quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Novo Treino

1º Comentário do MC no blog R4F. Grande treino hoje pelas 19H na Vela Latina. Presentes Paulo Marcos e Miguel Correia (52m). Foi só rolar. Abraços.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Copy fantástico

Desta vez o Paulo Marcos excedeu-se. Os meus parabéns

Conseguiste construir uma história muito engraçada à volta da corrida, com comentários de alto espírito a cada uma das fotos.

Eu atesto que ele ia só para "rolar" porque senão tinha chegado com os nossos campeões António e Miguel. Aliás ainda teve tempo para me "rebocar".

E agora, no próximo Domingo, o prato forte da "Corrida pela Saúde", a tal que não dá saúde nenhuma. O que vale é que principiamos e acabamos junto ao Hospital ("just in case"). Mas depois desta no "sobe e desce" de Campolide, Serafina e Monsanto estamos mais que preparados.

Até lá

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Uma grande equipa: foto de família no final

A zona das Amoreiras não mais será a mesma, depois do caloroso acolhimento dispensado...(quem não se lembra do público entusiasta?).
O Team posa em conjunto, antes de rumar em debandada!
Corrida da Saúde, próximo fim de semana!
Posted by Picasa

Estirar parte 2

O Anastácio, o Marcos, o Correia e o Sousa a estirarem. Ah valentes!
Posted by Picasa

Estirar depois do esforço - parte 1

Tempo de esticar os músculos!
Posted by Picasa

Luísa e Lucília, again

Depois da corrida , as verdadeiras campeãs confraternizam.
Posted by Picasa

Tentámos vir todos juntos mas não deu...!

Explica o Marcos ao San Payo...
Posted by Picasa

Miguel...achas que os fulanos ainda estão a tirar fotos em cima do Aqueduto?

Ou já terão recomeçado a correr? Nunca mais chegam...será que não treinam o suficiente? Ou gastaram os cartuchos todos na Corrida do Tejo?
Posted by Picasa

Esperar...cadê os outros?

Miguel, Luísa e António. Fartos de esperar que os restantes membros do Team Running for Fun se dignassem terminar...
Esperaram que se fartaram... e vejam bem o aspecto fresco? para eles trepar 4 km em 10 totais não fora esforço desmesurado. Há tipos sortudos!
Posted by Picasa

O chip que nao saia...

Um minuto depois ainda não fora possível retirar o diabólico chip...mas o esforço estava a dissipar-se. Vejam o ar sorridente do João...!
Posted by Picasa

Custou...mas foi!

Para os que pensam que subir 4 km sem parar é coisa menor...reparem bem nas caras destes dois campeões (campeões? de quê?). Logo após a prova terminar, tempo de retirar o chip dos sapatos.
Posted by Picasa

As campeãs antes da partida!

A nossa campeã, Luísa Correia com a Lucilia, a campeã da prova. Pontaria a nossa!
Posted by Picasa

Nem agora...

No final da corrida...em pose no jardim cerca das Amoreiras. Saudações para o Manuel Anastácio que voltou às lides da corrida!
E para os records pessoais do Paulo Sousa e do Miguel Correia.
E para quem não sabe...os 10 km de corrida mais excitantes de sempre...uma passagem pelo casal ventoso e pelo bairro do Cabrinha...e depois 4 km sempre a subir, Serafina acima...A coisa não tinha fim...
Posted by Picasa

Parados em cima do Aqueduto...pois então!

Não foi só o Paulo Sousa que aproveitou o momento histórico para parar (numa corrida?!!!!) para tirar uma foto. Mesmo os veteranos Ralha e Marcos fizeram o mesmo! O tempo final? Mas que interesse tinha isso? Não era apenas um treino diferente...?
Posted by Picasa

Antes da corrida...

O Team Running For Fun...Reparem nos pormenores....cada um com o seu equipamento....mas todos com bom aspecto!
Posted by Picasa

Corrida Aqueduto da Águas Livres


Estimados amigos
Decerto cada um de nós terá uma foto no aqueduto, mas não queria deixar de partilhar convosco a minha. É espectacular a vista que esta passagem nos proporcionou e decerto ficará nas nossas memórias como um momento bonito e diferente. Nunca tinha passado neste local, e tê-lo feito pela primeira vez durante uma corrida foi especial, apesar de em nada ter contribuído para o tempo final (68 minutos).
Mas enfim... o que interesa é que mais uma vez estivemos juntos e que tudo correu pelo melhor.
E não se esqueçam... R4F
Abraços e até à próxima
Paulo Curto de Sousa

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A Corrida do aqueduto das Águas Ivres

Domingo próximo mais uma corrida de 10 km. O 3º Grande Prémio José Araújo. Dizem-me que
foi um grande atleta que tinha 2:21 na Maratona.

Seguidamente mas alguma informação com a devida vénia ao Orlando Duarte http://www.omundodacorrida.com/phpBB2/showthread.php?t=3524:


"José Araújo em doze anos (1947/1959) bateu 16 recordes nacionais em diferentes distâncias: 3.000 m obstáculos, 5.000 m, 10.000 m e maratona, - cinco em 3.000 m obstáculos, três na maratona, um em 10, 15, 20, 25 e 30 quilómetros, Meia-Hora, Uma Hora e 4X1500 m. Sendo seleccionado 24 vezes para provas de pista e “Crosse das Nações”. A grande mágoa de José Araújo, foi não ter sido atleta Olímpico, não por falta de mérito mas sim por falta de consideração dos dirigentes do regime de então(Oliveira Salazar) que alegaram falta de verbas para a deslocação do atleta aos Jogos Olímpicos de Melbourne na Austrália"

Vamos homenagear um grande atleta português.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Torcida!

Teresa e Manuela...Ou uma parte da equipa que ficou a "torcer" de fora!
Posted by Picasa

Medalhas...!

Após a prova, uma foto com as medalhas, no jardim de Oeiras. Local emblemático, onde se tiram as fotos da despedida. Este ano o facto saliente das "barrigas" quase terem desaparecido...! Sinal de progresso...?!!!
Posted by Picasa

O que procuram eles?

O Marco Gouveia procura incessantemente algo no saco de prémios...o João Leitão parece preocupado...e que faz o fulano do lado direito?
Posted by Picasa

Um dream team...todos abaixo dos 60m!

Posted by Picasa

É uma honra esta ladeado pela Luísa e pelo Miguel!

Posted by Picasa

Os três mais rápidos...na casa do minuto 45 ou 46

Posted by Picasa

O grupo depois da prova terminada...

Posted by Picasa

terça-feira, 21 de outubro de 2008

O Team Running For Fun em Algés: 9h25

Paulo Sousa, João Leitão (o matulão encoberto), João Ralha, Miguel Correia, António Eusébio, Paulo Marcos, Luísa Correia, Marco Gouveia (faltam o Ricardo que não veio; o Miguel San-Payo e o Rui Albuquerque que já estavam na linha de partida...!)
Posted by Picasa

Corrida do Tejo Outubro 2008: estação CP em Oeiras pelas 08h55

Posted by Picasa

Corrida do Tejo 2008: 08h45 na Rua Carlos Mardel

Paulo Marcos, Paulo Sousa, Marco Gouveia: posando para a câmara ainda em Oeiras...
Posted by Picasa

Corrida do Tejo Outubro 19 2008

Antes da partida três bravos preparados...em plena rua Carlos Mardel, Oeiras
Posted by Picasa

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Loneliness of the long distance runner

Loneliness of the long distance runner

In his last report, Robert Dineen joins a running club and discovers what he has missed by training alone

undefined

A Wednesday evening at a quiet athletics track in Essex. I lean into the bend and work my arms faster to make up for the pain in my legs and lungs. Only 150 metres remain of a 400-metre run, but I fight the temptation to close the gap to the guy in front. This is our sixth lap at the home of the Woodford Green Athletics Club and three 200-metre sprints remain in my first interval session since I was a reluctant member of the school athletics team.

Entering the final stretch, I try to put into action the advice I received from Dawn Hunter, coach of the East London Triathlon Club, whose members I have joined for an hour-long workout. “Land on the middle of the foot and lean forward to allow gravity to help you,” she said. Crossing the finish line in relief, I lean perhaps a little too eagerly forward, but draw to a halt quietly pleased at finishing second out of about a dozen runners.

Encouraged, I put it to Hunter that my existing regime of two runs a week will provide sufficient preparation for my first duathlon in Chelmsford on October 26, an off-road event that I entered when the Essex Duathlon scheduled for a fortnight earlier was cancelled.

“It depends on what you want to achieve,” she says. “But ideally the minimum preparation for a race is three sessions a week.” They should comprise of a long run of more than 45 minutes to build up stamina, an interval session to increase flat speed and a tempo session where you run at 80 per cent of your maximum for about 20 minutes. “That raises your lactate threshold, which enables you to push your body to its boundary,” she adds.

I crossed the line second in the final 200-metres too but, with a little reflection, admit to myself that it is hardly a notable achievement. Most of the other runners are (I think) a few years old than I am and only about two-thirds are men. More to the point, they appear to be competing only with themselves.

A welcoming bunch, they encourage and compliment one another, creating camaraderie that I have not had training alone. I suspect that this jovial atmosphere makes the prospect of pulling on running gear and leaving the house on a chilly autumn night a lot easier.

Should a beginner, then, join a club from the start of their training? “It varies with the club and the runner,” Hunter says. “If you’re a complete novice and not at a stage where you can run 20 minutes without stopping then you’re not going to keep up with a regular running club.

“A triathlon club is a little easier but even then you should check to see what they expect. The best thing is to do is just get out and start running. You’ll pick up the fitness needed quickly: even a novice should be ready to race after two to three months.”

A triathlon club will also tailor its running training for the particular demands of the three-discipline event. Perhaps the most important of these is felt at the start of a run when your legs adapt to the switch from the bike. Even experienced competitors find it triggers a strange sensation in which their thighs feel almost like jelly.

“It is an odd feeling and never goes completely,” Hunter says. “You can help ease the discomfort by learning to adapt your bike cadence so that it matches your running cadence, but it is still important that you get used to it by doing brick sessions.” Those experienced in triathlon training will know that a brick session involves two of the three disciplines. To get familiar with the “jelly” phase, it is important to push yourself on the bike before the run.

We finished the session with a gentle two-lap warm-down, with runners breaking off into pairs, some to discuss an upcoming 10-kilometre race. I used the opportunity to adjust my running style further, shortening my stride length to preserve energy – only sprinters should extend it – and reducing my lean so that it felt comfortable but still left my back leg trailing behind. “Like the Kenyans,” Hunter says.

Hunter structured the workout with the 10-kilometre event in mind, calling on everyone to run each lap and half-lap flat out to improve their speed and cut an extra few seconds from their race time. A newcomer to the competitive running, I am still working on my stamina but feel confident now that I could dovetail my training with that of the club. I may even get fit enough to catch the guy who led from the front.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Treinos de dias 9, 11 e 12

Dia 09.10, pelas 20h30 na Vela Latina: faltaram o João Leitão e o Ricardo Machado, este último com uma gripe. António Eusébio, João Ralha, Miguel Correia, Miguel San Payo, Paulo Marcos. 13 km de treino a um bom ritmo (cerca de 11 km/hora), o que daria para fazer a Meia Maratona abaixo das duas horas.

Dia 11.10, na Expo, pelas 10h15, com as estreias de Maria João Rebelo e António Eusébio. Paulo Marcos e João Ralha, repetentes. Um treino ligeiro, numa paisagem magnífica, conquanto com alguma chuva...Pouco mais de 9 km, treino leve a ritmo moderado.

Dia 12.10, Expo outra vez, com Luísa Correia, Miguel Correia, João Ralha e Paulo Marcos. 14 km a um ritmo interessante (10,5 km/h), pelas contas do infadigável João.

Hoje descanso para a maior parte dos guerreiros...

quinta-feira, 9 de outubro de 2008