estava uma manhã de calor (cerca de 26º) mas não se dava muito por isso uma vez que a humidade era baixa. A topografia não era fácil, raramente se encontrava um troço plano, e quando este aparecia nunca tinha mais de 200 ou 300 metros, e o Km 39 tinha uma subida em que raros foram os que não a fizeram a andar. A prova estava bem organizada com reabastecimentos de 2,5 em 2,5 Km, e com muitos auxiliares em patins com sprays e pomadas para os desafortunados, e controlos de chip 5 em 5Km (e na meia maratona). As ruas estavam sempre cheios de publico, constantemente a encorajar os corredores, principalmente os que denotavam maiores dificuldades.
Relativamente à minha corrida, comecei devagar como mandam as regras, tendo feito 1 hora aos 10Km, e atingido o meu pico por volta dos 20Km (12.31Km/h no Km 21). Nessa altura fiquei convencido que a corrida ia ser um passeio. Por volta do Km 34 o cenário mudou totalmente e começaram a faltar as pernas. Cada Km que passava pareciam 2 ou 3, e comecei a contar os metros para o fim. Quando finalmente cortei a meta o cronómetro marcava 4 horas e 20 minutos, mas ao chegar a Lisboa e consultar os resultados constatei que o tempo de chip foram menos 7 minutos (4h 13 min). É o que dá não levar GPS :)
O unico ponto negativo da corrida foi a ausência de sólidos nos reabastecimentos.

10 comentários:

Luis Matos Ferreira disse...

Muitos parabéns aos dois Maratonistas!!! 4h13m é aproximadamente o mesmo tempo que eu fiz na minha primeira maratona, em Lisboa, com um tempo muito mais fresco do que o de Madrid. Com mais alguns treinos vais deixar de sentir o muro dos trinta e poucos Kms.

António Almeida disse...

Muitos paarbéns aos dois maratonistas da equipa R4F presentes em Madrid, maratona que como sabemos não tem um percurso fácil, nada mesmo.
Permitam-me lançar-vos um desafio com data de 7 de Novembro de 2010 chamada "Maratona do Porto", maratona excelentemente organizada e com um percurso lindíssimo, pensem nisso, a Invicta merece a vossa presença.
Grande abraço.

Miguel San-Payo disse...

Parabéns para os nossos dois novos homens da maratona. Já só falta fazerem a próxima para se tornarem MARATONISTAS.

Marco Gouveia disse...

Tenho de confessar que lhe tomei o gosto:) Conto fazer mais uma este ano, se não for a do Porto será a de Lisboa.

Miguel Correia disse...

Muitos parabéns aos dois novos homens da maratona.
Mais um desafio ultrapassado.

Joao Fialho disse...

Parabéns a ambos pela realização de tão dura prova!
Pela persistência e força de vontade demonstrada, tenho a certeza que novas conquistas e novas maratonas se vão seguir!

Manuel Romano disse...

Muitos parabéns a ambos.
Terminar uma prova com este grau de dificuldade é sem sombra de dúvidas uma proeza.
Um abraço.

Paulo Gonçalves Marcos disse...

A partir de agora uma Meia passa a ser um treino apenas um pouco mais exigente...

João Ralha disse...

E mais esta (dupla) conquista é um incentivo aos que ainda não se estrearam nesta, tão difícil, como aliciante prova.

Queremos ver quem serão os próximos?

Runabraços

RPJ disse...

Parabéns aos homens do Run4Fun. Falei com um deles no Parque da Casa de Campo. Também para mim foi a 1ª maratona. Acabei com 4h01m (chip).
Um abraço dos Georunners.
RPJ